Manchetes comentadas 10 – Caixa preta do US Air confirma choque com aves


Maldito Ganso

Maldito Ganso


No dia 15 de janeiro um avião da US Airways caiu em Nova Iorque. Os americanos, que já andam meio ressabiados com aviões, logo ergueram o piloto ao status de semi-deus. Mesmo sem os motores e perdendo altitude rapidamente ele foi capaz de levar o avião até o rio Hudson, que margeia a metrópole, e pousar suavemente, dentro do possível, na água. Os 155 passageiros foram resgatados com vida.

A tripulação afirmou, e hoje a caixa preta confirmou, que o acidente deveu-se ao choque com aves. Parece bizarro um airbus daquele tamanho vir ao chão por causa de aves, mas o caso é sério. O prejuízo deve alcançar cerca de 600 milhões de dólares por ano. Só no Brasil o órgão da Infraero responsável por avaliar acidentes aéreos contabiliza 2 mil ocorrências por ano. Claro que nem todas tão desastrosas quanto a do airbus.

Devido a tudo isso diversas medidas já são tomadas em vários aeroportos. Aqui no Brasil desde o começo do ano passado que o aeroporto da Pampulha (Belo Horizonte) conta com falcões adestrados para caçar outras aves potenciais causadoras de acidentes. Cães também prestam esse serviço perseguindo as aves.

Alguns fatores favorecem a ocorrência de aves próximas a aeroportos. Muitos aeroportos se beneficiam de áreas alagadas ao seu redor por não apresentarem obstáculos aos aviões, por serem planas e desertas, permitindo pousos de emergência. Mas se estas áreas são desertas de habitantes humanos, atraem aves aquáticas como garças, patos e gaivotas. Outro fator é que aeroportos têm muitos holofotes para iluminar as pistas à noite. Holofotes atraem insetinhos e estes atraem seus predadores, como o quero-quero. Outra fonte de risco muito comum no Brasil é que áreas ermas, além de propícias para aeroportos, também são usadas como lixões. O que acaba atraindo urubus e pombos.

Ainda em tempo, um preciosismo de biólogo. Percebam que, entre as aves que mais causam acidentes (garças, gaivotas, patos, quero-queros, urubus e pombos), nenhuma delas é da ordem Passeriformes, por isso, nenhum pássaro de fato. Aves causam acidentes aéreos, pássaros não são grandes o suficiente para causá-los. Pássaros são as aves canoras como o bem-te-vi, o coleirinho, o pardal e o sabiá.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 1 comentário

  1. Tiago disse:

    Noooo que doido eu que não queria estar ali naquela hora….

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM