Devaneios evolutivos…

394952_530625956958420_24964258_nEsta imagem/post, retirado e mais do que partilhado pela página de Facebook “I fucking love science” é uma excepção às suas excelentes e divertidas imagens-mensagem.

E porquê?

1  “You are the result of 3.8 billion years of evolutionary success”
O aparente topo evolutivo ocupado pelo ser humano, de alguma forma reflectido no texto desta imagem, não é verdadeiro, já que a nossa espécie é um acaso da História Evolutiva da vida na Terra.
Ao contrário do que está implícito, a Evolução da vida não tem o ser humano como o pináculo evolutivo, o seu porto de chegada, o seu mais perfeito representante, o final do caminho da vida sobre a Terra, isto apesar da nossa existência actual ser fruto de um sem número de sucessos intermédios.
Seremos tão pináculo evolutivo da História da Terra como outros seres vivos actuais – representantes no presente de várias linhagens de seres vivos que singraram ao longo do tempo.
2 Outra mensagem que poderá induzir em erro, e subjacente neste texto, é que a Evolução é sinónimo de um cada vez maior aperfeiçoamento e complexidade dos organismos, sendo o representante deste conceito nesta imagem/texto o ser humano.
Isto não é de todo verdade.
Embora existam casos de incremento de complexidade, a Evolução conduz* também a redução de complexidade biológica, à diminuição de estruturas, entre outras alterações morfológicas e/ou fisiológicas.
Evolução biológica não é sinónimo de maior complexidade – pode ou não sê-lo.

3 Ainda outra mensagem subjacente é a de cariz moral/comportamental. Devemos actuar em função do sucesso obtido pelos nossos antepassados, sejam eles mais ou menos distantes.
O que não me agrada nesta mensagem é a mistura entre sucesso evolutivo e a matrizes de comportamento moral/ético. Isto talvez possa justificar parte do sucesso evolutivo recente dos nossos antepassados, mas não justifica a esmagadora maioria do tempo geológico.
O singrar de um organismo e o sucesso de um código de conduta, embora possam estar interligados, são questões distintas, sendo perigoso generalizá-los.
Se nos focarmos no comportamento humano e na diversidade de valores éticos e morais existentes, então estaremos de certeza a misturar alhos com bugalhos quando afirmamos que nos deveremos comportar em função do sucesso biológico de um passado tão longínquo como o de há centenas ou milhares de milhões de anos.

Apenas alguns devaneios evolutivos…já há muito debatidos e analisados por outros muito melhores do que eu.

* a utilização deste vocábulo é exagerada, sendo aqui utilizada por simplificação na leitura.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 3 comentários

  1. Rafael Marques disse:

    É uma tendência comparar tudo ao ser humano, já que somos seres humanos, mas nossas características herdadas dos antepassados servem muito bem para nós e não precisamos exigir que outras espécies as tenham como sinal de evolução. Cada espécie tem aquilo que é necessária a ela. Não vejo sentido, por exemplo, em minimizar outras espécies por serem incapazes de desenvolverem a fala ou outra forma de comunicação inerente ao ser humano, já que cada espécie não precisa se comunicar com a nossa, mas sim com ela própria.

  2. GUADALUPE JÁCOME disse:

    todos os seres vivos que existem hoje são o resultado de linhagens que se mostraram aptas e receberam “passaporte” para a geração seguinte, não por serem mais complexas ou por serem mais fortes mas sim por serem mais adequadas em cada momento. Ser “adequado” é algo que pode ser discutível mas implica, de certeza, não comprometer a(s) geração(ões) seguinte. por muito que se queira pensar que o que está em jogo são pções morais não acredito que o sejam, são biológicas mesmo!

  3. Não vejo os processos evolutivos como bem ou mal sucedidos. São processos puramente estocásticos que por algum motivo selecionou um determinado gene ou característica.

    No mais, temos que pensar um pouco mais antes de sair compartilhando tudo que vemos na internet.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM