Nemertea-A criptozoologia que existe

Nemertea-A criptozoologia que existe

Pode parecer mentira de 1o de abril, mas aqui nessa coluna todos os animais fantásticos existem de verdade. Os nemertea, por exemplo, são vermes geralmente minúsculos, mas resolvi incluí-los nessa série de posts porque parece que foi desse filo o maior animal da...
Picnogônida – A criptozoologia que existe

Picnogônida – A criptozoologia que existe

Já fui mergulhar em vários lugares nos quais ficava aliviado de ir para a água para me livrar de animais terrestres indesejáveis, especialmente mosquitos. Isso não valeria para “aranhas”, já que existem “aranhas” marinhas bem assustadores. É o...

Vestimentífera – A criptozoologia que existe

Esses bizarros vermes marinhos recebem o nome popular de batom do mar, pelo menos numa tradução do Inglês. São vermes tubulares vermelhos que entram e saem de um tubo protetor branco mais ou menos como a ponta de um batom aparece e some quando rodamos a base. Ao...
Aos ignorantes que andam atacando macacos

Aos ignorantes que andam atacando macacos

Acordei essa manhã com alguns vizinhos gritando “Ei, eu estou aqui. Cadê vocês?”. Na verdade eu só sei que estavam dizendo isso porque entendo um pouquinho a língua deles, não falam português. Essa frase acima na língua deles soa como um longo assovio bem agudo que os...
Placozoa – A criptozoologia que existe

Placozoa – A criptozoologia que existe

Os placozoa são provavelmente os mais solitários animais do universo. Eles são um filo inteiro que só contém uma única espécie: Trichoplax adhaerens. Foram descobertos em 1883 em um aquário marinho na Áustria e desde então foram raramente coletados. Apenas na década...
Um conto biológico de natal

Um conto biológico de natal

The Adobe Flash Player is required for video playback.Get the latest Flash Player or Watch this video on YouTube. Recebi hoje o vídeo da notícia acima por whatsapp. No melhor estilo “você que é biólogo”, me pediram para comentar o assunto, então resolvi fazê-lo no...