Aquecimento Global: céticos 1 X 1 IPCC

Depois do artigo da PNAS questionando umas das principais premissas do IPCC, que as mudanças de temperatura causadas por fatores naturais teriam influência significativa no clima do nosso planeta, a discussão ganha um novo assalto. Para rever o assalto anterior, leia este post publicado aqui no blog. Agora, em um artigo publicado no periódico Nature Geoscience (uma pena, sem link do artigo. Queremos acesso a essa revista CAPES!), pesquisadores da universidade britânica de East Anglia afirmam que pela primeira vez na história foi confirmado, tanto no Ártico como na Antártica, a influência humana na elevação da temperatura. O último relatório do IPCC de 2007 dizia que a única região do mundo em que não haviam dados conclusivos sobre o aquecimento global era a Antártica.

Penílsula de Svalbard, Ártico. Crédito: Kenyai

O trabalho consistiu em comparações feitas entre séries de dados de temperaturas dos polos e dois modelos. Um que incluía a influência humana e o outro que incluía apenas fatores “naturais”. O melhor ajuste dos dados ocorreu no modelo com a influência humana, sendo o principal argumento dos autores para a afirmação de que a influência do homem, principalmente devido a queima de conbustíveis fósseis, alterou de forma significativa a temperatura das regiões polares.

Em uma prévia do próximo assalto o Professor Phil Jones, diretor da Unidade de Pesquisa Climática da universidade de East Anglia, afirma que: “(…) eu ainda acho que existe um número de pessoas, incluindo políticos, que relutam em aceitar a evidência ou em fazer algo sobre isso, até nós chegarmos especificamente à escala menores, dizendo que um evento em particular foi causado por humanos como uma grave inundação em algum lugar ou uma onda de calor.”

E não seria esse o nosso papel como cientistas meu caro Phill? Como Gould disse no seu livro “Pilares do Tempo“, tudo bem que a história de São Tomé na bíblia tem um cunho moral interessante, mas nada mais científico do que “Ver pra crer”.

Vi no BBC News.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 2 comentários

  1. Luiz Bento disse:

    Post errado?

  2. Anonymous disse:

    não há absolutamente nenhuma ligação entre o ozônio extratosférico e o ozônio atmosférico…

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM