Cursos Gratuitos de Astronomia

Abertas as inscrições dos cursos de astronomia do CASP para o Primeiro Semestre de 2009
Abrem hoje, dia 8 de março de 2009, as inscrições para os cursos do primeiro semestre de 2009 – Ano Internacional da Astronomia.
São eles:
1. Introdução a Astronomia Amadora (mais conhecido como IAA), destinado ao público em geral;
2. Fundamentos de Astrofísica Estelar: para quem já concluiu IAA;
3. Astronomia Extragalática: para quem já concluiu o curso de Evolução Estelar.
A ficha de inscrição com procedimentos de envio e preenchimento, além de informações a respeito de cada um dos cursos, estão disponíveis no site:

http://www.astrocasp.com.br

Atenção: as inscrições vão somente até o dia 17 de março.
Vagas Limitadas!

Ajude o Céu em Março

Nem bem os eventos de Fevereiro terminaram, há dois eventos mundiais no mês de Março que merecem destaque. Mais do que isso, merecem contribuição.
O primeiro deles é o Globe at Night. Trata-se de um projeto internacional que pesquisa a poluição luminosa através da observação das estrelas da Constelação de Orion.
Para isso, olhe para o céu entre os dias 16 e 28 de Março de 2009 e reporte a magnitude aparente (o quão brilhante as estrelas estão). Não é preciso muito conhecimento em astronomia. Basta seguir os 5 passos disponíveis no site que, inclusive, contém imagens que ajudam a determinar a escala.
Em 2007 e 2008, o Brasil não apresentou um número significativo de relatos para constar no quadro do site, ao contrário da Argentina.
Já o Earth Hour, que foi ignorado pela maioria dos brasileiros em 2008, parece que ficou famoso neste ano e terá mais adesões graças a ajuda de profissionais do meio artístico de massas (digo, atores de novela de grandes redes de televisão).
O Earth Hour propõe, desde 2007, uma mobilização simbólica de se apagarem as luzes por uma hora no dia para protestar contra mudanças climáticas e o aquecimento global. Este ano, o evento se dará no dia 28 de março, sábado.
A minha contribuição vai além de um protesto para com o aquecimento global, já que a Poluição Luminosa é o pior pesadelo de todo astrônomo, profissional ou amador.
Nada melhor que o planeta inteiro consciente, apagando tantas luzes e, o melhor de tudo, numa noite de Lua Nova! Preparem suas velas!

Lulin: Simulação de Observação

Atendendo às dezenas de pedidos sobre como encontrar o Cometa Lulin, resolvi montar uma simulação com o meu software planetário favorito, Starry Night Pro.
Tentei mostrar ao máximo as condições do céu de São Paulo, onde resido, para que fique claro que não há meios de se observar o cometa a olho nu. Quem tiver binóculos ou um telescópio, terá mais chances de contemplar.
Ah! Também vale lembrar que o ideal é visualizar de soslaio (canto de olho) e longe das luzes das cidades.
A simulação começa às 20h de hoje, horário local e, ao término, serão 5h da manhã do dia 28 de fevereiro.

O vídeo também pode ser visto aqui. Por fim, gostaria de ressaltar a todos que eu nunca tinha feito um video na minha vida.
Já um amigo meu, Guilherme Venere, experiente observador, conseguiu fazer uma breve filmagem que pode ser vista aqui.

Cometa Lulin no Planetário do Ibirapuera

Para quem mora na Paulicéia Desvairada, como eu, no próximo dia 26 de fevereiro de 2009 (quinta-feira próxima), haverá evento do Ano Internacional da Astronomia no Planetário do Ibirapuera totalmente dedicado ao famoso Cometa Lulin.
O evento em si acontecerá das 20h às 23h.
O prelúdio da observação se dará às 20h através de uma palestra sobre cometas com o Prof. Dr. Oscar Matsuura, reconhecidamente um dos maiores especialistas brasileiros no tema.
Na sequência, às 21h30min, haverá uma sessão de observação gratuita com telescópios aberta ao público se, e somente, o tempo estiver favorável. Serão observados o cometa Lulin e o planeta Saturno, que se encontrará próximo ao cometa.
Se for possível, talvez também seja possível mostrar alguns aglomerados estelares interessantes.
Até lá e que São Pedro nos ajude!
ATUALIZAÇÃO: Não é necessária lista ou inscrição. Basta chegar mais cedo para ver a palestra, pois os ingressos são distribuídos cerca de 30 minutos antes.
Para a observação, basta ficar na fila e seguir as direções dos monitores.

Vá observar o Cometa Lulin

Para os fãs de cometas, o cometa Lulin c/2007 está visível no Brasil e poderá ser visto de hoje até aproximadamente dia 27 de fevereiro, como seu máximo, no próximo dia 24. Neste dia, seu brilho permitirá que seja observado por qualquer pessoa apenas com a ajuda de um binóculo.
A observação será melhor das 3h (horário de Brasília) até o início da manhã nos dias que antecedem sua máxima (máxima de aproximação entre o cometa e a Terra). Já no dia 24 de fevereiro, ele se tornará visível desde o entardecer até o amanhecer do dia seguinte, o que promete ser um espetáculo.

Será mais fácil de se observar se tivermos um dia de clima ameno, poucas nuvens e uma fase da Lua favorável no céu (condições astronômicas ideais). Se você estiver em uma área de céu escuro, com baixa poluição luminosa, melhor.
Para quem conhece um pouco o céu, o cometa estará bem próximo a constelação de Libra. Esta, por sua vez, é facilmente localizada se você encontrar Escorpião, cujo desenho é mais fácil de achar, inclusive por observadores iniciantes, por sua característica cauda. Tal como se pode ver na imagem abaixo:

Na maior aproximação, o Lulin chegará a 60 milhões de quilômetros da Terra e depois nunca mais passará pelas proximidades, já que a letra “c” em seu nome indica que o cometa possui uma orbita que dura mais de 200 anos. Excelente justificativa para levantar mais cedo!
Vamos ver se o Planetário de São Paulo programa alguma palestra seguida de observação, tal como tenho participado nestes últimos dias.
Imagens: Starry Night Pro

Carnaval e Astronomia

Por mais estranho que possa soar, o Carnaval de 2009 está bastante interessado em Astronomia. Especialmente no Ano Internacional (IYA2009).
Ontem a noite, soube de três escolas de samba que terão seus sambas-enredo relacionados ao tema, o que me deixou com vontade de estar no desfile de pelo menos uma.

A primeira escola que eu soube foi a Acadêmicos da Asa Norte de Brasília com o tema “A Astronomia e os Mitos e Lendas Sobre o Céu”. A escola tem cerca de 900 integrantes, 4 carros-alegóricos, incluindo “O Observatório”, uma réplica do Observatório Nacional, 4 Blocos gigantes em um total de 22 Alas.
A Acadêmicos contará a história da Astronomia, mesclada às Lendas e Mitos envoltos nos primórdios das civilizações estrangeiras e Folclore brasileiro.
Espera-se mais de 250 mil espectadores ao longo de três dias de festas em Brasília.
Há também uma escola de samba em Atibaia-SP, chamada Imperial de Atibaia, que desfilará em 2009 com um enredo de um título primoroso: “No Ano Internacional da Astronomia, Galileu Galilei, o Mensageiro das Estrelas, é o Mestre da Folia”.
Se alguém quiser o samba-enredo da Imperial, é só pedir.
Além destas, no Rio de Janeiro, vou torcer pela Unidos da Tijuca, com o enredo “Tijuca 2009: Uma odisséia sobre o Espaço”! Com um samba-enredo que pode ser ouvido em seu site, esta não é a primeira vez que a escola usa ciência como pano de fundo para sua apresentação no Rio.
Quem sabe meu amigo, Diniz, sendo no Rio e ainda mais da Tijuca, não sai de destaque nessa escola fantasiado de Galileu?
De fato, as escolas de samba falando de Astronomia será uma propaganda e difusão desta Ciência incrível para o público em geral, principalmente numa festa tão popular. E pensar que, até ontem, eu odiava Carnaval!
Colaboraram Tasso Augusto Napoleão e Antonio Coêlho

Mais eventos em Sampa

São Paulo, além de se preparar para seu aniversário, promete promover mais eventos de astronomia, com tempo bom ou não. Por isso, este final de semana promete ser bem agitado.
No dia que antecede o aniversário da cidade, além de observação monitorada pelo CASP ao longo do dia (se o tempo colaborar, claro), haverá às 21 horas um Sarau Astronômico no Planetário do Ibirapuera, cuja atração artística ficará por conta do grupo musical Théo Werneck Trio Blues.
O sarau envolve observação do céu noturno na cúpula com apresentações artísticas (músicas, danças e performances ao vivo e leituras de poemas), além de narração de mitos e curiosidades sempre envolvendo astronomia.
Este evento é gratuito, porém limitado a capacidade da sala (290 lugares). Para participar, a retirada de ingressos será a partir das 20h.

No dia 25 de janeiro, a cerimônia de abertura do Ano Internacional da Astronomia se dará no Planetário do Ibirapuera às 11h30min (para participar, os ingressos deverão ser retirados a partir das 10h30min e estão limitados a 290 lugares).
Às 12h, será feita a Observação Inaugural do Planetário para o IYA2009 e a inauguração da Rosa-dos-Ventos na frente da Escola Municipal de Astrofísica Prof. Aristóteles Orsini.
Se o tempo estiver bom, também teremos observações do Sol monitoradas pelo Clube de Astronomia de São Paulo.
Entre 14h e 18h, haverá a sessão “Conversa com Astrônomo” na Escola Municipal de Astrofísica, na qual astrônomos profissionais ficarão à disposição para atendimento ao público para esclarecer ou conhecer questões sobre Astronomia e ciências afins .
Às 14h será exibido do filme oficial sobre o IYA2009 “Dê Olho no Céu”, com comentários do Profº Dr. Augusto Damineli, do IAG e Coordenador Geral do IYA2009 no Brasil. Ele é o cientista especialista em Eta Carinae.
Novamente a retirada de ingressos será distribuída a partir das 13h30min.
Depois destes, a programação vai até às 21horas, mas é longa demais para um post só. Por isso, descreverei os demais eventos a seguir.
Bons céus e vejo vocês lá!

Ano Internacional em Sampa

O meu Ano Internacional da Astronomia deve realmente começar esta semana, provavelmente na quinta-feira próxima, dia 22 de janeiro.
De fato, nos dias 22 e 23 de janeiro das 20h às 23h vamos ter, se o céu colaborar, observação com telescópios na frente do Planetário do Parque do Ibirapuera com monitoria da equipe do Planetário e do Clube de Astronomia de São Paulo (CASP). Este último, por acaso, é o clube do qual faço parte.

Caso o céu resolva ficar nublado, haverá uma sessão narrada ao vivo sobre o céu da noite dentro da sala de projeção do Planetário.
Ah! Este e todos os eventos do Ano Internacional são gratuitos.
Quem não residir em Sampa pode ver o que está programado em várias outras cidades do país aqui.

Começa o Ano Internacional da Astronomia!

A cerimônia de abertura foi em Paris, na semana passada, mas a abertura dos eventos no Rio se deu hoje, dia 20 de janeiro.
Para mim, o Ano Internacional da Astronomia só vai começar quando eu participar de um dos eventos programados na cidade de São Paulo (amanhã falarei da programação para a Paulicéia Desvairada).
Enquanto isso, aproveito para deixar aqui o trailer do Nó Português:
Se você ficou entusiasmado, imagine eu!

A astronomia e os dias da semana

Você sabe por que uma semana tem sete dias?
A semana de sete dias é uma concepção da maioria das culturas, embora existam algumas culturas com concepções com cinco, seis ou onze dias.
Os sete dias de uma semana remontam a Antigüidade quando se podia visualizar a olho nu somente sete objetos celestiais móveis vistos da Terra: o Sol, a Lua, Marte, Mercúrio, Júpiter, Vênus e Saturno.
Os nomes dos dias da semana na maioria das línguas e culturas (com exceção da Língua Portuguesa, na qual não há um dia sequer relacionado à astronomia) se originaram ou geralmente se referem a um dos sete corpos celestiais ou ao dia do deus associado ao planeta.
Ou seja, Domingo e Segunda-feira são simplesmente o dia do Sol e o dia da Lua. Não acredita? Se você fala inglês ou alemão, as traduções permitem um entendimento direto e mais rápido: Domingo é Sunday, nada além da junção da palavra Sun (Sol) e day (dia). No caso da língua germânica, Sonntag (domingo) é a unificação de Sonne (Sol) e Tag (dia).

Para segunda-feira, Monday é a junção de Moon (Lua – o nosso satélite natural) e novamente a palavra day para o inglês e Montag, com a palavra Mond para Lua em alemão.
Para terça-feira somente a designação inglesa deixa o Tuesday nos planetas: O deus de guerra romano, Marte, foi chamado com o Teutons Tiu. Do dia “de Tius” foi um pulo para Tuesday (terça-feira).
Igualmente, quarta-feira tem que algo a ver com os planetas. Em italiano, o dia é chamado Mercoledi e em espanhol, Miércoles, ainda se pode reconhecer o radical para o planeta Mercúrio.
Quinta-feira em espanhol é Jueves, que representa o deus Júpiter e seu respectivo planeta-símbolo. O planeta Vênus também está bem representado. Venerdì é palavra em italiano para sexta-feira, assim como Viernes em espanhol.
Sábado que, além do judaico Sabbat, somente é remetido a Saturno no inglês Saturday.
Então, se soubéssemos na Antigüidade que haviam mais planetas no Sistema Solar, além de distinguir planetas de estrelas e luas, talvez pudéssemos hoje em dia trabalhar 5 dias e descansar 3, em uma semana de 8?
Eu me explico: se considerarmos somente os planetas conhecidos hoje como dias da semana (sem contar Plutão que não é planeta!), teríamos: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.
O pior que poderia acontecer, nesta conta, seria termos um chefe que nos fizesse trabalhar 6 e descansar os mesmos 2 dias de sempre.

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM