Olhos abertos para concorrência

 
Nos meus últimos dois posts enfatizei que o Brasil se ressente da falta de valores orientadores (background) e, muito embora todas as atividades que requerem monitoramento da qualidade dos solos possam ser realizadas com base em valores adotados em outros países, há necessidade de se definir valores próprios para melhor avaliar os impactos das várias atividades antrópicas sobre a qualidade dos solos. Tal necessidade é ressaltada tendo em vista as peculiaridades geológicas, climáticas, hidrológicas e geomorfológicas, as quais atuam de maneira preponderante na diferenciação de solos de regiões tropicais. Além disso, face ao crescente uso do solo como receptor final de resíduos industriais, muitas das vezes sem nenhuma preocupação ambiental (lembremos que o solo não é uma lata de lixo) e também ao recente incentivo do CNPq às pesquisas destinadas a busca por novas alternativas de condicionadores de solo ou fontes de fertilizantes para plantas, a partir de materiais naturais- que não deixam de conter elementos potencialmente nócivos a saúde, a criação de um banco de dados de elementos-traços auxiliará os órgãos de fiscalização ambiental na tomada de decisões, no que refere ao impute antrópico destes elementos nos solos.
Diante desta incomensurável oportunidade de pesquisa, o Professor Jorg Matschullat da Universidade de Freiberg, Alemanha, enviou uma proposta para os órgãos de financiamento à pesquisa deles e angariou recursos para vir ao Brasil, juntamente com 12 estudantes alemães, do curso de Geoecologia, para dar o pontapé incial ao BRASOL 2010, nome dado ao projeto. O BRASOL 2010, prevê a coleta de amostras de solos em todo o território nacional, sob diferentes matrizes geológicas. As análises de elementos-traço serão realizadas na Alemanha e os resultados obtidos sugeridos como valores orientadores para solos do Brasil. Não obstante a grande paixão do prof. Matchullat pelo Brasil, ele está fazendo um “serviço” que deveria ser desenvolvido por algum professor Tupiniquim. Acho que alguém dormiu ou está dormindo no ponto!
Uma primeira etapa desse projeto já teve inicio agora em julho 2008 na região nordeste do país. Felizmente, um Geófago pode participar desta primeira etapa, juntamente com o Prof. Jaime Mello/UFV e Prof. Germano Melo/UFRN, na qual a aquisição de conhecimento e troca de experiências foram os maiores ganhos desta viagem. Eu poderia escrever linhas e linhas sobre a viagem, mas para deleite de nossos leitores, deixarei o link do blog do BRASOL 2010 para que possam ler e se ater às peculiaridades do Brasil descritas por olhos não viciados. A maioria dos textos estão em inglês e alemão, mas há também alguns em português.
http://brasol2010.pegleg.de/?paged=5
Espero que se divirtam!
Juscimar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 0 comentários

Participe e envie seu comentário abaixo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM