Aprenda a cozinhar um ovo… com ciência!

cozinharovo.jpg

Cientistas noruegueses oferecem uma ferramenta online para cozinhar o ovo perfeito: com a gema exatamente no ponto em que você gosta. Clique para conferir.

As opções estão em norueguês, mas se as imagens não ajudarem aqui vai uma rápida tradução:

Primeira opção: O perímetro, a circunferência do ovo (multiplique o diâmetro por pi)

Segunda opção: Se você quer seu ovo com a gema dura (hard), mais ou menos (middels) ou mole (bløtt).

Terceira opção: A temperatura inicial do ovo.

Quarta opção: A sua altitude, em metros.

Na imagem capturada acima, as opções valem para mim – sim, eu medi o diâmetro de um ovo agora mesmo, e gosto da gema um pouco mole. O ovo deve sair direto da geladeira, e estou em São Paulo, a aproximadamente 750 metros acima do nível do mar.

Graças aos magníficos poderes da ciência, sei que basta ferver a água e então colocar o ovo por exatos 4:33. E como não devemos confiar cegamente na ciência – afinal, isso não seria muito científico – ainda preciso experimentar tudo isso.

A fórmula por trás da ferramenta oferecida pela Universidade de Oslo foi desenvolvida pelo Dr. Charles D.H. Williams, da Universidade de Exeter. É interessante brincar com a ferramenta norueguesa para ver que, por exemplo, para um ovo comum saído diretamente do congelador são necessários algo como 30 segundos a mais do que um ovo a temperatura ambiente. Claro, ele está mais frio. A diferença entre uma gema mole e uma dura é de dois minutos, mais do que eu imaginava. E no alto do Everest você levaria ainda mais 30 segundos para cozinhar seu ovo no ponto do que na praia.

Martin Lersch, comentando sobre a ciência dos ovos cozidos, lembra ainda que a casca dos ovos é porosa, e eles não devem ser guardados próximos de comidas com cheiro forte como cebolas. Mais curioso é que a questão das cascas trincadas durante o cozimento também já foi analisada e publicada em um estudo.

De fato, dois experimentos, “envolvendo aproximadamente 1.000 ovos“, foram realizados para averiguar se furar a casca na extremidade mais larga evita que ela trinque durante o cozimento. A prática realmente ajuda, principalmente os ovos mais velhos. O estudo publicado conclui que:

Donas de casa devem furar os ovos antes de cozinhá-los, já que se estão frescos isso não causará problemas e se estão velhos isso prevenirá o trincamento”.

Como Lersch nota, “podemos presumir que o conselho também se aplica a homens!”.

Adicionar sal e vinagre à água também ajuda, fazendo com que a clara coagule mais rápido e feche qualquer rachadura formada.

- – -

[via Lifehacker, com referências a Towards the perfect soft boiled egg]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 3 comentários

  1. Chloe disse:

    Não consegui ler o artigo, já que não entendo a lingua, mas tenho umas perguntas para o pesquisador:
    – E se eu quiser cozinhar mais de um ao mesmo tempo???
    – Será que ele calculou o desvio padrão?
    – A composição da água (mineral, fluoretada, destilada) também influencia?
    – Funciona para diversos tipos de ovos (codorna, galinha caipira)? Afinal não é só o diametro que varia…
    – Tipo de panela (ferro, aluminio, vidro, pressão)?
    – E o mais importante: o tipo de fogão e o tamanho da boca!
    ; )
    Brincadeira, só estou sendo amigavelmente chata : )
    ( )’s.
    C.

  2. Sortinho disse:

    Quanto tempo leva para cozinhar no micro ondas? =D

  3. luizito disse:

    Depende muito do tamanho do ovo.
    Se for um ovo de codorna – sera um tempo
    Se for um ovo de galinha – o tempo será maior
    Se for um ovo de pata – maior ainda
    Se for um ovo de avetruz – muito mais tempo
    Se for um ovo humano – tera que colocar numa panela de pressão, pelo menos por uma hora

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Arquivos

Páginas

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM