Autoria científica e ética

Segundo um Comitê de Ética na Publicação ligado à PLoS, um quinto das disputas que chegam àquela instância de julgamento dizem respeito à autoria científica. Não muito tempo atrás, este era um problema raro, já que os artigos eram assinados por um ou dois pesquisadores, mas à medida que a era das parcerias avança, estudos aparecem com centenas e até milhares de autores. Hoje, conhecer diretrizes para definir e ordenar os autores de um paper é fundamental para a boa conduta (e a paz de espírito) na academia.

Quem assina os artigos científicos? (Imagem: Antonio Litterio)

Continue lendo…

A era das parcerias

Networking: o lado profissional do “fazer um social” (Imagem: Ghozt Tramp/ Flickr)

A edição mais recente da Nature trouxe um encarte analisando o poder das parcerias na construção de pesquisas científicas de qualidade. Sua rede de relacionamentos será uma grande aliada nas suas conquistas. Adam e Loach (2015) apontam num comentário desse encarte que pesquisas que ultrapassam instituições e fronteiras são mais impactantes, mais citadas e mais aceitas em periódicos de alto nível. O Brasil já aparece nesse panorama com diversas parcerias internacionais, liderando junto com o México e o Chile as colaborações dentro da América Latina. Parcerias internacionais são vitais para a construção de pesquisas significativas no Brasil. Mas como entrar nessa onda? Continue lendo…

Suzana e o Ponto Facultativo

Na sexta-feira passada a Prof. Suzana Herculano-Houzel, uma excelente cientista e divulgadora da ciência, publicou em sua página no Facebook um desabafo sobre o comportamento da equipe que trabalha em seu laboratório. Segundo ela, dos 14 membros da equipe, todos os dez brasileiros enforcaram o feriado e todos os quatro estrangeiros estavam trabalhando. Como o texto está cheio de pontos polêmicos relacionados à gestão da carreira acadêmica, resolvemos discutir aqui o assunto.

Continue lendo…

Arte da Guerra para Cientistas VII

Liderança pelo exemplo.

Liderança pelo exemplo.

Um lider verdadeiro cultiva a admiração de seus orientandos e faz valer para si próprio as regras que impõe a todos.

Arte da Guerra para Cientistas V

Será vencedor quem:

  • souber quando disputare quando colaborar;
  • aproveitar o trabalho desde o estagiário não remunerado até o pós-doc;
  • tiver sua equipe motivada em todos os níveis da hierarquia;
  • estiver preparado para surpreender os concorrentes despreparados.

Arte da Guerra para Cientistas III

Porque é preciso agilidade?

Porque é preciso agilidade?

Quando nos empenhamos num projeto, se seu resultado custa a chegar, as armas da equipe tornam-se pesadas e seu entusiasmo enfraquece.

Arte da Guerra para Cientistas I

De que depende o sucesso de um grupo de pesquisa?

Ganhamos de Natal uma cópia da Arte da Guerra do amigo Benjamin Geffroy. Por isso, nos próximos dias iremos postar aqui nossas observações sobre os ensinamentos presentes nesse clássico sob o panorama da academia. Vamos ao primeiro:

 

Quatro fatores deverão definir o sucesso de um grupo de pesquisa:

  • Se o pesquisador principal tem o apoio de seus colaboradores;
  • Se o grupo é competente;
  • Se o grupo de pesquisa está num ambiente favorável;
  • Se o grupo está comprometido com a causa.

 

O paradoxo da estrutura

Estamos vivendo dias de conflito aqui. Há anos na universidade que nós dois frequentamos requisitamos um sistema online de controle de matrículas, notas, frequência, planejamento da disciplina e outros assuntos de interesse dos graduandos. Esse ano finalmente o sistema foi implantado, mas não sem uma boa dose de decepção. O que percebemos é que toda estrutura traz consigo benefícios, mas também limitações. Continue lendo…

Gerenciamento de tempo: Como estabelecer prazos

É muito comum que em empresas os prazos estabelecidos para cumprimento de tarefas ou projetos sejam determinados por algum chefe, assim como na graduação e  na pós graduação é comum que eles sejam impostos por professores e orientadores, pelos programa de pós-graduação ou pelas FAP’s. Já o PI é o indivíduo que deve estabelecer prazos para ele mesmo e para todos os membros da sua equipe de laboratório. É aí que começam as dificuldades. Independente de qual seja o seu caso, saiba que mais importante que estabelecer os prazos é cumpri-los! Veja algumas dicas:

Continue lendo…

Gerenciamento de tempo: Planejamento e Definição de Objetivos

Planejamento deve estar presente em tudo na sua vida e no gerenciamento de tempo não é diferente. Sempre que for iniciar um projeto novo lembre-se das suas experiências anteriores e de todos que estão à sua volta. Planejar significa errar menos e gerar mais eficiência ao final.

Planejamento e Definição de Objetivos ajuda na redução ou eliminação de erros e aumenta sua eficiência.

Continue lendo…

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM