Crises e prioridades

Um dos principais empecilhos à produtividade é a dificuldade de definir prioridades. Aí está uma coisa que frequentemente percebemos nos cursos e palestras nos quais abordamos gerenciamento do tempo. Um pesquisador encara uma lista de itens que precisa realizar naquela semana, percebe que a somatória do tempo estimado para sua realização excede em muito 40 horas de trabalho, mas não consegue avaliar quais itens da lista seriam dispensáveis. Continue lendo…

O paradoxo da estrutura

Estamos vivendo dias de conflito aqui. Há anos na universidade que nós dois frequentamos requisitamos um sistema online de controle de matrículas, notas, frequência, planejamento da disciplina e outros assuntos de interesse dos graduandos. Esse ano finalmente o sistema foi implantado, mas não sem uma boa dose de decepção. O que percebemos é que toda estrutura traz consigo benefícios, mas também limitações. Continue lendo…

Um mundo, uma escola, um sorteio e uma resenha

Quer ler? Comente e concorra. Fonte: intrinseca.com.br

Acabei de ler o livro ‘Um mundo, uma escola’ de Salman Khan, publicado pela Editora Intrínseca. Para muitos professores universitários, dar aulas é um mal necessário. Definitivamente não foram as aulas que me atraíram primeiro para essa carreira. Depois de ‘Um mundo, uma escola’ me ocorreu que talvez o problema não esteja em dar aulas em si, mas nesse modelo educacional falido. Me ressentia de fazer 40 guris ficaram sentados e mudos durante duas horas me escutando falar, cobrar deles atenção e presença. Isso não era demonstração de inteligência, era uma prova de subserviência e paciência. Continue lendo…

A ditadura do Fator de Impacto

Essa semana um burburinho está rolando na comunidade científica, se ainda não chegou até você, fique em dia aqui. Numa reunião em Dezembro passado a Associação Americana de Biologia Celular lançou uma campanha que ganhou publicidade essa semana com editoriais em periódicos científicos e veículos de massa. A ideia da declaração sobre a avaliação da pesquisa, DORA na sigla em inglês, é derrubar a ditadura do fator de impacto, que inclui não só o fator de impacto oficial, que é a métrica mais conhecida, mas outras métricas com cálculo similar. O fator de impacto é a divisão do número de citações recebidas por um periódico pelo número de artigos publicados num triênio e é usado como indicador da qualidade do periódico, partindo do pressuposto que ser citado indica a utilidade, popularidade e importância da informação ali contida. Nós concordamos em parte com as demandas do DORA. Por favor, argumentem nos comentários. Queremos ‘ouvir’ a opinião dos leitores. Continue lendo…

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM