Entre aspas (e um comentário)

penguins

O contexto:

Pinguim-chefe (ele deve ter um nome) do filme Madagascar 3, ao ser informado que um avião de ouro maciço não poderia nunca voar.

A frase:

“Nós seremos ricos, as leis da Física não se aplicam a nós!”

O comentário:

Aqui e acolá temos a impressão de que há alguns (muito) ricos sobre os quais as leis não se aplicam da mesma forma que se aplicam às pessoas comuns. Mas, às Leis da Física, não há dinheiro, poder ou influência que faça alguém passar incólume.

P.S.: No filme, o avião voou.

>Humor: Poema Matemático

>Pingou no email, sem autor. Se alguém souber de quem é, deixe aí nos comentários. Este merece um belo reconhecimento.

———————-

*POEMA*

Um Quociente apaixonou-se
Um dia
Doidamente
Por uma Incógnita.

Olhou-a com seu olhar inumerável
E viu-a, do Ápice à Base…
Uma Figura Ímpar;
Olhos rombóides, boca trapezóide,
Corpo ortogonal, seios esferóides.

Fez da sua
Uma vida
Paralela à dela.
Até que se encontraram
No Infinito.

“Quem és tu?” indagou ele
Com ânsia radical.
“Sou a soma do quadrado dos catetos.
Mas pode chamar-me Hipotenusa.”

E de falarem descobriram que eram
O que, em aritmética, corresponde
A alma irmãs
Primos-entre-si.

E assim se amaram
Ao quadrado da velocidade da luz.
Numa sexta potenciação
Traçando
Ao sabor do momento
E da paixão
Rectas, curvas, círculos e linhas sinusoidais.

Escandalizaram os ortodoxos
das fórmulas euclidianas
E os exegetas do Universo Finito.

Romperam convenções newtonianas
e pitagóricas.
E, enfim, resolveram casar-se.
Constituir um lar.
Mais que um lar.
Uma Perpendicular.

Convidaram para padrinhos
O Poliedro e a Bissectriz.
E fizeram planos, equações e
diagramas para o futuro
Sonhando com uma felicidade
Integral
E diferencial.

E casaram-se e tiveram
uma secante e três cones
Muito engraçadinhos.
E foram felizes
Até àquele dia
Em que tudo, afinal,
se torna monotonia.

Foi então que surgiu
O Máximo Divisor Comum…
Frequentador de Círculos Concêntricos.
Viciosos.

Ofereceu-lhe, a ela,
Uma Grandeza Absoluta,
E reduziu-a a um Denominador Comum.

Ele, Quociente, percebeu
Que com ela não formava mais Um Todo.
Uma Unidade.
Era o Triângulo,
chamado amoroso.
E desse problema ela era a fracção
Mais ordinária.

Mas foi então que Einstein descobriu a Relatividade.
E tudo que era espúrio passou a ser
Moralidade
Como aliás, em qualquer
Sociedade.
——————————-


>Humor: como as pessoas na ciência vêem uns aos outros

>Esta imagem circulou aqui no instituto… Se você está na ciência a algum tempo, provavelmente vai entender várias das menções e talvez gargalhe tanto quanto eu gargalhei por aqui…

O original, até onde eu pude descobrir veio daqui: http://biomatushiq.sotak.info/

Counter

wordpress stats

Counter 2

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM