O Pré-Sal e o desenvolvimento sustentável

A descoberta de petróleo na camada denominada Pré-Sal tem chamado a atenção do mundo inteiro. Isso não é por acaso. Economicamente e estrategicamente esse fato pode ser encarado como uma das grandes descobertas de recursos naturais economicamente exploráveis dos últimos tempos. Além disso, trata-se da descoberta de uma imensa riqueza em terras de um país corriqueiramente denominado de “em desenvolvimento”. O fato de existir petróleo a ser explorado em grande quantidade no fundo do Atlântico torna o Brasil como aspirante a membro da OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), colocando-o tranquilamente entre os dez maiores produtores de tal produto. Isso vem a calhar em uma época onde já discutia-se até quando tal recurso, base da matriz energética mundial, estaria disponível. Por ser um recurso natural não renovável o mundo já preocupava-se com a necessidade de substituição de tal matriz o que, logicamente, geraria e gerará custos adicionais. Os iniciais 5 a 8 bilhões de barris e possivelmente até 80 bilhões de barris caíram como uma bomba destruindo todas as previsões de um fim muito próximo das reservas mundiais. O preço do barril de petróleo que estava nas alturas, hoje já não preocupa tanto. Sem sombra de dúvidas, economicamente o Brasil dá um salto importante em uma época estratégica, onde o “milagre do crescimento dá as caras” e as reservas de outros importantes exportadores do produto já não são tão grandes.
No entanto, uma coisa me preocupa. É notório e ratificado que os principais efeitos relacionados às mudanças climáticas globais são advindos, em grande parte, do uso de combustíveis fósseis. A utilização de matrizes energéticas mais limpas vem sendo apontada como a única saída disponível para obter-se um desenvolvimento econômico e ambiental concomitantes. Em outras palavras, o tão falado desenvolvimento sustentável. O Brasil sempre foi visto com bons olhos no cenário mundial pela utilização de biocombustíveis e também pela possibilidade de geração de energia hidroelétrica, solar e eólica. Mas e agora? Com a descoberta dessa imensa jazida de petróleo será que os olhos dos governantes brasileiros continuarão voltados para o desenvolvimento dessas fontes energéticas “mais limpas”? Sinceramente, tenho minhas dúvidas. Governos diferentes passarão ao longo da exploração do pré-sal e, nesse sentido, não sabe-se que uso se dará ao mesmo. Além disso, mesmo que a matriz energética brasileira continue sendo limpa, o país tornará-se um grande fornecedor de tais combustíveis fósseis para outros países. Resumindo, a descoberta do petróleo do pré-sal pode retardar a busca por novas matrizes energéticas, o que, por sua vez, provavelmente retardará o alcance dessas novas tecnologias limpas.
Para finalizar, volto a ratificar a importância dessa descoberta, colocando o Brasil definitivamente como um dos protagonistas do cenário mundial. A era de coadjuvante terminou. Estrategicamente o mundo volta os olhos para cá e nós, temos uma oportunidade ímpar para resolver muitos de nossos problemas. Porém, ambientalmente me preocupa o modo como essa riqueza será administrada. É necessário encontrarmos um ponto de equilíbrio entre a riqueza proveniente de tal recurso e a responsabilidade ambiental brasileira. E essa última, por sua vez, não pode estar só relacionada ao país em si. Ela deve estar intimamente ligada também com o planeta como um todo, afinal de contas, as mudanças são globais e não locais.
Carlos Pacheco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 25 comentários

  1. traudi disse:

    O que dizem os sabios qual foi o interesse da perfuracao e extracao do pretoleo quem ja usou esse petroleo no brasil, e que foi feito com o lucro da venda do petroleo.
    quantas escola e qtos hospitais foram construidos? quem foi beneficiado meu queridos…………vc acha nos coitados tomos queto por que nao sabemos o que esta acontecendo.eu sou uma simples professora trabalhei anos fui pontual nao faltei no meu servico, como certas pessoas, fiscalizam a pontalidade dos servidos , e senhores deputados e excel. deputatos vc nao tem vergonha do comportamento de vc nossos queridos representante do povo, vc se sentem realizados pos uma daquelas…….. eu sou aposentada estou triste que meu salario ,so da pra comer eu nunca sai,,,,pra viajar nao conheco nada ba beleza do nosso pais, vcs ponha mao na conscienc, a eu choro qdo vejo que tem gente recebendo um salario mil vez maior que meu , e estacao brigando, poem na conciencias e quantas pessoas no brasil estao passando fome e nao tem atendimento hospitalar somos tratados pior que um cachorro quando precisamos de um socorro medico, fora daqui ainda nos temos medicos e prefeitos humanos………………………………….estou triste e muito triste com vcs. que DEUS ilumina vcs em 2015.

  2. TRAUDI KUHN BOUFLEUR disse:

    tirando o pertroleo do fundo da perfuracao,contaminando as agua sdo mar mateando a natureza ,esse negocio de predio desabando casas rachando sera que nao , a retirado do petroleo, o que vai no lugar do petroleo estao enchendo de ar? ou naquela vaco nao precisa ser colocado algo que da o equilibrio ou vao colocar os lixos ,e bom pensar como e formado nosso planeta ou ninguem estudou geografia , desde que foi no primeiro serie na escola , mao na conciencia.

  3. fernandawatson disse:

    esse texto foi tema da ufop 2010-1 =]

  4. Guilherme disse:

    gostei de como vcs colocaram sobre o pré-sal muito bom.

  5. Guilherme disse:

    gostei de como vcs colocaram sobre o pré-sal muito bom.

  6. Aécio Pereira de Souza disse:

    Sou um estudioso do pré-sal,e estou fazendo um livro em que eu relato as minhas experiências no mar e com referencias as plataformas da petrobras.
    É interessante notar que os sinistros ocorridos na plataforma do pré-sal são oriundos de um mesmo problema.O fundeio da plataforma em alto mar é uma manobra soberjamente complexa,são varios ferros que são lançados em varias direções para se obter imobilidade enquanto ela opera.Quem conhece o mar sabe perfeitamente das dificuldades desse fundeio com muitas amarras e varias reaçoes e que de uma hora para outra pode haver o desequlibrio pelo relaxamento de uma amarra ou outra que traz como colorario o desequilibrio da plataforma;Daí nasce uma banda que invariavelmente vai se tornando cada vez maior e por fim faz a plataforma virar,fazendo da quilha pertaló e dai indo a plataforma a pique.
    Desde de os Holandeses na decada de 30 ate hoje os operarios que trabalham nas plataformas são sujeitos a riscos muito alto,pois uma explosão de qualquer parte da plataforma ou adernamento produzido por ventanias e ciclones pode originar uma banda e finalmente o naufragio da plataforma.
    Aécio Pereira de Souza
    Estou organizando um compenio sobre plataforma e ai serão catologadas todas as causas que levam o desequilibrio da plataforma no mar e o consequente naufragio.
    Estou pretendendo fazer um curso em que serão estudados todos os problemas que podem ocasionar um sinistro na plataforma.Esses escritos serão parte do curso para operadores e tripulantes do mundo inteiro.Haverá um curso para formação de operadores da plataforma apartir da mão de obra de garotos que cursam os 2°grau das escolas publicas

  7. Matheus Braz disse:

    O pré-sal é a pior descoberta que o Brasil já teve! O mundo está mudando suas matrizes e o Brasil querendo andar para trás? A soma que será investido no pré-sal deveria ser utilizada para desenvolver as energias limpas e para melhorar a educação do país!
    E pensem, quando acabar o petróleo do mundo seremos os únicos que teremos, visto que a dependência do mundo é muito grande, sempre precisaremos do petróleo. Venderemos a preço de ouro se preservarmos para as próximas gerações. Mais valioso que isso só será as nossas florestas, SE PRESERVARMOS TAMBÉM!
    Quero iniciar um movimento contra o pré-sal, interessados mandem um email para [email protected] !!!

  8. Carol disse:

    Parabens pelo post! Alem de todos os contras citados em seu texo, existe ainda um fator a ser analisado. A camada de pre-sal é muito profunda. Nunca , em nosso mundo, foi retirado petroleo de uma profundidade tão grande. Por isso, não se tem uma tecnologia avançada para essa operação. O governo brasileiro gastaria muito para conseguir tal tecnologia.
    Também, espero que tais decisões a respeito do pre-sal, sejam repensadas, visto que presenciamos o vazamento de petroleo no Golfo do Mexico. Será que o Brasil estaria preparado, caso houvesse um vazamento?

  9. nemy disse:

    Pré-Sal , sem dúvidas significa á maior oportunidade de desenvolvimento do Brasil, mas é ilusão achar que pré-sal vai resolver todos os problemas do país.há de se levar em conta o fator ambiental, sem dúvidas a mais impactada pela exploração.antés mesmo de pensar em lucros é preciso pensar nos impactos causados de uma exploração sem controle.
    É preciso planejamento procurar em 1ª lugar neutralizar os danos causados,depois os lucros o qual todos os brasileiros merecem desfrutar deste tesouro.

  10. Vcitor disse:

    Meu,
    eu sinceramente acho que os derivados do petroleo poluam sim,
    que aqueçam ainda mais o globo e assim por diante, mas boa parte do desses estudos que tão bem comprovam a poluição vem dos paises que ja destruiram suas riquezas naturais e agora querem defender o que não lhes pertence.
    se vamos cuidar, amar , proteger, PRESERVAR ou quimar tudo e vender como lenha é uma decisão inteiramente nossa. É claro que se optarmos pela destruição, pela poluição eles tambem sentiram os efeitos, mas eles perguntaram alguma coisa a nós antes de destruir suas proprias Riquezas, assim aquecendo, poluindo,desmatando… o globo??
    Eles se desenvolveram sem medir consequencias e agora se acham no direito de dizer o que podemos fazer.
    Não estou dizendo aqui que devemos explorar de forma agressiva ao meio ambiente o pré sal, porque chonestamente não é o que eu quero, eu quero sim , um mundo mais Limpo e sustentavel pros meus filhos e netos, mas essa decisão é nossa não podemos repassa-la a nenhum outro pais ou organização, o que for decidido deverá ser o melhor para o Brasil e para seus habitantes.
    e se alguem de fora achar ruim que se ffoda!

  11. danielle disse:

    eu acho isso é uma putaria
    vao a pqp, vocês sao umas vadia
    e dão o cú pra todo mundo, vao se foder :)
    retardados !

  12. Fernanda disse:

    A descoberta do Pré-sal pode alterar a matriz energética sim. Entretanto, a descoberta do Pré sal pode contribuir muito para agricultura , como por exemplo para fabricação de fertilizantes nitrogenados. Qual sua opnião arespeito disso?

  13. MALA disse:

    QUERO SABAER ONDE E ENCONTRADO?

  14. nelson fontenele TERESINA disse:

    é gente. ainda é bastante complexo essa história de pré-sal.economiicamente é obvio que o Brasil ira crescer , mas em se tratando de sustemtabilidade novos projetos ecologicos deverá tornar-se prioritário.

  15. Eu disse:

    Pré – PoluiSal. Seria isso mesmo?
    Se não me falha a memória, petróleo serve pra fazer muitas coisas tipo… combustíveis, plásticos, gases e os produtos que podem ser fabricados a partir destes.
    Então o próximo passo seria o uso de tudo isso + o relaxamento da sociedade quanto ao meio ambiente, que leva a uma grande consequência: Poluição.
    É desta forma que será gerada mais fortuna ao Brasil? Acabando ainda mais com a saúde do mundo que já está fraca? Do que adianta fortuna sem saúde? Isto está parecendo com aqueles filmes onde os vilões destroem a natureza para adquirirem fortuna.
    Deixar um futuro cheio de caos e destruição como herança aos filhos e netos, é assim que as pessoas dizem amar os mesmos?

  16. Marina F. Silva disse:

    Olá.
    Estou fazendo um trabalho da faculdade, e o tema, é Pré Sal, gostaria de saber especificamente o que significa, os pós e os contras, e quais os bens que ele pode fazer a humanidade.
    Obrigada

  17. marcelo disse:

    pretroleo tem que ser tranformado em educação,saude,infreestrutura e desenvolvimento

  18. Caros Julieta e Manuel,
    Vocês têm toda razão. O Brasil não pode se acomodar com as enormes reservas de petróleo descobertas e descuidar dos avanços alcançados pelo país em termos de fontes alternativas de energia, como o álcool combustível. Infelizmente, a maior parte das decisões em torno deste assunto é tomada por políticos, interessados mais em se eleger que no bem da nação ou do mundo.

  19. manuel disse:

    Caro Carlos
    Só hoje dei conta do Pré-Sal,ou,mais exactamente,desta designação,pois que já sabia que o Brasil caminha a passos largos para ser uma das maiores potência petrolíferas.
    Parece isso vir com atraso,dadas as perspectivas que se vão delineando. As necessidades de energia vão crescendo,é certo,que a família está aumentando,mas o arzinho que se respira,independemente de aquecimentos, vai-se tornando insustentável. Os alertas não faltam,e as medidas vão surgindo,ainda que de baixo alcance para alguns.
    A renda é realmente importante para fazer crescer a
    macroeconomia,que sempre dá alguma coisinha para as micros.
    Mas não só de economia vive o homem,embora todos,sem excepção,procurem ter uma boa,mais tarde,ou mais cedo,mas o melhor mais cedo,amanhã,logo,se for possível.
    Enfim,viva o Pré-Sal,contanto que as pessoas vivam,e vivam bem,sem máscaras.
    Muito boa saúde,e um abraço.

  20. julieta disse:

    primeiramente, parabéns pelo post. Realmente concordo com sua ideia. Mesmo o Brasil tendo descoberto petroleo no pré-sal, temos que pensar nao somente na economia, mas tambem no ambiente, ainda mais porque estamo vivenciando em mindo onde a cada dia mais estamo nos inteirando atraves de novas tecnologias, e como ainda se pode viver sem um desenvolvimento sustentavel ? devemos passar a conciliar avanço tecnologico com meio ambiente, dai onde surgem as tecnbologias limpas, que sao a soluçao.

  21. Luiz Bento disse:

    Acho que a descoberta de petróleo no pre-sal não vai alterar em nada a matriz energética brasileira. Temos um país de grande potencial hidrelétrico, a utilização de termoeletétricas a carvão e óleo disel é apenas como complemento. Além de muito poluente, utilizar termoelétricas é mais caro.
    Uma coisa importante a ser lembrada é que a política e ecologia não se misturam. A nossa matriz só é voltada a energia hidrelétrica porque a produção dela é mais barata para nosso país. Ela ser “potencialmente” (com muitas aspas) menos poluidora que outras fontes de energia veio como consequência do fato em si.

  22. Alexandre disse:

    Pacheco,
    parabéns pelo post. Realmente é um assunto que nos remete a pensar nas conseqüências reais dessas novas descobertas, tando na área social, quanto ambiental, levando em consideração que o caminho percorrido e investimentos nas pesquisas com biocombustíveis podem ter sido “perdidos”, pelo desvio de foco.
    Forte abraço,
    Alexandre

  23. Lucas Facco disse:

    Uma pena vai ser a medida adotada pela governo em vender essa riqueza a preços baixos, como acontece com o México. No futuro poderá fazer falta ao desenvolvimento.

  24. geofagos disse:

    Pois é Cláudia. A minha intenção ao escrever esse post era chamar atenção que essa descoberta não apresenta somente prós. Os contras, apesar de não citados nos informativos cotidianos, também existem e devem ser abordados e discutidos pelos formadores de opinião.

  25. Claudia Chow disse:

    Tirando o petróleo o que significa para o mundo os países da Opep? Que exemplos de distribuição de renda, meio ambiente e educação eles tem pra dar? Eu nao sei citar nenhum. Aliás, tirando o petróleo quem lembra q esses países existem?
    Vc tem alguma duvida q o Brasil vai seguir um caminho diferente?
    Jazidas de petróleo sao comemoradas com altas na bolsa e nao sao vistas com certo receio. Infelizmente acho q se todo esse petroleo no Brasil se confirmar teremos um futuro bem preocupante, alias, bem MAIS preocupante.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM