Procura-se!

Esta semana descobri um livro lindo, que recomendo a quem queira presentear crianças. Procura-se – Galeria de animais ameaçados de extinção é uma coletânea, produzida pela Companhia das Letrinhas, de textos sobre animais brasileiros em perigo, inicialmente publicados na Ciência Hoje das Crianças.

Cada texto é de um autor diferente, e traz uma ficha técnica sobre o animal e um texto com curiosidades e informações diversas – além de uma foto e uma lindíssima ilustração de Mario Bag.

Folha fantástica!

Títulos para a posteridade, da Folha de S.Paulo, de quinta-feira, 8 de Fevereiro de 2007:

Comissão em SP reconhece um feto como preso político. (capa)
Reconhecido como vítima de tortura, feto busca reparação. (A10)

Aquecimento global…? Neotenia? Não, não, sossegue, hum… não comece já a imaginar o feto no tribunal, ou buscando seu torturador nas ruas de S.Paulo. Hum…mas leia a explicação aqui.

You might say that – I couldn’t possibly comment.

Gripe das aves levanta vôo!


The British outbreak, on a large turkey farm in eastern England, follows repeated insistence by British officials that the nation’s wild birds do not have the virus, even though an infected dead swan turned up in Scotland last April. But there is a chance that surveillance is missing the virus.

Pequeno excerto de um artigo da revista britânica New Scientist, a propósito do surto de gripe das aves detectado numa exploração aviária no Reino Unido. Ler a matéria completa aqui.

Em relação à última frase do excerto, Francis Urquhart, o político britânico da genial e renomada série da BBC, House of Cards, diria:

“You might say that – I couldn’t possibly comment.”

Animais em perigo

Tigres, orangotangos, bacalhaus, tartarugas marinhas… são alguns dos animais que correm sério risco de extinção pelo mundo afora. Perdê-los pode ter importância estética, ecológica, afetiva ou culinária – conforme o caso e o ponto de vista.

O jornal britânico The Guardian acaba de publicar uma lista de animais com um resumo do que os ameaça. O que me chamou a atenção é que a matéria traz, a cada caso, dicas do que cada um de nós pode fazer para ajudar na preservação de cada uma das espécies.

Confesso que ainda não li tudo – ponho aqui como lembrete para mim mesma (assim que tiver um tempinho…), que compartilho com quem quiser.

Malária de volta à Europa?

Um especialista do Centro de Malária e Doenças Tropicais admitiu hoje que em Portugal, e noutros países europeus, existe o risco de ressurgimento de doenças tropicais, como a malária, devido às alterações climáticas.

Após a descoberta de mosquitos transmissores do parasita da malária na Baviera, no Sul da Alemanha, vários meios de comunicação social daquele país alertaram para a possível propagação de doenças tropicais [na Europa].

Leia o artigo completo na edição eletrónica do jornal Público.

Lá diz o sábio ditado popular que não há nada como um dia após o outro,
para ver o mundo rolar,
cima virar baixo,
Europa, África,
e os pólos, centro.

Embates na natureza

Aranha disfarçada de flor.
Abelha vai buscar pólen
e vira almoço

Aves da Mata Atlântica

Será lançado hoje em São Paulo o livro acima, na livraria Cultura do Shopping Villa Lobos. Ainda não vi o livro, mas as fotos de Edson Endrigo são sempre lindas e revelam aos olhos esses animais que encantam tanta gente mas são tão difíceis de ver… A riqueza da Mata Atlântica é imensa e merece ser explorada.

Ciência e Saúde com poesia

Quem lê as colunas de Drauzio Varella na Folha de São Paulo já sabe o que esperar desta coletânea de ensaios que acaba de sair pela Companhia das Letras. Quem não lê, terá o prazer adicional da surpresa.

A maravilha desses textos é que eles são absolutamente informativos a respeito de temas científicos e médicos, mas são também muitas vezes de um lirismo que embala a alma.

“A vida na Terra é um rio que começou a correr há quase 4 bilhões de anos, e chegou até você e eu no meio de uma diversidade espetacular: leões, mosquitos, coqueiros, bactérias, algas marinhas e dezenas de milhões de outras espécies”. Assim começa o livro, e é por esse rio que Drauzio Varella nos conduz ao longo das mais de trezentas páginas que se seguem.

Alguns textos são cheios de poesia, outros mais pragmáticos descrevem mazelas de saúde e afins. Todos aumentam nosso conhecimento sobre o mundo, sobre o nosso dia-a-dia, sobre o funcionamento do corpo humano. E muito mais.

Tive a sorte de organizar o volume, o que quer dizer que li e reli todos os textos. O mundo ficou mais claro, e seus mistérios mais bonitos. Junto minha voz à do autor: “Com todo o respeito pelos que acreditam ter sido o homem criado por um sopro transcendental, a visão de que a vida surgiu aleatoriamente, há quase 4 bilhões de anos, a partir de moléculas capazes de fazer cópias de si mesmas e que, através da seleção natural, formaram seres tão díspares quanto bactérias, árvores e mamíferos encerra mais mistério e poesia.”

Como este texto tem a ver com o tema em discussão na Roda de Ciência, por favor deixe comentários aqui.

1421

Finalmente foi publicado no Brasil o livro 1421 – O ano em que a China descobriu o mundo (Ed. Bertrand Brasil). Da autoria de um oficial reformado da marinha britânica, Gavin Menzies, a obra revoluciona o que se pensava saber sobre as viagens marítimas do séc XV. Para aguçar o apetite basta dizer que talvez não tenha sido james Cook o primeiro a chegar até à Austrália, nem Pedro Álvares Cabral o primeiro a navegar até ao Brasil e muito menos Colombo até…onde mesmo? É muito provável que os chineses tenham chegado primeiro, nas suas viagens de exploração e descoberta ao redor do mundo, entre 1421 e 1423. A Revista Época poupa-me o trabalho de vos contar mais detalhes da investigação detetivesca de Gavin Menzies, publicando este mês uma excelente matéria sobre o livro que pode ser lida aqui.

Já tinha lido o livro há algum tempo, na sua edição lusitana (Dom Quixote, 2004) e é pena que apenas agora esteja disponível no Brasil, sendo o tema relevante para a sua história. O livro poderá ser polémico, mas com certeza fascinante. No final, aceitando a hipótese de 1421, fica a pergunta de como o mundo teria sido diferente se a China não tivesse resolvido abandonar as Viagens devido a várias fatalidades que atingiram o império logo após a armada ter zarpado.

É que a China do então imperador Zhu Di não parecia ter intenção de colonizar, o seu fim era o conhecimento do mundo à sua volta e o estabelecimento de uma rede de comércio mundial mais ou menos “livre”. Pois eu diria que já vamos com quase seis séculos de atraso!

II Mostra de Ciência no Cinema em Campinas

O Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor), a Faculdade de Educação (FE) e o Museu Exploratório de Ciências da Unicamp convidam para a II Mostra de Ciência no Cinema, entre os dias 16 e 22 de outubro. Neste ano, a Mostra acontecerá em três locais na cidade de Campinas, cada qual com suas sessões: no Museu de Imagem e do Som (MIS), na NanoAventura e no Planetário do Parque Taquaral. A mostra faz parte das atividades da III Semana Nacional de Ciência e Tecnologia e vai abordar questões ligadas à biotecnologia como clonagem humana, melhoramentos genéticos, da transformação do corpo, entre outros. Após cada sessão, haverá um espaço para discussão, com um palestrante convidado. Contamos com a sua participação!

Confira a programação:

Museu de Imagem e do Som (MIS)
De 17 a 19 de outubro
Rua Regente Feijó, 859 – Centro
Sessões às 16h30

*Dia 17 (Terça-feira): Tudo sobre minha mãe. Palestrante convidada: Carolina Cantarino (Labjor-Unicamp).
*Dia 18 (Quarta-feira): A batalha dos vegetais. Palestrante convidada: Susana Dias (Olho/Labjor-Unicamp).
*Dia 19 (Quinta-feira): Código 46. Palestrante convidada: Germana Barata (Labjor- Unicamp).

NanoAventura
De 16 a 20 de outubro
Localizada no antigo Observatório a Olho Nu (Obonu)/ Unicamp
Sessões às 17hs
*Dia 16 (Segunda-feira): Curandeiro da Selva. Palestrante convidada: Senilde Guanaes (Faculdade de Jaguariúna)
*Dia 17 (Terça-feira): Código 46. Palestrante convidada: Marta Kanashiro (CteMe/Labjor-Unicamp).
*Dia 18 (Quarta-feira): Os doze macacos. Palestrantes convidados: Wagner Geribello (PUC-Campinas) e Cristina Bruzzo (Olho/FE-Unicamp).
*Dia 19 (Quinta-feira): A batalha dos vegetais. Palestrante convidada: Flávia Natércia (Labjor-Unicamp).
*Dia 20 (Sexta-feira): Tudo sobre minha mãe. Palestrante convidado: Wencesláo Machado de Oliveira Júnior (Olho/FE-Unicamp).

Planetário/Taquaral
De 21 e 22 de outubro
*Dia 21 (Sábado):
14hs – X-Men 2. Palestrante convidado: Gazy Andraus (ECA-USP).
17hs – A mosca. Palestrante convidado: Edgar Franco (PUC-Minas Gerais).
*Dia 22 (Domingo):
14hs – A batalha dos vegetais. Palestrante convidado: Elenise Andrade (Olho/FEUnicamp).
17hs – Código 46. Palestrante convidado: Antonio Carlos Amorim (Olho/FE-Unicamp).

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM