Picnogônida – A criptozoologia que existe

Uma aranha marinha de até 90 centímetros, juro que existe! (Foto: Steve Childs; CC BY 2.0)

Um tipo de aranha marinha de até 90 centímetros, juro que existe! (Foto: Steve Childs; CC BY 2.0)

Já fui mergulhar em vários lugares nos quais ficava aliviado de ir para a água para me livrar de animais terrestres indesejáveis, especialmente mosquitos. Isso não valeria para “aranhas”, já que existem “aranhas” marinhas bem assustadores. É o caso dos picnogônidas, ou pantópodas. A maioria das 1300 espécies desse animal é bastante pequena, mas existem espécies antárticas que podem alcançar 90 cm. Isso mesmo! Uma “aranha” de 90 cm.

Coloquei aranhas entre aspas porque os picnogônidas não são de fato da ordem Aranae, as aranhas verdadeiras, mas sua aparência lembra muito uma a não ser pelo corpo mais alongado. Eles não são nem mesmo aracnídios, mas são mais aparentados a eles do que aos outros artrópodes como insetos, centopéias e crustáceos. Aranha só mesmo no nome popular.

A alimentação dos picnogônidas é de certa forma assustadora. Ele finca sua afiada probóscide na vítima e suga lá de dentro os nutrientes de que necessita. As espécies menores não fazem grande estrago na presa, mas as grandes podem deixar suas vítimas secas e sem vida como uma uva passa. Apesar disso, outra diferença entre picnogônidas e aranhas verdadeiras é que o animal marinho nunca possui veneno.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 0 comentários

Participe e envie seu comentário abaixo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM