O curioso caso de Turritopsis nutricula

Ao Lucas, envelhecendo hoje e minha boa companhia de cinefilia

disponível em www.benjaminbutton.com
Ontem fui ao cinema assistir O curioso caso de Benjamin Button. Gostei do filme, bons atores, bom roteiro. Segundo a sinopse do Globo o filme conta “a história de um homem que nasce com 80 anos e, com o passar do tempo, vai rejuvenescendo, incapaz de parar o tempo”.
Me fez lembrar um artigo sobre uma água-viva capaz de reverter seu envelhecimento após acasalar e voltar à sua forma juvenil. Turritopsis nutricula.
obtido em: www.ville-ge.ch
O padrão da reprodução em hidrozoários, o grupo que inclui Turritopsis nutricula, é o seguinte: Os ovos fecundados passam por um desenvolvimento embrionário que culmina numa larva minúscula e ciliada. Estas larvas encontram um substrato no mar e se fixam, desenvolvendo-se em um pólipo. O pólipo é a segunda fase do desenvolvimento, lembra grosseiramente uma arvorezinha. No que seria seu caule podem formar-se brotos e o pólipo se reproduz assexuadamente, mas nunca ocorre reprodução sexuada. Nas extremidades, porém, formam-se medusas, a forma mais conhecida da água viva parecida com uma tigela de ponta-cabeça e com tentáculos nas bordas. Em biologia define-se como adulto um organismo que produza espermatozóides e óvulos. Nesse caso, a medusa é a forma adulta dos hidrozoários. No interior da dita tigela formam-se gônadas que liberam óvulos e espermatozóide na água do mar. Após o sexo a medusa tem o bom senso de morrer. No mar ocorrerá a fecundação e recomeça o desenvolvimento embrionário e a larva, fechando o ciclo.
ciclo de vida do hidrozoário Obelia obtido em: www.palaeos.com

Ciclo de vida de Obelia sp. um hidrozoário obtido em: www.ville-ge.ch
Turritopsis nutricula faz uma mágica biológica. Depois de liberar seus gametas a medusa reverte seu processo de envelhecimento e retorna para sua forma juvenil. Um Benjamin Button real! Este processo foi chamado de transdiferenciação e ocorre de forma muito parecida com o envelhecimento normal. Um dos mecanismos mais usados neste processo é a apoptose, um suicídio celular programado. Aparentemente o processo de envelhecer e rejuvenescer pode acontecer ad infinitum, tornando o organismo virtualmente imortal.
A dinâmica das populações depende de quatro fatores principais: nascimentos, mortes, imigrações e emigrações. A primeira e a terceira aumentam as populações, a segunda e a última diminuem. Uma espécie imortal tenderia a uma explosão populacional que a forçaria a emigrar e colonizar novos ambientes. É isso que está acontecendo com Turritopsis nutricula, espalhando-se pelos mares do mundo.
Na verdade, rejuvenescer não deveria ser nada tão difícil. Nossas células carregam o mesmo material genético de todas as células e este não muda, salvo alguns detalhes que não devem interferir no nosso caso, ao longo do tempo. Assim, o DNA da Turritopsis nutricula tem as instruções para produzir tanto a medusa quanto o pólipo. O DNA da borboleta tem as instruções para produzir, não só a borboleta, mas a lagarta. No nosso DNA tem instruções para produzir tanto colágeno, que mantém a pele elástica e sem rugas, aos 80 anos quanto aos 8, estas instruções só não serão lidas. O que Turritopsis faz é voltar a traduzir os genes que codificam para o pólipo e deixar de traduzir os da medusa.
Na teoria muito simples, na prática é que a coisa pega. Isto tem carregado uma grande quantidade de pesquisadores a se interessarem por essas medusinhas de 5 mm numa corrida pelo elixir da juventude. No final todos querem saber como retroceder o relógio do tempo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 31 comentários

  1. kewen disse:

    Apesar de nós seres humanos termos o EGO gigantesco, pensem por outro lado se por algum acaso consigam implantar tais genes não nos humanos e sim em organismos extremamente necessarios para nós, imagine plantas hiperresistentes e gado biologicamente invulneravel. em qualquer lugar vc podera criar plantas e gado sem precisar pensar na preservação do ambiente…. isso sim me deixa curioso.
    Caso o fosse possivel implantar em humanos, jamais seria publicado antes de ser testado nos caras mais incriveis do planeta…..
    criando uma nova especie humana e acabando com as religioes.
    depois disso sera publicado (desconsiderem a viagem do coment. kkk)

    • bessa disse:

      Boa, Kewen. O ideal seria um boi com gene para a imortalidade e outro para a regeneração da picanha. Assim a gente produzia o boi uma vez só e retirava cirurgicamente só o que interessa. Ai ai, a ciência ainda tem tanto a avançar…

      Bessa

  2. @Burunoh disse:

    Eu quero também.

    #nerdpower

  3. LUCAS 777 disse:

    Seria maravilhoso conseguir o elixir para a imortalidade, o ser humano ainda não está preparado para lidar com a imortalidade, mas todos queriam ser, no entanto essas pesquisas tornam cada vez o ser humano mais ansioso pela vida eterna.

  4. Max Dias disse:

    Somos organismos multicelulares; o nosso DNA comanda a especialização de cada célula ao longo da gestação. Uma das características do envelhecimento é que essas células especializadas, depois da sétima ou oitava mitose, já não conseguem exercer com eficiencia sua função (dizem que o DNA vai se degradando. Como as células, como tudo que é vivo, usam como alimento apenas os açucares e as gorduras, qq outra coisa estranha pode prejudicar a reprodução do DNA – alcool, por exemplo – veja como os bebuns envelhecem mais cedo). Assim, se essa turritopsis volta ao estado unicelular para iniciar um novo ciclo, acho que não é correto dizer que ela é eterna, pois o que ocorre é um novo individuo, fruto de uma nova fecundação, com outro DNA. É exagero dizer que é eterna – talvez melhor dizer que tem uma efemeridade limitada… E quanto ao Curioso Caso de BB, estou esperando o segundo filme, quando, por um evento aleatório qq, o nenê reverter o processo e começar um novo ciclo…

  5. LUCAS HYUZO disse:

    Velho se ele precisa de sexo para rejuvelecer, que tal eles capturarem uma e deixarem ela sem sexo, ai vc descobre o tempo de vida dela.

    CLAROOOO q sou totalmente contra prender um animal e deixa-lo morrer, mas isso seria interessante.

    • bessa disse:

      Ih, fazem coisas bem mais crueis em nome da ciência. Talvez o mais cruel aí seja deix-alos sem sexo!

    • disse:

      A medusa não faz sexo, ela é hermafrodita! Ela rejuvenesce depois que libera óvulos e espermatozoides que se fecundam na água, tornando este experimento impossível!

  6. MEUDEUS, disse:

    Velho se ele precisa de sexo para rejuvelecer, que tal eles capturarem uma e deixarem ela sem sexo, ai vc descobre o tempo de vida dela.

    CLAROOOO q sou totalmente contra prender um animal e deixa-lo morrer, mas isso seria interessante.

  7. Hernando disse:

    Eu gostaria de ressaltar o que disse o pedro paulo, que se por acaso consiguissem implantas esse metabolismo no ser humano, seria um grande desastre pois se com quase &bilhões de habitantes o mundo já não é, em sua maior parte, sustentável, se houvessem homens imortais a falência mundial iria se antecipar. Fiquei catatônico a respeito
    disso!

    • Lucca disse:

      Você realmente acha que todo mundo teria condições de pagar isso? Tá loco né amigo? Você realmente acha que se descobrissem um remédio para você viver para sempre eles iriam dar no SUS para as pessoas? Claro que não! No mínimo esse remédio iria valer milhões de dólares. E quem iria querer viver para sempre?

  8. Pedro Paulo disse:

    A galera aqui pensa que um dia isso irá acontecer, ter a resposta para retornar à fase imatura de seus sistemas. Sem sombras de dúvidas, um problema enorme envolvendo política e religião iria impedir, se hipoteticamente isso fosse possível. Além do que imagine que hoje, temos uma população de quase 7 bilhões de habitantes, e estima-se que chegará a 12 bilhões em 2050. A distribuição de alimento e de água já é um problema, agora imagina um exército de pelo menos metade do mundo naturalmente “imortal”. MAS É NUNCA! Mas que seria interessante, sim seria

  9. Carlos Gonçalves disse:

    Na minha opinião uma coisa que deveria ser feita e analisar o ADN do Turritopsis nutricula e verificar as característica em relação ao nosso ADN e tentar implantar as partes ou coisas no organismo humano mas antes deveria ser testado em ratos porque são idênticos aos seres humanos (é nos ratos que se testam os medicamentos, antes de se serem postos à venda, porque os ratos tem um organismo como o nosso mas o efeito dos medicamentos é mais rápido a reagir num rato do que num ser humano). Mas essa é apenas a minha opinião. Obrigado e desculpem o incomodo.

  10. octavio disse:

    muito interessante este artigo, e é incrivel que pode existir algo na natureza que é “imortal” , muito intrigante e questionável, mais será que isso poderá ser utilizado com humanos futuramente?
    acho bem difícil, mais que sabe né, a ciência já evoluiu tanto que eu nem duvido mais.. rsrs

  11. bessa disse:

    Não, Lucas. É certo que ela não é um ser indestrutível ou o mundo estaria dominado pelas Turritopsis. Mesmo de morte natural elas morrem alguma hora, mas poder reverter o processo de envelhecimento é muito bacana. Daí o sucesso da notícia.

  12. Lucas BM disse:

    Bom, nada pode matá-la ? Naturalmente ela não morre, mas ela não tem predadores ? Não pode ser destruída ?

  13. Carlos disse:

    Mesmo que se consiga tal elixir, que se consiga silenciar alguns genes e expressar outros, e com isso retroceder o processo natural de evolução… vcs acham que isso vai ser publicado.
    Pensem… jamais, se hoje todo o mundo já sofre com os problemas das super populações, imagine só depois disso! CAOS….
    Claro que isso para o avanço da tecnologia seria um grande marco, mais com isso se trazem muitas outras consequencias… a famosa relação de causa e efeito….
    Não seria mais interessante se descubrissem uma cura definitiva para a AIDS ou para o cancer, hein… para que isso se viva mais!

  14. Kuririn disse:

    Infelizmente não é tão simples quanto parece, visto que os telômeros das nossas células se desgastam rápido demais ao longo da vida. Além de descobrir uma forma de ler os genes “juvenis”, necessário seria descobrir uma forma de manter os telômeros novos em folha…

  15. Hebert C. M. disse:

    kkkk a avon ia adorar essa medusa
    mas o assunto é serio….os religiosos ñ acreditariam nisso…
    Mas ainda bem, que pessoas que não se deixam levar pela tradição aumentam cada vez mais…

  16. Hebert C. M. disse:

    kkkk a avon ia adorar essa medusa
    mas o assunto é serio….os religiosos ñ acreditariam nisso…
    Mas ainda bem, que pessoas que não se deixam levar pela tradição aumentam cada vez mais…

  17. Athan Gene disse:

    Parecia meio entusiástico demais quando percebi que o rejuvenescimento tinha a ver com a sexualidade; e quando implementei uma “educação sexual” para ser notada por nós; o que veio correndo travar esse conhecimento, que é um gomo na Lógica Espacial, foi logo o ranço pervertido das crenças. Queria que conhecêssemos muito mais sobre tais questões deste 1985, mas desde esse ano as coisas ruins minaram nossa Sociedade até ao ponto ridículo em que estamos agora. Ainda bem que as pessoas sem-crenças aumentam cada vez mais no mundo. Assim poderemos desfrutar dias exuberantes em Ciência e Educação.

  18. ana disse:

    como o didi fala:
    “acredito muito na ciencia”

  19. lenon disse:

    “Eu acho que se os ciêntistas focarem bem nesse padrão que a Turritopsis Nutricula usa eles podem sim encontrar uma “cura” para o nosso envelhecimento.”
    ______________________________________________________________
    Olha o envelecimento não é uma doença por issu não tem cura, mas o fato “dela” rejuvelecer é impressionante, e com estudo pode ser convertido em beneficio para nós.

  20. bessa disse:

    Não saberia te dizer, Quézia. Quem sabe por telômeros isso nào fica aparente, mas é chute meu.

  21. kadujaime disse:

    Eu acho que se os ciêntistas focarem bem nesse padrão que a Turritopsis Nutricula usa eles podem sim encontrar uma “cura” para o nosso envelhecimento.

  22. Quézia disse:

    mas tem como saber o tempo de vida de uma medusa dessa ao estudá-la ? Tipo… Um ciêntista ao pegar uma medusa descobre o tempo de vida verdadeiro dela ou o pseudotempo? Porque por ela rejuvenecer o tempo de vida é contado de novo não é ?

  23. Cleide disse:

    Parece um comentário que vi em uma novela portuguesa: – Eu já te disse que para ti os anos passam-se ao contrário?

  24. Falcão disse:

    o highlander da natureza??
    ;D

  25. Carlos Heitor disse:

    A notícia da existência de uma espécie na natureza que tem essa capacidade de renovação é algo grandioso e até surrealista, pois na cabeça das pessoas está marcado com ferro e fogo que o ciclo de vida natural leva inexoravelmente à morte, é uma lei imutável a todos os seres e sem exceções.
    Li que não está provado que essa espécie tem vida eterna, o que está provado apenas é a capacidade de ela reverter seu ciclo de vida, o DNA pode estar programado para “um tempo” de ciclos de reversões, e depois…”kaputz”…risos.. mas não deixa de ser interessante pensar na possibilidade de que o ser humano possa dar um “reset” nas suas células de vez em quando.

  26. André disse:

    Pô…até acharem a “cura” para o envelhecimento, vai ser mais fácil conseguirem “fazer um download” do cérebro pra uma máquina…

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM