Tom Waits e o hospital

tom waitsSe há uma verdade sobre os portugueses, é que nos babamos por escutar o que os outros têm a dizer sobre nós.
E se esses outros forem estrangeiros a baba é diluvial.
Nem que sejam alarvidades.
Ou realidades.
Entre o final de um cigarro e o início do outro, tomava café.
Adiava o regresso à labuta, folheando o Público.
Aí, Tom Waits atestava que “A maior quantidade de lojas de recordações” se encontrava em… “Fátima: Portugal”.
O fumo branco anunciava a baba existencialista portuguesa.
O habemus Papa fora substituído pelo habemus souvenirs!
Chuto para canto.
Prosseguiu a procrastinação jornalística, mas eis que surge, a cheirar a enxofre, novo gerador salivar.
Tricky proclama que “a única coisa pior que um gueto é um hospital português.”
Sublinha, para gáudio das gentes lusas, “foi o pior sítio em que alguma vez estive”.
Desconheço se o inferno referido seria do Sistema Nacional de Saúde ou de qualquer máquina privada.
Aconselho-o mentalmente a viver cá todos os dias.
A baba da auto-comiseração jorra.
Heartattack and Vine aguarda-me, já o guetista nunca foi do meu agrado.
Há muito mais para lá do que os outros pensam de nós.
Há?

Imagens – Anton Corbijn e daqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 6 comentários

  1. Olá Marta!Que bom saber notícias do outro lado do Atlântico e que temos isso em comum!AbraçoLuís Azevedo Rodrigues

  2. Olá Jorge!Pois é sempre bom saber uma opinião de “dentro”…e mais directa que a sua era quase impossível!AbraçoLuís Azevedo Rodrigues

  3. Marta Bellini disse:

    É páreo duro. O mesmo posso dizer de nós, brasileiros. Pode ser pela colonização. hehehe

  4. Jorge C. Reis disse:

    Claro que está errada. Sei bem do que falo porque sou médico e trabalhei muitos anos nos hospitais públicos e em clínicas privadas deste país, nomeadamente em Lisboa, Castelo Branco e agora no Algarve. E conheço alguma coisa de outros países.Minha família sabe que, se me acontecer algo de grave, devem levar-me para um hospital público e nunca para uma clínica privada.AbraçoJorge

  5. Olá Jorge!Tem razão sobre a asneira e a ignorância.No caso dos hospitais portugueses a opinião citada está errada (no que me diz respeito e com referencial de outros países) mas por vezes este rectângulo à beira-mar estacionado dá razões de desespero aos autóctones…AbraçoLuís Azevedo Rodrigues

  6. Jorge C. Reis disse:

    Que havemos de fazer ?A asneira é livre. A ignorância é lamentável.O que me irrita é que por vezes somos nós próprios que fazemos o mesmo.Um abraçoJorge

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM