>Perdendo as contas

>

Eu trabalho com gases no regime de degenerescência quântica. Um nome pomposo pra dizer que o gás está tão frio, mas tão frio que ele passa a se comportar de uma maneira diferente, de acordo com as leis da física quântica. Isso te lembra alguma coisa?

Pois bem, a primeira vez que um gás nesse regime foi produzido foi em 1995, mais de 15 anos atrás. O gás era unicamente composto por um elemento: Rubídio. Purinho.
Depois vieram Sódio, Lítio, Potássio, Césio, Hidrogênio, Hélio. A menos do último, todos os outros tem algo em comum: moram na coluna mais da esquerda da tabela periódica… E mesmo o Hélio, nas condições em que foi feito, a gente pode dizer que é equivalente aos outros.

Aqui onde eu trabalho foi o segundo lugar a produzir um “ousider”: Cromo. Isso em 2005, já a 6 anos. Um pouco antes, Itérbio entrou na parada. Até aí e ainda um pouco depois eu costumava seguir quais átomos entravam pra lista e riscar numa tabela periódica. Eu riscava inclusive os isótopos, 2 Potássios, 2 Rubídios e por aí vai.

Mas recentemente, a coisa ficou impossível. Incontáveis isótopos de Itérbio, de Estrôncio, Cálcio e eu comecei a me perder. Pois bem, hoje soubemos que Disprósio é o novo membro do clube. Bem vindo e… você sabe onde fica o Disprósio na tabela aí em cima pra eu poder colocar mais um xis…?

Counter

wordpress stats

Counter 2

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM