Pecados ambientais

em 2008 eu fiz uma confissão dos meus pecados ambientais. Já está mais do que na hora de rever essa lista, quase 10 anos e será q alguma coisa mudou? Vamos ver…

Imagem "roubada" daqui: http://www.forumdaconstrucao.com.br/conteudo.php?a=23&Cod=1471

Imagem “roubada” daqui: http://www.forumdaconstrucao.com.br/conteudo.php?a=23&Cod=1471

  1. não sou vegetariana; (continuo não sendo vegetariana, apesar de ter voltado pro Schumacher College e a comida por aqui ser vegetariana)
  2. meu apartamento não tem água individualizada; (desde os fins de janeiro não estou mais nesse apartamento, mas é lá que eu chamo de casa, então continua tudo igual e sem muitas perspectivas de mudanças)
  3. uso sacos plásticos (não biodegradáveis) para colocar meu lixo; (aqui no Schumacher eu sei que alguns desses sacos são biodegradáveis, mas não todos, mas fato é que aqui uso menos sacos plásticos para dispor lixo)
  4. uso absorvente descartáveis; Agora uso o MoonCup (sim, esse item pode sair da lista pois continuo usando o coletor)
  5. às vezes deixo a TV do meu quarto em stand by; (no momento tô sem tv no quarto, mas no Brasil tinha e ficava na tomada todo o tempo depois do advento da smart tv)
  6. como em restaurantes todos os dias e por isso… (nesse momento não é mais assim)
  7. não faço idéia de onde vem a carne/ vegetais/ frutas que como; (aqui a maior parte da comida é local e tudo orgânico)
  8. compro revistas em papel que algumas vezes poderia ler on-line; (hoje em dia cada vez mais raro eu comprar revistas)
  9. compro produtos chineses, alguns legais, outros não; (disso não consigo fugir muito, é invevitável, mas quando tem opção eu escolho a que julgo menos impactante)
  10. só ás vezes fecho o chuveiro para me ensaboar enquanto tomo banho, no inverno sem chances, não faço isso mesmo; (aqui na Inglaterra sem chances…)
  11. Apesar de usarmos sabão em pedra feito de óleo de cozinha para lavar a louça todos os outros produtos de limpeza da casa não são nada ecológicos. (aqui todos os produtos de limpeza são ecológicos, pelo menos é isso que eles prometem nos rótulos)
  12. nenhuma das minhas roupas são feitas de algodão orgânico; (continua igual e tenho alguns produtos de grandes marcas como Nike, Columbia, Adidas, etc)
  13. descobri que a empresa que fabrica meu creme dental faz teste em animais, mas a pasta que eu compro doa uma parte do lucro para o SOS Mata Atlântica, não muda nada, eu sei…(a pasta que doava dinheiro pra SOS Mata Atlântica num vi mais pra vender, portanto não comprei mais. Na verdade esse item vai mudar para: nem todos os meus cosméticos e produtos de higiene pessoal são orgânicos e naturais)

Adicionando novos itens:

  • Não consigo não ligar o aquecedor aqui toda noite, detesto passar frio sabendo que tem aquecimento na casa;
  • Não me preocupo com as emissões de carbono quando escolho uma viagem, escolho a que for mais conveniente, tipo mais rápido, mais barato ou mais confortável;
  • Não são todas as minhas viagens aéreas que eu compenso as emissões de carbono.

Na verdade acho que vou parar com essa lista, vou tentar mudar o lado da equação. Ao invés de ficar olhando para os meus pecados e defeitos vou fazer a lista de coisas que eu faço para ter menos impacto no ambiente, talvez sim essa lista ajude alguém a se inspirar e a mudar um pouco também.

Prometo fazer essa lista e publicá-la em breve.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 2 comentários

  1. Claudia Chow disse:

    Oi Bruno,
    Obrigada pela sugestão.

  2. Bruno disse:

    Tenho uma sugestão.
    Você poderia criar uma forma de pontuar cada pecado ambiental de acordo com sua gravidade. Feito isso, organize-os do mais grave ao menos grave e FOQUE no primeiro, criando soluções viaveis que funcionam boa parte do tempo. Preocupe-se com os próximos somente após ter controle do anterior.
    É importante que sua classificação seja somente um número que traduza a gravidade do pecado. Sim, é complicado, você terá que pesquisar muito, ler artigos científicos e criar uma formula que contemple os diversos impactos (ambiental, animal, social, econômico) bem como a frequencia/quantidade do que está sendo consumido. Inclua na sua lista serviços consumidos, porém são muito mais difíceis de serem classificados (você sabe quanto de energia é gasta ao utilizar um smartphone? Não o que é gasto com bateria, mas com o processamento e armazenamento gastos na nuvem quando vc faz um backup de fotos ou utiliza o waze)

    Agora suponha que você tenha classificado os itens da seguinte forma:

    Consumir produtos de origem animal: 7800
    Viagem de aviao (5000km): 1200
    Ligar o aquecedor no inverno: 300
    Fechar o chuveiro para ensaboar: 50
    Tv no stand by: 1

    Seu sentimento de culpa tem quase a mesma intensidade para qualquer um dos itens, talvez você se sinta 10 vezes mais culpada por comer um bife do que deixar a TV no stand by, porém na classificação analítica a diferença é de 7800 vezes.

    Resumindo, você passou quase 10 anos tentando resolver um problema do qual você não tem ideia do tamanho e de quanto suas ações impactaram para diminuí-lo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM