Primeira quiz do Caapora!

 

Para os bons entendedores de primatas, aqui está o primeiro quiz do Caapora! Digam o nome científico das duas espécies de primatas do Novo Mundo representadas no detalhe dessa pintura E o nome e o autor do quadro a qual esse detalhe pertence. Daremos a resposta em 48 horas.

 

—————————————————————————————————————————————

UPDATE

Parabéns a todos que deram a sua opinião ! Sim o Saguinus oedipus tava fácil. Para a identificação do “desbotado” eu concordo com o artigo que a Carla citou, do Dante Teixeira e Nelson Papavero (O tráfico de primatas brasileiros nos séculos XVI e XVII), onde os autores identificam a espécie como Leontopithecus rosalia, o mico-leão dourado. A morfologia denuncia: as orelhas cobertas por uma juba, como a Carla disse, só ocorrem nos micos leões (Leontopithecus) e no Callimico, que é inteiro negro. Os micos-leões também apresentam dígitos alongados em comparação aos outros micos e saguis. A coloração desbotada pode ser proveniente de algum indivíduo que tenha perdido a coloração devido aos nada fáceis meses passados a bordo de um navio já que, como o já mencionado artigo de Teixeira e Papavero cita, “quase todos [os micos-leões] morriam no mar”.

Saguinus oedipus. Um sagui endêmico da Colômbia e recém ingresso na lista dos 25 primatas mais ameaçados do mundo.

Meus argumentos a favor da imagem representar um L. rosalia são dois: o primeiro é que a espécie mais parecida, Saguinus melanoleucus, só foi descrita no século XX, pois ela ocorre em um território praticamente inexplorado na época em que o quadro foi feito (a espécie ocorre no oeste do Acre e leste do Peru).

Saguinus melanoleucus. Notem as orelhas visíveis.

O outro argumento, talvez o mais legal, é que o pintor escolheu essas espécies para colocar na mão da infanta Isabella Clara Eugênia (que era filha do Felipe II rei de Espanha) justamente para representar a união ibérica, que foi o longo período em que Portugal e suas colônias ficaram sob domínio espanhol (de 1580 até 1640). Saguinus oedipus é uma espécie endêmica da Colômbia, e Leontopithecus rosalia é um mamífero endêmico da Mata Atlântica do sudeste brasileiro. Logo, se unirmos isso ao gosto da família real espanhola por saguis e micos, parece sensato colocar um dos pequenos primatas que na época mais bem representava o Brasil, o mico-leão. É surpreendente que ainda hoje essa espécie bandeira (e aparentemente muito exportada no passado) represente a nossa fauna, estando presente até nas notas de 20 reais.

Leontopithecus rosalia, o famoso mico-leão dourado.

Para finalizar, aí vai uma imagem do quadro inteiro:

“Infanta Isabella Clara Eugênia com a anã Magdalena Ruiz”. Pintado por Alonso Sánchez Coello (ca. 1585), em exibição no Museo del Prado, Madrid

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 13 comentários

  1. Eu chuto que sejam:
    Saguinus oedipus e
    Callithrix argentata

    O quadro é de Alonso Sánchez Coello, c.1586, retrato de L’infanta Isabella Clara Eugenia:
    http://blog.qag.qld.gov.au/wp-content/media/SANCHEZCOELLOalonso_IsabelClaraEugeniaConMagdalenaRuiz1585-88_P861_72x5701.jpg
    —————

    []s,

    Roberto Takata

  2. MichelleMerces disse:

    O da direita é o S. oedipus e o da esquerda eu acho que é S. melanoleucus. Não faço ideia de quem é esse quadro.

  3. Carla Aquino disse:

    EU SABIA ESSA COM MAÇÃS!!! Confesso que fiquei na dúvida sobre o bicho claro, primeiro achei que era um Mico dos claros, mas como o Guilherme me chamou a atenção, realmente, os pêlos cobrem a orelha, isso talvez seria uma juba…pode ser que seja um Leontopithecus rosalia mesmo, mas essa cor ta bizarra. O Saguinus oedipus não conta né, não dá pra errar! O quadro é de Alonso Sanchés Coelho, de 1585. Só que eu colei, pronto falei! A resposta está no artigo “O tráfico de primatas brasileiros nos séculos XVI e XVII” de Dante Teixeira e Nelson Papavero. O artigo diz que a atividade econômica com tráfico de animais nessa época movimentava valores entre 1,2 e 36% das quantias relativas ao pau-brasil (pior ainda do que os macacos, eram os papagaios e periquitos) e mostra alguns quadros da época pra exemplificar a presença desses animais na sociedade européia. O pior é: “as centenas de quadrilhas em nosso país negociam 38 milhões de animais por ano, movimentando 2 bi e meio de reais em 2001, ocupando o terceiro maior contrabando da atualidade. O tráfico mundial de espécies silvestres produz uma receita anual de 10 a 20 bi de dólares por ano, perdendo apenas para armas e drogas”. Isso é triste!

  4. Carla Aquino disse:

    Pô, e eu aqui mendigando 8 exemplares de Callicebus da região nordeste do Brasil para finalidade científica. Sacanagem.

  5. Igor Santos disse:

    Quiz com imagem é ruim por causa do reverse image search do Google Imagens.

  6. Fabio Nascimento disse:

    Pô vc não aceitou o meu comentário anterior?

  7. Fabio Nascimento disse:

    Eu tinha falado quais macacos eram e quem era o pintor!!!

  8. Michelle Merces disse:

    Esse Leontopithecus tá bizarro com essa cor, mas também tinha notado a questão das orelhas coberta por pelos. Curti o quiz! Depois que li aqui no blog sobre a preguiça marinha fiquei fã! kkk

  9. De fato há mico-leões-dourados com pelagem mais pálida. Mas no desenho do que seria a juba tem algo que parece uma orelha rebatida:

    https://twitter.com/rmtakata/status/253612372911091712/photo/1

    Como ao contrário das pessoas, os micos não ficam parados para o artista, suspeito que os animais retratados sejam empalhados.

    []s,

    Roberto Takata

  10. gstgarbino disse:

    Entendi, Roberto,
    Desconsiderei a possibilidade de ser um Mico argentatus (ou Callithrix argentata) por, além da juba, o animal apresentar face pigmentada (o argentata geralmente é retratado com face branca ou vermelha) e ter mãos compridas proporcionalmente ao corpo (típico dos micos-leões).

  11. Garbino,

    Tem com face mais escura tb:
    http://www.flickr.com/photos/26612046@N06/3076805254/
    —–

    Em que pesem fatores como: variabilidade intraespecífica, representação não fotográfica, aproximações grosseiras… fiz uma ligeira análise da proporção da mão/dígitos:

    https://twitter.com/rmtakata/status/254237427189833729/photo/1

    Em:
    http://jeb.biologists.org/content/211/24/3775/T2.expansion
    ————

    Tem os tamanhos máximos do úmero e do rádio. Mas como usei apenas o Paint, a posição inclinada dos membros torna mais difícil de se tirar medidas do desenho. Em uma análise a olho, como a mão do macaco na pintura tem mais ou menos o comprimento do rádio parece ser compatível com a proporção do C. argentata também.

    []s,

    Roberto Takata

  12. gstgarbino disse:

    Oi Roberto !

    A possibilidade de ser um M. melanurus (o da sua foto) eu descartei porque ele é bem escuro mesmo. Mesmo com a variação interespecífica eles sempre tem a região da coroa negra.

    Quanto às mãos, pra mim o desenho parece ter uma mão proporcionalmente maior que o úmero. Veja essa foto de um M. humeralifer, a mão é menor.

    http://cdn1.arkive.org/media/13/13CB625C-D7B4-47FD-B6EA-649C90EF8BE9/Presentation.Large/Black-and-white-tassel-ear-marmoset-resting-on-a-branch.jpg

    Abs!

  13. Acrescentei referências para a proporção da mão/rádio/úmero:
    https://twitter.com/rmtakata/status/254276543231164419

    Parecem mais ou menos do mesmo tamanho.

    []s,

    Roberto Takata

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM