Um conto biológico de natal

Recebi hoje o vídeo da notícia acima por whatsapp. No melhor estilo “você que é biólogo”, me pediram para comentar o assunto, então resolvi fazê-lo no blog. Como num conto de natal, um casal de tico-ticos fez seu ninho na árvore de natal de uma casa e lá alguns filhotinhos nasceram.

A urbanização tem transformado o ambiente natural de forma massiva e definitiva. O que há pouco tempo era vegetação natural ou ligeiramente impactada, foi substituído por casas, ruas, jardins e prédios. Neste cenário, muitas espécies desaparecem, mas algumas poucas, mais tolerantes a nós humanos como os tico-ticos, persistem e se habituam ao estrago que o humano causa. Tolerante, por exemplo, a nidificar numa árvore artificial dentro de uma casa com intenso tráfego de pessoas.

Nascimento na árvore de natal (Foto: Reginaldo dos Santos/EPTV)

Nascimento na árvore de natal (Foto: Reginaldo dos Santos/EPTV)

Há mais uma vantagem para a tolerância aos humanos: um escudo. Como disse acima, não é qualquer animal que tolera nossa presença, isso é especialmente verdade para muitos predadores. Por isso, várias presas acabam nos usando como um escudo para se proteger de predadores, especialmente nas fases mais frágeis. Quanto mais perto, mais protegido está o animal, pelo menos de outras espécies que não nós mesmos. Sem sombra de dúvida a fase mais suscetível de uma ave é a fase sem penas no ninho, o que os especialistas chamam de ninhego. Assim, está armado o cenário para a bem-vinda invasão da casa apresentada no vídeo. Uma fortuita coincidência, mas muito alegórica para a celebração do nascimento que o natal representa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 0 comentários

Participe e envie seu comentário abaixo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM