Já posso falar como Físico?

Lá pela metade de fevereiro, me formei em Física e me matriculei no Mestrado. Pode parecer que é grande coisa, mas não é. Um aluno finaliza a graduação em Física conhecendo, quando muito, a física até os anos 40 (com exceção de assuntos tratados em iniciação científica e que podem ser bem recentes). Assim, é até difícil alguém pleitear o título de Físico tendo apenas uma graduação. Sem muito exagero, okok com um pouco de exagero, atualmente é necessário pelo menos uns 2 pós-doutorados para-começar-a-pensar-no-caso-de-talvez-cogitar-a-possibilidade de se auto-intitular Físico.

Alguns, entretanto, pensam que podem justificar qualquer coisa que digam através de uma suposta formação em Física, até afirmações completamente desconectadas dessa ciência.

Lembro de ter visto certa vez num programa de qualidade duvidosa, se não me engano daquele Gilberto Barros, um quadro sobre supostos fenômenos paranormais. Uma das convidadas para comentar o caso, e que apoiava o suposto fenômeno, se apresentou como formada em Física. Em determinado momento, o apresentador perguntou pela opinião da convidada, e em seguida, como se confirmando, o apresentador perguntou “essa é sua opinião como espírita/espiritualista/não-lembro-a-palavra-exata?”, ao que ela respondeu “É minha opinião como espírita/espiritualista/não-sei-o-que e como Física”.

Não preciso nem dizer que caí para trás gargalhando. Nem entro no mérito da existência ou não desses fenômenos, no que pessoalmente não acredito, mas simplesmente NADA na Física justifica qualquer afirmação de fenômeno paranormal!

Outros ainda tentam usar uma versão, bastante, pessoal da Física para justificar sua visão de mundo. E imediatamente me vem à mente o senhor Laércio B. Fonseca, figurinha carimbada no meu blog anterior:

Em seu site, o “professor” se descreve como sendo:

Formado em física pela Unicamp e especializado em astrofísica abandonou sua vida universitária para se dedicar totalmente a área espiritual.

Acho que ele não devia ter abandonado a vida acadêmica já que quase tudo que ele diz no vídeo acima está errado. Talvez ele tivesse aprendido algo mais se tivesse continuado. Ou talvez trouxa seja eu que ainda não aprendi a tirar dinheiro fácil com livrinhos místicos. Leiam os tópicos dos dvds da palestra “Física Quântica e Espiritualidade”. É um primor!

Nem a convidada do programa, nem o senhor Laércio, são Físicos, mas parecem, ou pretendem parecer, falar como tal. Falar cheio de jargão de Física e Matemática é fácil. Tão fácil que qualquer filósofo pós-moderno é capaz de fazer isso. E nem é lá preciso um grande cérebro para ser filósofo pós-moderno…

É tão fácil falar como Físico que há até um feriado internético só para isso! Pois é, caros leitores, chegou a hora de comemorar mais um Dia de Falar como Físico.

Dia 14 de março é o Dia de Falar como Físico

(E dia do Pi e aniversário de Einstein…)

No ano passado, eu fiz o cartaz abaixo com minha porca habilidade de edição de imagem (clique para aumentar):

Se algum leitor com mais talento puder fazer um cartaz para este ano, seria fantástico!

Para este ano proponho que quem queria participar da comemoração deixe aqui nos comentários, ou em seus blogs (deixando o link nos comentários, claro), alguma situação engraçada pela qual tenham passado devido ao uso de jargão da Física, seja por um Físico, um “Físico” ou um leigo. Caso não tenha nenhuma história sobre Física, serve também sobre cientistas de outra área.   Vamos democratizar a comemoração.

O Talk Like a Physicist é o blog oficial da comemoração, deem uma passadinha lá também!

Bônus: Vi essa tirinha do Calvin na porta de um professor hoje. Achei simplesmente fantástica de tão nonsense!

“Eu não pude lê-lo porque meus pais se esqueceram de pagar a conta da gravidade”

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 26 comentários

  1. Paulo Santana disse:

    Só, por curiosidade gostaria de saber como é a aparência do professor quando ele esta do outro lado.E VAMOS ESPERAR POR 2019 ESTA PARECENDO UMA PROFESSIA.

  2. MATEMÁTICO disse:

    MUITOS CONCEITOS DA CIÊNCIA, PRINCIPALMENTE NA ÁREA FÍSICA, MERECEM UMA REVISÃO E, PORTANTO, O QUE ERA CONSIDERADO, NO PASSADO, COMO VERDEIRO, HOJE NUMA ANÁLISE MAIS APURADA, PODER-SE-IAM VERIFICAR QUE NÃO CONDIZEM COM A VERDADE. COMO EXEMPLO, O PRÓPRIO ALBERT EINSTEIN JÁ ADMITIA QUE UM DIA SUAS TEORIAS SERIAM SUPLANTADAS; SENDO ASSIM, NÃO DEVEMOS TOMAR, POR VERDADEIRO O QUE A CIÊNCIA CONSIDEROU VERDADEIRO NO PASSADO.
    QUANTO ÀS PALESTRAS DO PROFESSOR LAÉRCIO, TENHO ASSISTIDO, NA SUA GRANDE MAIORIA E, NO MEU ENTENDER, DO PONTO DE VISTA DA FÍSICA, ELE TEM FEITO ABORDAGENS CORRETAS CONSIDERANDO-SE OS CONCEITOS DOS CIENTISTAS DO PASSADO, MAS, COM RELAÇÃO À QUESTÃO DA ESPIRITUALIDADE QUE ELE PROPAGA, EMBORA EU RESPEITE A SUA OPINIÃO, E QUE EU DISCORDO DE ALGUNS PONTOS, NÃO SIGNIFICA QUE ELE ESTEJA TOTALMENTE ERRADO, SÃO, APENAS, OPINIÕES DELE. A ÚNICA FORMA DE TORNAR VERDADEIRA A QUESTÃO ESPIRITUALIDADE, SERIA O PRÓPRIO ESPÍRITO DESENCARNADO, APRESENTAR-SE E CONVERSAR DIANTE DE TODOS E MOSTRAR O QUE SERIA, REALMENTE, O MUNDO ESPIRITUAL, ASSIM COM A QUESTÃO DOS EXTRATERRESTRES. NO MAIS, O ASSUNTO FICA, APENAS NA SUPOSIÇÃO E OPINIÕES PRÓPRIAS.
    ISSO SOA COMO UM TESTE SÃO TOMÉ, MAS É SERIA A MANEIRA MAIS PALPÁVEL PARA SE COMPROVAR ESSAS ABORDAGENS.

    EM GERAL, “NÓS BRASILEIROS”, ESTAMOS ACOSTUMADOS A ESTUDAR E DEFENDER TEORIAS QUE OUTROS ESTUDIOSOS ESTRANGEIROS APRESENTAM AO MUNDO, E ESQUECEMOS QUE O MAIS IMPORTANTE, É TERMOS O DEVIDO SENSO CRÍTICO DIANTE DE TUDO QUE NOS É TRANSMITIDO… DEVEMOS SIM, ESTUDARMOS PARA DEFENDERMOS NOSSAS PRÓPRIAS TEORIAS E NÃO TEORIAS DOS OUTROS, QUE NA SUA MAIORIA, ESTÃO EQUIVOCADAS, COMO É É NO CASO, PARA MIM, A QUESTÃO DO(A): TEORIA DA RELATIVIDADE GERAL; O VERDADEIRO CONCEITO DO QUE SEJA A “GRAVIDADE”; A EXISTÊNCIA DE PARTÍCULAS NEUTRAS NO ÁTOMO; ETC.

  3. Larissa disse:

    Obs.: Há um grupo de estudos de altas energias do CBPF que é referencia, caso não conheça. Vi que estuda os esnobes neutrinos 😉

  4. Larissa disse:

    Não aceitem, não rejeitem, vamos discutir. Não acho um lugar sério para conversar. Uns são céticos e se baseiam na zombaria do impossível pra contrapor ideias (assim como a dualidade onda partícula já também serviu como zombaria). Outros acreditam em qualquer coisa que brilhe. Bom, sigo meus estudos… Aliás, sua definição de físico está errada, Sr. recém formado em 2009.

  5. Nery kura disse:

    Nem jesus agradou e agrada a tds…..e morreu de forma cruel pelas palavras…….eu assisto as palestras dele,e aprendi mto com isso….nao quero aprender sobre fisica de jeito nenhum pois para mim de nada serve .mesmo.acho o professor um ser coerente, sensato em td que diz.e num a das palestras ele falA que vivemos num mundo em que todos temoa quw ser rotulados diplomados etc verdadeiros androides e viver vidas do jeito que o sistema podre cruel massCrador impoe!!!

  6. Leigo disse:

    Gostaria que os taxistas conversassem mais sobre fisica quantica, ia ser legal… Mas não pode tá proibido… tipo eu leio um livro entendo o conteúdo um pouco que seja, mas não posso falar a ninguém sobre o assunto…
    Primeiro eu tenho que ter diploma! Tenho que estudar e ter pós graduação, mestrado, mega mestrado mestrado até em marte…
    Um tipo de lei da mordaça feito por um clubinho seleto de fisicos…
    Um médico não pode falar de física? Nem um matemático….
    Isso é estupidez! O que vocês são agora? um igreja da idade média?
    Tipo eles odiavam ver pessoas leigas conversando sobre a própria religião, tipo para não deturpar a idéia!

    VÃO SE FODER!

  7. Vicente P. Werneck disse:

    N/ VPW e-korreios : prefira ou

    Ao Prof. LAÉRCIO FONSECA,

    Inisialmente, favor konseituar “Campo” referido em sua vídeo-palestra .
    Kordialmente,
    VP Vernek

  8. Vicente P. Werneck disse:

    Prof. LAÉRCIO F. fala em “Campo” . É pré-rekizito ou seria melhor konseituar do ke se trata ? Já ke “palavras são palavras, nada mais do ke palavras….”
    VP Vernek
    KOF/Brazil
    [email protected]

    P.S.- Eskrita orto-fonemikamente( = p/ som serto) .

  9. Francisco disse:

    Já fiz um comentário em um site muito popular sobre na Europa. Citei que a ciência é tão fundamentalista quanto a religião a que faz criticas como tendo uma postura radical. Não sou ateu e vejo o mundo como uma manifestação de uma consciência cósmica(Deus). Isto é perfeitamente racional, é sinônimo de manifestação de inteligencia (pensamento). Éperfeitamente racional, neste momento quando alguém esta lendo esta usando o pensamento(o que transcede).A física quantica entrou num processo dialético que a levará a outras dimensões e a um entendimento maior do que seja Deus. Lembram do final do filme 2001 uma odiséia no espaço ? Acho muito lógica a teoria dela, quanto as teorias kardecistas, se enquandram pela questão de mostrar um mundo em outras dimensões; o negócio e ampliar o conhecimento naõ somente no materialismo para não ficar com menta fechada .

  10. Francisco disse:

    Já fiz um comentário em um site muito popular sobre na Europa. Citei que a ciência é tão fundamentalista quanto a religião a que faz criticas como tendo uma postura radical. Não sou ateu e vejo o mundo como uma manifestação de uma consciência cósmica(Deus). Isto é perfeitamente racional, é sinônimo de manifestação de inteligencia (pensamento). Éperfeitamente racional, neste momento quando alguém esta lendo esta usando o pensamento(o que transcede).A física quantica entrou num processo dialético que a levará a outras dimensões e a um entendimento maior do que seja Deus. Lembram do final do filme 2001 uma odiséia no espaço ? Acho muito lógica a teoria dela, quanto as teorias kardecistas, se enquandram pela questão de mostrar um mundo em outras dimensões; o negócio e ampliar o conhecimento naõ somente no materialismo para não ficar com menta fechada .

  11. santistafc disse:

    Astrônomo que não acredita em vida em outro planeta,é como um tambor,faz muito barulho,mas é oco por dentro.Fisico,pior ainda,saia da academia materialista e va estudar amigo.Busque conhecimento!!!.

  12. Savio disse:

    Entrei no Site da Unicamp. Não encontrei no mesmo nenhum indício que este senhor Laércio tenha se “formado” lá em Astrofísica ou qualquer coisa relacionada à Física.
    Acho hilárias as afirmações do mesmo, particularmente em relação à Física Quântica! Também as suas “afirmações” sobre a “Gaiola de Faraday”, são um contra-senso, desprovidas de sentido.
    Dei-me ao trabalho (penoso) de ver toda a sua palestra com mais de duas horas de duração.
    Concluí que, de fato, qualquer afirmativa é possível no papel, na voz, nas criações de modo geral. Mas, entre o que se ‘fala’ e “o que é”, existe uma distância abissal!
    É preciso ser muito ignorante e despreparado para poder dar crédito a tantas fantasias deste senhor!

  13. james disse:

    Blog, Site de céticos simplismente céticos..
    Cegos também, mas cada um acredita nas suas verdades.

  14. Eduardo disse:

    Aquela teoria do Laercio sobre os níveis de energia da matéria (m1=Kf1, m2=Kf2…) onde o nível chega igual a 0 e também níveis mais elevados! São teorias que são difíceis de serem contestadas. Você tem alguma opinião sobre isso? Eu sou leigo física, minha área de estudo é computação, mas eu me interesso muito por física! Apenas assisti no youtube a palestra dele de 2hs. Abraço

  15. carlos meola disse:

    caro Renam, a unica maneira de de derrubar a teoria do laércio, é ficar provado no HLC que o bóson de higgs existe, o qual daria massa as particulas, certo?? laercio formulou que é o campo condensado é que da a massa em seus diferentes níveis quânticos da matéria, certo?Portanto só o tempo dira quem tem razão e, desculpe-me, não há nenhuma violação da mecânica quântica e nem da teoria da relatividade abordada por laércio até o momento, portanto aguardemos.
    As grande idéias levam muito tempo a serem aceitas

  16. bla disse:

    ué, muitos físicos que eu conheço vêem esses vídeos fazendo correlação da quântica com o espiritismo, sem nem ver o título dos vídeos, e admitem q os argumentos expostos em muitos desses vídeos em relação a física, são argumentos realmente físicos. sério, eu não sei como vcs conseguem ver erro onde nao tem :P, o mais interessante é que depois nós que vemos coisas que os outros nao vêem (Y) YUHSADUYFHUYSADHFUYHSAUDYFHUYSA não se contradigam meus caros 😉

  17. rivraldima andrade disse:

    quero que tu saibas que eu tenho 11 chamome ivra moro em angola no bairro do projecto nova viva responde por favor

  18. franco disse:

    Amigo Renan, eu não sou tão leigo como o Rodrigo se diz ser, mas também não sou nenhum pós-doutor em física. Acredito que sou capaz de compreender sobre certos assuntos de pessoas ilustres e tirar certas conclusões. Por isso faço das palavras postas acima pelo Rodrigo, as minhas. Seria mais fácil se escrevesses uma critica à palestra do Sr. Laércio apontando os erros, assim poderíamos aprender mais… sei lá… comparando melhor entre uma visão e outra poderíamos, de fato, entender mais sobre o que tanto te incomoda.

  19. Rodrigo disse:

    Olá, achei interessantes os seus comentarios sobre a visão da fisica do Prof. Laércio, e para mim que não entendo absolutamente nada de física, até parece fazer sentido, gostaria se possível que você rebatesse as afirmações do prof. assim ficaria mais facil de perceber onde estão os erros.
    Rod.

  20. Ame disse:

    Nesta entrevista, que deve ser assistida até o fim, percebi quão desnecessários são os esclarecimentos que a ciência clássica promovem, pois estão embasados principalmente em preconceitos.
    Condenamos o Sr. Goswami porque participou de um filme bastante questionável com uma postura imparcial? Pode ser, mas quando se fala em mudança isso mexe com as estruturas de uma visão de mundo antiquada que não é competente quando observa-se os resultados das aplicações dos métodos como um todo. A postura deste homem de não se negar nada é perfeita. É disso que precisamos: todas as ciências são necessárias e a proximidade da eficiência no nível global depende da união delas, complementando-se.
    Respeitosamente,
    Anônimo, pois realmente quem sou pouco importa aqui.
    http://video.google.com/videoplay?docid=-8523224814213525431&hl=pt-BR

  21. Ivan disse:

    cara, nao sei se esse laercio está certo, mas nao fui com
    a cara dele, não gosto das idéias do espiritismo, e ao mesmo
    tempo não sou muito conhecedor dos conceitos da física
    ainda estou no ensino-médio, gosto de física, mas não sei muito.
    me diga, ele não sabe mesmo do que está falando ?

  22. Max Planck disse:

    “Não existe uma verdade absoluta, somente diferentes verdades sobre a realidade em diferentes espaços de tempo…” – baum; num sei não: os karas deste blog devem ser alunos do professor aloprado dono do “A Garagem do Dragão” – ridídulo é apelido. O internauta não é burro, moçada…

  23. Caro Renan,
    Fiz uma citação literal de seu blog na minha última postagem, “Os moedeiros falsos”. Espero que você não se incomode.
    Um abraço!

  24. Renan disse:

    Olá Eduardo.
    O “Quem Somos Nós” é simplesmente uma propaganda de seita travestida de documentário. Em poucas palavras, o “documentário” se utiliza de conceitos das Mecânica Quântica e outras partes “exóticas” da Física e extrapola os resultados de forma a fazer parecer que a Física apóia as idéias desta seita.
    Tudo que você precisa saber sobre o documentário está no Guia em três partes do blog O Dragão na Garagem.Clique aqui.
    Adiantando um pouco, para você ter uma idéia da “honestidade” dos produtores do documentário, um dos entrevistados que é Físico deu a entrevista dizendo que não apoiava as idéias da seita. A entrevista foi editada para parecer que ele as apoiava.
    Abraços!

  25. Eduardo Rocha disse:

    Gerador de lero lero, ai encima? OO
    Renan, queria uma opnião tua sobre o documentario e o livro, “quem somos nos”.
    Alguns professores meus falam de uma forma tao apaixonada que eu nunca tive coragem de assistir, assim uma opnião de alguem que eu não conheça mas admire os textos seria bem interessante.
    Um grande abraço

  26. Carlos Mongo disse:

    O mais impressionante, devo dizer, é quando um ser igualmente leigo no assunto abordado, resolve expressar-se como um expert no assunto. Peguemos como exemplo, qualquer um destes pseudo-céticos, decida interpretar um esotérico, médium, vidente, pastor, “farmacêuticos” homeopáticos. O resultado é idêntico: temos os reais especialistas no ramo criticando os novos falsários e sua visão estreita do fabuloso conteúdo ocultista-místico em questão.
    Gostaria de enfatizar que o início da atividade geral de formação de atitudes auxilia a preparação e a composição das condições paranormais e extrasensoriais exigidas. Podemos já vislumbrar o modo pelo qual a valorização de fatores subjetivos cumpre um papel essencial na formulação do sistema de formação de quadros que corresponde às necessidades dos seres interplanetários e seus ensinamentos da astrologia esotérica em comparação à horóscopos jornalísticos.
    Evidentemente, a contínua expansão de nossa atividade aponta para a melhoria do impacto na agilidade decisória. No entanto, não podemos esquecer que a estrutura astral da organização esotérica nos obriga à análise da gestão inovadora da qual fazemos parte por um mundo melhor.
    Do mesmo modo, o novo modelo estrutural aqui preconizado garante a contribuição de um grupo importante na determinação dos métodos pseudo-científicos utilizados na avaliação de resultados. Todas estas questões, devidamente ponderadas, levantam dúvidas sobre se a complexidade dos estudos efetuados promove a alavancagem das novas proposições nas outras dimensões divinas a quem vocês pseudo-céticos tanto se recusam a aceitar, mesmo tendo sido comprovada e apresentada empiricamente aos grãos mestres da fraternidade branca.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM