O que andei vendo no Netflix em janeiro

O que andei vendo no Netflix em janeiro

Não vi tantos documentários quanto esperava neste mês de férias. Em parte foi por ter considerado poucas as estreias do gênero no Netflix, em parte por ter precisado estudar para um processo seletivo. Em compensação, escrevi bastante sobre o que vi, dos meninos do...
O que andei vendo no Netflix em dezembro

O que andei vendo no Netflix em dezembro

No último mês do ano sempre sobra bastante tempo para assistir filmes e séries de documentários. Se você não teve tanto tempo disponível em dezembro mas vai ter férias em janeiro, eis as minhas recomendações: Beyond Bollywood (54 min., 2013) — Todo dia, milhares de...
Memória Fotográfica: Jacob Riis

Memória Fotográfica: Jacob Riis

Nova York, fim do século XIX. Aqui é a porta de entrada dos EUA, com suas mansões, avenidas, cartolas, vestidos, telégrafos, eletricidade, ferrovias, máquinas fotográficas… Uma das inúmeras máquinas fotográficas nova-iorquinas era de um imigrante dinamarquês....

Andrew Crosse e seus insetos elétricos II

Tudo começou em 1836, quando Andrew Crosse foi persuadido por um amigo a participar de um encontro da British Association for the Advancement of Science [Associação Britânica para o Progresso da Ciência], em Bristol. Informalmente, Crosse descreveu algumas de suas...

Sete anos, uma jornada inesperada e um livro

Quando abri a primeira dimensão deste blog, há exatos pouco mais de sete anos, com uma apresentação meio ingênua de mim mesmo, não imaginava que o Hypercubic seria tão longevo nem tão importante pra minha carreira. Nem tão volumoso: neste momento são 1337 posts. Era a...

Um Anúncio Obscuro

Há quem reclame que os anúncios publicitários impressos de hoje são pobres em texto, supérfluos e muito dependentes da imagem. Os argumentos deram lugares a trocadilhos. Mesmo os anúncios classificados têm, por motivos diversos, um texto pobre. O amante de textos de...