A necessidade é a mãe da invenção — para pássaros, também

University of Cambridge

Gralhas-calvas demonstram que sabem usar ferramentas de modo inteligente e criativo


VIDEO:

Um pássaro faz um gancho para alcançar a comida.

Clque aqui.

Os pesquisadores da Universidade de Cam­bridge e da Queen Mary, Universidade de Lon­dres, descobriram que as gralhas-calvas, um mem­bro da família dos corvos, são capazes de usar e fabricar ferramentas, modificá-las para fazê-las funcionar e usar duas ferramentas em sequência. Os resultados serão publicados on­line nesta semana pela Proceedings of the National
Academy of Sciences
.

“Esta descoberta é notável porque as gralhas-calvas não parecem fazer uso de ferramentas quan­do livres, mas elas rivalizam com chim­panzés e corvos da Nova Caledônia – conhe­cidos utilizadores de ferramentas – quando em cativeiro”, disse Chris Bird, o principal autor do estudo.

Em uma série de exeriências, as gralhas-calvas rapidamente aprenderam a lar­gar uma pedra para derrubar uma plataforma e obter comida, e, subsequen­temente, mostraram a capacidade de escolher o tamanho e o formato certos para a pedra, sem qualquer treinamento.


VIDEO:

Este pássaro está fazendo um gancho para chegar à comida.

Clique aqui.

Não só elas usaram pedras para resolver a ta­refa, como se mostraram flexíveis em sua es­co­lha de ferramentas, usando e modificando va­retas para chegar ao mesmo objetivo. Quando a ferramenta adequada estava fora do alcance, elas usavam outra ferramenta para alcançá-la, demonstrando a capacidade de empregar sequencialmente as ferramentas. Em outros testes, as gralhas-calvas foram ca­pa­zes de usar um gancho para “pescar” comi­da de um tubo diferente e até de, criati­va­mente, entortar um pedaço de arame para fazer o gancho para alcançar a comida.

“Nós sugerimos que este é o primeiro indício sem ambiguidade de raciocínio animal, porque as gralhas-calvas fizeram um gancho na pri­mei­ra tentativa e nós sabemos que elas não tinham qualquer experiência ante­rior em fabricar ferramentas a partir de arames, porque todos os pássaros foram criados em condições controladas”, declarou o Dr Nathan Emery, da Universi­dade Queen Mary de Londres, em cujo laboratório foram realizadas as expe­riências.

Essas descobertas sugerem que a habilidade das gralhas-calvas em usar ferra­mentas e em visualizar os formatos e propriedades adequados das mesmas, pode ser um sub-produto de uma forma sofisticada de inteligência física, ao invés de o uso de ferramentas evoluir como uma especialização adaptativa, como foi proposto a respeito do uso de ferramentas pelo corvo da Nova Cale­dônia.

O presente trabalho foi realizado na Universidade de Cambridge por Christopher Bird, um estudante de PhD, e seu supervisor,
Dr. Nathan Emery da Universidade Queen de Londres e foi financiado pela Royal Society, pelo Conselho de Pesquisas de Biotecnologia e Ciências Biológicas (BBSRC) e a Universidade de Cambridge.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 0 comentários

Participe e envie seu comentário abaixo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM