O que andei vendo no Netflix em março e abril

O que andei vendo no Netflix em março e abril

Ou não. Na verdade aqui vão algumas recomendações do que vi já faz tempo mas que ainda não tinha resenhado. Direto da sessão “Assistir Novamente”.   Filme Pequenos Gângsteres [West Coast | FRA | 2016 | 80 min] — Quando se pensa em gangsta rap, você deve se...

Humor + Vídeos + Divulgação Científica = Meu Mestrado

Que tipo de humor aparece na divulgação científica feita no YouTube? O que torna bem-sucedida uma abordagem bem-humorada? Ao longo dos últimos dois anos, deixei indícios aqui e acolá neste blog de que estava fazendo um mestrado e desenvolvendo um projeto de pesquisa....
Qual é a graça?

Qual é a graça?

Cientistas de uma universidade do Canadá respondem porque algumas palavras nos parecem tão engraçadas Às vezes basta folhear um dicionário para encontrar algo engraçado e rolar de rir. Por exemplo: Pindamonhangaba. Macuco. Brenha. Terebintina. Aquidauana. Inhaca....
O bibliotecário ranzinza

O bibliotecário ranzinza

Com a devida permissão de sua Autoridade, exerça grande Discriminação sobre as pessoas que venham a ser autorizadas a usar a Biblioteca. Pois o Tesouro do Lar da Literatura não pode ficar aberto às pilhagens da Multidão irracional do mesmo modo que um Jardim não pode...
O que andei vendo no Netflix em agosto e setembro

O que andei vendo no Netflix em agosto e setembro

Celebridades que morrem aos 27, celebridades que saem para tomar café, celebridades que transformam a casa em pensão. E ainda: as memórias de ex-agentes infiltrados e passeios guiados por nossos parques nacionais. 27: Gone too soon [2017 | 70 min.] — Se olharmos para...
IgNobel 2018: as pesquisas mais improváveis do ano

IgNobel 2018: as pesquisas mais improváveis do ano

Canibalismo, saliva, montanhas-russas e xingamentos estiveram entre pesquisas agraciadas com o prêmio mais engraçadinho da comunidade científica Mesmo sabendo que sempre acontece em setembro, o IgNobel sempre me surpreende. O desse ano — 28º. primeiro, segundo a...