Corais Bioconstrutores – A criptozoologia que existe

Há diversos animais fantásticos tão grandes que são capazes de abrigar toda uma população humana sobre si. O que mais me lembro é a Serpente de Midgaard, ou Jormungand, da mitologia nórdica, que cresceu tanto que mordeu seu próprio rabo e circunda toda Midgaard. Além desta, há também a lenda de que a Terra repousa sobre o casco de uma tartaruga cósmica gigante, comum a muitos indígenas norte-americanos.

A despeito disso, nações inteiras podem existir sobre um animal. Ok, não sobre UM animal, mas sobre milhões deles, os recifes de coral. Cada pólipo de um antozoário não mede mais do que alguns milímetros, mas eles são capazes de fixar sais de cálcio da água do mar em seus esqueletos. Ao longo de muitos séculos essa deposição poderá formar uma superfície firme acima da linha d’água. Ilhas inteiras têm essa origem e algumas delas abrigam países no Pacífico Sul. É o caso, por exemplo, de diversos atóis que formam as Ilhas Cook.

Muito do folclore, incluindo os mitos de animais descomunais sobre os quais pessoas vivem, está ameaçado de extinção pelo massacre cultural que vivenciamos na modernidade. Da mesma forma, essas nações que existem sobre os corais Anthozoa estão ameaçadas pelo aumento do nível dos mares e acidificação da água decorrente das mudanças climáticas.

Vivendo sobre

Vivendo sobre “um” animal, o atol Midway abriga toda uma cidade (Imagem: U.S. Fish and Wildlife Service; CC0)

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM