Conheço você

Northern_Mockingbird_USA.jpg

Quando um passarinho mockingbird (Mimus polyglottos) vê alguém se aproximar de seu ninho, rapidamente reconhece se aquela pessoa específica é ameaçadora ou não. Isso põe essas aves urbanas acima de nós nalgum ranking, já que poucas pessoas saberiam dizer se veem um mesmo passarinho dia após dia, ou se são simplesmente vários da mesma espécie.


O resultado surpreendente vem de um experimento simples feito na Universidade da Flórida (artigo aqui)
com passarinhos que vivem no campus. Um estudante se aproximava
lentamente e tocava no ninho. Nada grave, mas é para deixar uma
passarinha choca maluca. Ou seu marido. Pois eles saíam do ninho à
toda, dando rasantes na cabeça do invasor. No segundo dia já ficavam
mais alertas, no terceiro defendiam sua propriedade antes mesmo do
pobre voluntário chegar perto – mesmo que variasse de roupa e de rota.
Mas se no quinto dia outra pessoa se aproximasse, os passarinhos não se
abalavam – ficavam simplesmente alertas para ver se seria um novo chato.

Foram
24 ninhos testados, deixando bem claro que os mockingbirds reconhecem
feições humanas. Uma especulação evolutiva é que para se dar bem em
ambiente urbano, é preciso certos talentos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 1 comentário

  1. Karl disse:

    Filhadamãe. Vou comprar um passarinho desse. Estou precisando de um detector de chatos…

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM