Eu não me iludo

Maior burburinho onde quer que eu leia sobre a COP-15 e eu aqui quieta só assistindo.

De verdade não queria me manifestar a respeito pois de verdade eu serei bem pessimista… Não acredito que veremos grandes mudanças, acordos ou algo que o valha em mais uma Conferência das Partes. Mudança de paradigma, distribuição de renda, educação e tudo mais que o mundo precisa pra ser melhor não se faz, não se decide em encontros diplomáticos ou por decreto, a coisa precisa ser muito mais profunda e verdadeira.

Me desculpe, mas enquanto as pessoas ficarem esperando decretos, acordos, normas para verem as coisas seguirem um caminho melhor e continuarem vivendo suas vidas normalmente sem alterar nada – como andar a pé, evitar sacolas plásticas, economizar energia, reciclar, consumir menos – e digo tudo isso junto ao mesmo tempo, não apenas algumas dessas alternativas – vão ser necessárias mais umas 50 COPs para podermos mudar alguma coisa efetivamente.

Os governos deveriam fazer a sua parte? Deveriam, mas já faz 15 COPs que muito pouco tem sido feito e que mudanças você efetivamente viu? Eu vejo pouquíssimas e falar de redução de carbono sem falar na redução da população mundial e redução de consumo pra mim é uma utopia, é apenas assinar um papel para que no futuro não me responsabilizem por omissão. E se nós não queremos colocar a nossa espécie em risco no futuro nós precisamos de mais, muito mais que isso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 11 comentários

  1. […] Claudia Chow, tentando entender conferências do clima desde a COP-15. […]

  2. […] Claudia Chow, tentando entender conferências do clima desde a COP-15. […]

  3. Parabéns pelo blog, muito bons os artigos.

  4. maria disse:

    depois que a cop acabar, eu reclamarei do pouco que foi feito. enquanto ela não chega, eu continuo achando que essa turma devia parar de arrastar os pés e fazer acontecer.
    não é tpm não, luiz bento, é opinião mesmo. e uma ideia diferente do que é mais construtivo em cada momento.

  5. Luiz bento disse:

    Mais uma vez, pessimismo é bem diferente de ser realista. Só entendendo os erros e acertos das COPs é que conseguimos pensar em melhores propostas.
    Acho que que a maria não está em um bom dia 🙂
    O que que a Clau disse não tem nada demais. Ela esperava mais das COPs. Será que só ela esperava isso? Como a Paula disse já demos tempo demais para países como a China e os EUA tomarem alguma atitude. Eles tomaram depois de tantas COPs? Temos que tentar entender o real motivo deles não terem assinado os tratatos ainda e não ficar chorando por eles não terem assinado. Tentei fazer isso no meu post e a maria disse que eu sou um pessimista e não apresento propostas. Acho que propostas são simples e já estão na área há muito tempo. MDLs são interessantes, mas não funcionaram. Burocracia demais e custos excessivos transformaram uma boa ideia em algo não praticável. Fiscalização também não é tão complicado (eszcolhendo bem a metodologia). Então temos solução sim, mas acho que a pressão que a maria quer tanto tem que ser direcionada. Gravar 1 minuto de vídeo pedindo para o governo brasileiro assumir metas não é mehor do que ficar no sofá sentado.
    Acho que vocês estão cruxificando demais os críticos, como se fossemos de lados opostos. Como se não acreditássemos em uma mudança. Acraditamos sim, mas somente com atitudes drásticas. Mais uma COP com metas apenas políticas e sem fiscalização é apenas mais do mesmo…

  6. Claudia Chow disse:

    Calma meninas!
    Tb não é assim, nao to dizendo q as COPs nao servem pra nada, é muito legal saber q os governos se encontram pra discutir meio ambiente e os rumos q serão dados sobre esse assunto, mostra de uma certa forma q há preocupação.
    Mas ficar falando de metas de redução de carbono, na minha opiniao, é discutir sexo dos anjos qdo a raiz do problema nao é alterada, de q adianta o mundo se comprometer a reduzir X% as emissoes de carbono, se o crescimento faz a emissoes subirem 2X%? É ficar correndo atrás do rabo!

  7. maria disse:

    ufa, paula.
    agora vou meditar para voltar a respiração ao normal e baixar a adrenalina.

  8. Paula disse:

    Então… eu não acho que, porque somos pessimistas com isso, devemos minimizar os benefícios que as COPs trazem. OK… talvez não tragam na velocidade que esperamos, mas elas ajudam as pessoas (governantes ou não) refletirem suas ações… Não acho que um acordo que substituirá Kyoto venha desse encontro, mas daí a dizer que as COPs fazem pouco… acho exagerado.
    Eu sinceramente DUVIDO que teríamos (Brasil) essa carga imensa de informações sobre Amazônia e desmatamento se não fossem esses encontros. O mundo está de olho na floresta e o Brasil faz o que pode pra se manter bem na fita (mesmo fazendo quase nada)… enfim… Temos sim que discutir tudo o que se faz nas COPs. Temos que pressionar. Divulgar. Jogar a toalha e esperar a COP 5013 é demais.

  9. maria disse:

    cancelem tudo! fechem as portas de copenhagen! avisem essa gente que uma conferência desse porte é insustentável.
    e instalemo-nos para assistir o mundo escangalhar-se.

  10. Luiz bento disse:

    Simples e direta. Ótima reflexão clau.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM