Apresentação em Público 4

A Estrutura da Apresentação em Público pode determinar seu sucesso ou seu fracasso diante de uma plateia.

Assim como no planejamento do conteúdo, tratado no último post, o planejamento da estrutura da apresentação ainda não deve ser feito no computador. Experimente utilizar um guardanapo de papel. Neste guardanapo você deverá definir as principais partes da sua apresentação, quais os principais tópicos ou slides abordados em cada parte. Atenção: não é para desenhar os slides no guardanapo, é apenas para listar aquilo que posteriormente será mostrado na sua apresentação, por enquanto ainda estamos falando da estrutura!

O importante é que você tenha bem claro que a estrutura da apresentação deve ajudá-lo em primeiro lugar a criar uma história e em segundo a contar esta história.
Para criar a história você poderá utilizar alguns elementos que além de enriquecê-la, poderão te ajudar a torná-la ainda mais interessante para seu público. São eles:

•Slogan: deve ser curto, o ideal é que tenha até 140 caracteres para que seja gravado facilmente pela plateia.

•Resposta: para que sua apresentação seja interessante ela deverá responder uma determinada pergunta ou trazer alguma novidade em determinada área.
•Propósito ideológico: sua apresentação deverá transmitir uma ideologia, em vez de ser apenas um apanhado de informações. Por exemplo, você poderá ter o objetivo de convencer a plateia do valor de um novo método estatístico, estimular alunos do ensino médio a fazer o ENEM para a sua área de formação ou motivar seus estagiários do laboratório. Enfim, toda apresentação deve ter um propósito.

•3, o número mágico: divida sua apresentação em 3 partes, se necessário faça novas subdivisões (de preferência 3). A divisão em 3 facilita o entendimento por parte da plateia e é bastante utilizada em várias áreas: na literatura (os três porquinhos), no tripé das universidades (ensino, extensão e pesquisa), na arquitetura (banco com 3 pés) etc.

•Antagonismo: sempre que existir um antagonismo, mostre-o de maneira explícita (bem X mal, criacionismo X evolução, duas correntes científicas contrárias).

•Revele seu herói: o herói pode ser uma descoberta, a resolução de um problema, uma nova teoria, enfim, algo que simbolize “a salvação da lavoura”. E não demore a revelar seu herói. Fale logo no início da apresentação, assim você prenderá sua plateia até o final, já que ela ficará curiosa para saber como você conseguiu realizar seu feito.
Outros elementos poderão ajudá-lo a contar esta história. São eles:

•Simplicidade: seja simples sempre! A simplicidade é elegante! Muitas descobertas científicas decorreram de experimentos simples e resultaram em demonstrações muito elegantes.

•Nova roupagem para os números: sempre que for utilizar números, faça associação com exemplos que a plateia entenda melhor. Em vez de dizer que criou uma nano partícula, relate ter criado uma estrutura 10.000 vezes menor que a espessura de um fio de cabelo.

•Divida o palco: sempre que possível divida o palco com algum parceiro, uma personalidade na área, seus colaboradores, algum convidado que possa dar um depoimento interessante etc.

•Objetos cênicos e demonstrações: sempre que sua apresentação estiver falando sobre algo novo e for possível faça uma demonstração para a plateia, desde que esta seja simples, rápida, dinâmica e surpreendente.

•Proporcione um momento inesquecível: finalmente apresente um grand finale, um resultado inovador, uma história emocionante, um exemplo a ser seguido ou uma moral da história.

Claro que você não precisará utilizar todos estes elementos numa mesma apresentação. Se conseguir utilizar alguns ela ficará muito mais interessante, mas o importante é que você conheça estes elementos para ir incrementando suas próximas apresentações.

Agora que você já sabe planejar seu conteúdo e a estrutura da sua apresentação, no próximo post falaremos sobre o design da sua apresentação. Depois disso é só colocar a mão na massa!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 0 comentários

Participe e envie seu comentário abaixo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM