Rito de passagem

Eye of the tiger!

Eye of the tiger!

Fiquei ausente desse espaço do qual tanto gosto por um longo tempo. O motivo? Uma mistura de coisas. O blog começou como uma terapia para mim, como forma de (tentar) tornar útil um período onde fiquei “de molho” por conta de um problema de saúde, e também como válvula de escape para distrair o coração. Não precisei de pouco mais que meia dúzia de posts para me dar conta de que era muito, muito mais que isso. Era um resgate do meu gosto pela área de comunicação (uma carreira que quase trilhei) e uma maneira de expressar o quanto gosto de ciência e do que ela representa. E depois de mais alguns posts, descobri que havia também um grande bônus em blogar sobre ciência, que é poder trocar ideias e opiniões além das barreiras geográficas dos pampas, que foram minha casa desde sempre.

Já faz um bom tempo que o coração não precisa mais ser distraído. Estou feliz. Somou-se a isso o pânico do último “ano” – aquele em que o aluno de doutorado precisa fechar todas as pontas soltas da tese e trabalhar feito um condenado, caso não tenha tido a sorte de conduzir um projeto que tenha rendido bons frutos logo no início. Se fechei tudo? Fiz o melhor que pude, mas não posso lutar contra o fato de que nunca fechamos totalmente as pontas de uma ideia. Com as respostas, surgem novas perguntas. E essa talvez seja mais uma lição de humildade entre tantas que vivi como farmacêutica cursando doutorado em química.

Amanhã será minha defesa. E no meio do “ensaio” da minha apresentação, resolvi parar para escrever. Não porque precise de uma válvula de escape (como nos primeiros posts lá no longínquo 2009), ou porque ache a ciência apaixonante (eu acho, mas agora a razão não é essa). Resolvi parar para escrever porque simplesmente preciso registrar o quanto esse rito de passagem é marcante na vida de quem resolveu seguir o caminho acadêmico. Passamos a entrar no “mundo adulto científico”, com todas as benesses e agruras inerentes a essa condição. Um novo aprendizado, novas lições de humildade. E certamente, mais postagens, porque vou confessar: estava com uma saudade danada daqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 8 comentários

  1. Fernanda Poletto disse:

    Oi, Cleia

    Volte sempre!
    Abraços

  2. cleia rocha cazote disse:

    Procurando por informações sobre uma determinadaa substancia para otratamento da psoriase achei vc .Desejo a vc uma carreira muito feliz e compensadora .Abraços !

  3. Juan disse:

    Você sempre com umas frases bem legais, “O mundo adulto científico” rsrsrs, adoro seus post acho tambem é a primeira vez que comento, sou do Perú ( é ai porque meu português é ruim kkk) e já tinha saudade de um post de você, Espero que a defensa ter sido boa, eu acho que sim …Parabens então , já é Doutora e entrou no mundo adulto cientifico.

    Abraços.

    Ps. Espero mais post de você.

  4. vini disse:

    e ai? como foi na defesa? estamos curiosos..

  5. Felipe disse:

    Como dizem os japoneses “Gambatê”.

  6. Luisa disse:

    Gostei do seu post, e tb pretendo fazer um blog de ciência em breve. Não vou fazé-lo somente como válvula de escape, mas também porque eu adoro ciência e adoro escrever! Boa defesa amanhã!!

  7. Fernanda Poletto disse:

    Oi, Henrique

    Muito obrigada pelas palavras! Eu lembro bem quando a professora Adriana veio me contar isso, achei sensacional – não é algo que se espere, sabe?

    Vou voltar a postar com tudo, afinal terei muitas novidades nessa “nossa vida”.
    Tudo de bom pra ti também, desejo muitos resultados lindos e muitas publicações 🙂
    E muita felicidade também, porque sem ela não faz sentido.

    Abração.

  8. Henrique Marcelino disse:

    Boa defesa amanhã, Fernanda.
    Nos últimos anos, não comecei a ler do primeiro post, mas hoje já li todos. Sempre gostei muito dos mesmos, por várias vezes baixei as referências nem que fosse para ler como curiosidade, um novo olhar.
    Sou de Natal/RN (você, realmente, rompeu a barreira dos pampas), e ao encontrar com as profas. Adriana Raffin e Silvia Guterres, comentei que lia os seus posts.
    Não sou muito de comentar, na verdade no seu blog nunca o fiz, mas hoje achei que seria legal. Este ano entrei no doutorado, e quem sabe se não precisarei de uma “terapia” no futuro, não que seja um blog, meu lado da comunicação não é assim tão desenvolvido, mas algo com que me identifique um pouco mais.
    Espero que após virar doutora não pares de postar… rssrs
    Tudo de bom.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM