Lá, como cá…

Eu vou transcrever trechos de um artigo, omitindo nomes de pessoas e de lugares… Vejam se o tom não é algo familiar… (no fim, eu preencho as lacunas)

«É um sentimento de impunidade que cresce»

A cólera dos policiais do (…) encontra base nos fatos. O (nome do jornal omitido) teve acesso a um documento de seis páginas que relaciona, ao longo de um ano, cerca de cinqüenta casos marcantes onde os policiais ficaram com com a sensação, falsa ou verdadeira, de que não foram apoiados pela justiça. De um lado, existem os acusados de violências que a promotoria deixou em liberdade, logo após sua prisão em flagrante. Alguns serão intimados mais tarde. «Tarde demais», estima o (nome omitido). De outro, há aqueles intimados pela justiça, «mas sem prisão preventiva!», protesta o sindicalista. Também os policiais serão convocados posteriormente. Mas, mais uma vez, é imprescindível que eles se apresentem na data fixada.

A lista negra dos agentes do (nome do local omitido) evoca, pelo menos, quatro casos que causaram grande repercussão entre outubro de 2007 e junho de 2008. Entre os casos que mais chocaram os policiais: a libertação dos acusados de agressão a policiais de (nome da cidade omitido), em julho passado. «Alguns deles sequer irão a julgamento!», se indigna um comissário.

Os funcionários da Chefia de Polícia de (nome da cidade omitido) evocam, também, a libertação, com uma simples marcação de uma audiência posterior, do acusado de agressão a duas jornalistas que faziam uma reportagem para (nome da emissora omitido) em 18 de setembro passado, no bairro de (nome omitido).

As quadrilhas não são as únicas a se aproveitarem dessa leniência. Temos, aqui, o caso de um motorista de ônibus que bateu de propósito em uma viatura da polícia em (nome do local omitido). E eis ele solto e continuando a dirigir seu ônibus. Acolá, um contribuinte que ameaçou atirar nos fiscais de impostos em (nome do local omitido) e em cuja casa foi encontrada, realmente, uma pistola de 9 mm. Ele será intimado mais tarde.

Pelo tipo de aspas usados, muitos já devem ter identificado que se trata da França. O jornal é Le Figaro, e a matéria é: Violences à Paris : les policiers contre le laxisme des juges. Os nomes das pessoas e dos locais exatos não vêm ao caso (quem quiser, siga o link e leia a notícia inteira).
Mas que parece com um certo país lusófono da América do Sul, parece…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 0 comentários

Participe e envie seu comentário abaixo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM