Álcool e bom senso

Ainda existe bom senso neste mundo. Em um editorial de ontem (19/09/2007), o jornal americano New York Times faz duras críticas ao programa americano de produção de etanol (álcool combustível). Além de ser um processo mais caro do que se produzir álcool a partir da cana-de-açúcar (para se produzir álcool a partir da cana, utiliza-se o açúcar simples produzido, no caso do milho, é necessário que se quebre as moléculas de amido em acúcar e só então se produz o álcool), a utlização do milho para produzir etanol tem causado altas no preço desta commodity agrícola. O editorial aproveita para criticar os altos impostos cobrados para se importar etanol brasileiro bem como os subsídios que os produtores americanos de milho recebem. É bom que se deixe bem claro quem é o melhor neste caso.

Vírus de abelhas

Há algum tempo tem havido preocupação entre os criadores de abelhas americanos sobre a mortandade de suas colméias comerciais. A causa do problema tem se mantido quase misterioso mas agora parece que finalmente se resolveu parte do problema com a implicação de um vírus na mortandade. A notícia li aqui, mas detalhes mais completos podem ser acessados a partir daqui.

Livreto sobre desertificação

A World Meteorological Organization (Organização Meteorológica Mundial) lançou um interessante livreto sobre desertificação e mudanças climáticas globais, disponível gratuitamente online. Intitulado “Climate change and desertification”, apresenta um resumo do que se sabe até agora sobre a relação entre desertificação e mudanças climáticas. Pode ser baixado a partir desta página.

Regras simples para cientistas

O periódico científico on-line de acesso gratuito PLoS Computational Biology disponibiliza uma série de artigos em pdf com regras simples para facilitar a vida de cientistas e pesquisadores na forma de “10 regras simples”. Há sugestões desde como conseguir uma bolsa, passando por regras para conseguir publicar, até mesmo como atuar como revisor de artigos científicos. Muito útil. Os artigos estão escritos em inglês e estão disponíveis aqui.

Reciclagem? (o capitalismo, os sugestionáveis, os paranóicos, os ecochatos e os educados)

O texto a seguir foi enviado pelo amigo Elton Valente:
“O ‘ambientalismo’ está na moda. A reciclagem está na mídia. Você acessa a internet, liga a TV, ou abre a revista, o jornal (será que alguém ainda faz isto?) e a coisa está lá. E vai permanecer por muito, muito tempo e distorcida, direcionada. ‘ELES’ não estão falando mentira, mas estão torcendo a verdade, sabe por quê? Sabe o que ‘eles’ querem? Que você se sinta culpado pela desgraça ambiental que nos ameaça. É isso mesmo! Você tem de ser e se sentir c-u-l-p-a-d-o!
Sinto lhe dizer, e não estou querendo ser catastrofista, alarmista, conformista ou outro ista qualquer, mas nada do que você fizer ou ‘reciclar’ para ‘salvar o planeta’ vai adiantar alguma coisa. A questão é que os maiores responsáveis pelos problemas ambientais do mundo se escondem atrás de um espelho. Quando você olha para ‘eles’, você vê… Você! E é isso que ‘eles’ querem: você na frente do espelho. E o que é pior, muito provavelmente você vai ficar na frente do espelho, porque desde que a mídia global tomou consciência do seu poder de sedução e encantamento, você não é mais o dono de suas próprias vontades. Sei que é difícil e doloroso o resultado de ‘tomar a pílula vermelha’ como em ‘Matrix’. Mas, enfim, é a vida!
Imagine que toda a população do mundo enviasse 100% do seu lixo para a reciclagem e todo ele fosse efetivamente reciclado. Do ponto de vista, por exemplo, do aquecimento global, ia adiantar alguma coisa? Muito pouco, ou quase nada. Sabe por quê? Porque o capitalismo globalizado vai continuar querendo todo o petróleo do mundo e os EUA vão continuar cotando-o em dólar e a ‘máquina do mundo’ vai continuar queimando combustíveis fósseis. Você pode argumentar que os ‘biocombustíveis’ vão substituir o petróleo gradativamente. Mesmo que isto aconteça, o biocombustível é carbono que está no ciclo, ou seja, você retira carbono da atmosfera via produção do biocombustível e o devolve logo em seguida, então? Então, por este processo, o saldo de carbono na atmosfera vai continuar o mesmo. Daí você pode questionar se eu estou querendo dizer que o biocombustível é uma ilusão. A resposta é sim e não. Sim porque enquanto existir combustíveis fósseis eles serão utilizados, até a última gota. E não; não é de todo uma ilusão, porque quando se utiliza o carbono do ciclo, como já foi dito, pelo menos não se aumenta o teor dele na atmosfera. É uma medida pouco satisfatória, mas pelo menos já é alguma coisa.
Mas, o que eu estou querendo dizer com essa história toda? Estou querendo dizer que é preciso pensar, sei que é difícil, mas é preciso. É preciso questionar, duvidar, querer saber e saber. E digo mais, nós só teremos algum resultado positivo do ponto de vista ecológico ou qualquer outro, quando existir escola de qualidade para todo mundo em todo o mundo. Fora isso, não há muito o que você, cidadão, possa fazer.
Mas isso não quer dizer que você vá sair por aí jogando ‘papel-de-bala’ na calçada, lata de cerveja na rua… Se não tiver uma lixeira por perto, e provavelmente não terá, leve-os para a lixeira de sua casa, pelo menos você estará se comportando educadamente.
Elton Luiz Valente”

Cana de açúcar no Triângulo Mineiro

No último dia 05 de setembro estive na cidade de Capinópolis no Triângulo Mineiro apresentando uma palestra intitulada “Monitoramento da água do solo sob diferentes culturas” em que falei sobre a importância do manejo adequado do solo e das culturas visando o melhor aproveitamento da água do solo pela agricultura e apresentando alguns dados de monitoramento da água no perfil do solo com o uso de sonda de neutrons, parte dos resultados de minha tese de doutorado. A palestra fez parte de um evento local promovido pela Prefeitura Municipal, o Sindicato dos Produtores Rurais de Capinópolis e pela Universidade Federal de Viçosa. O objetivo maior foi avaliar os possíveis riscos e vantagens do cultivo da cana de açúcar na região, atualmente em franca expansão, com a abertura de vária usinas na região. Achei louvável e até mesmo exemplar a iniciativa dos cidadãos e políticos de Capinópolis de procurar informações técnicas especializadas sobre o assunto, ao invés de adotar opiniões mal informadas e infundadas de extremistas de esquerda ou direita. Além de mim, apresentaram palestras os Professores do Departamento de Fitotecnia da UFV Marcio Henrique Pereira Barbosa e Luiz Antônio dos Santos Dias, o primeiro falando sobre o cenário da produção de cana de açúcar e álcool nacional e internacionalmente e o segundo apresentando uma palestra sobre biocombustíveis. A última palestra, proferida por Adãonete Rodrigues de Aquino, da Coval, abordou a implantação da cultura do pinhão manso visando a produção de biodiesel na região de Santa Vitória. Ótimo evento, ótimas palestras, excelente iniciativa, a ser seguida por governantes sérios.

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM