Saramago e a desmarginalização dos blogs

Antes de começar a escrever o Geófagos, há pouco mais de dois anos, enquanto ainda fazíamos o doutorado, das coisas que mais nos preocuparam seria como nossos pares veriam um colega escrevendo um blog. Ontem relembrei isto ao ler este post de Bráulio Tavares em que ele comentava o assombro de alguns amigos quando o ouviam dizer que liam blogs, “essas coisas de menininhas adolescentes”, e não adiantava ele dizer que eram blogs de jornalistas, “Pois deve ser um jornalista muito desocupado – o cara tem tempo de fazer blog!”. Temíamos que algo assim fosse dito de nós. A situação começou a mudar quando não apenas alguns colegas nos solicitaram a participar do blog como até mesmo professores começaram a nos ler. Bem, quem tinha alguma dúvida da validade dos blogs como um meio de expressão válido e adulto, por assim dizer, não tem mais motivo nenhum para temer o preconceito. Os preconceituosos é que correm o risco de parecer antiquados: após ler ontem aqui sobre um blog mantido por um Chancellor de uma grande universidade americana, a University of North Carolina at Chapel Hill, descobrimos hoje maravilhados e perplexos que ninguém menos que José Saramago, Prêmio Nobel de Literatura e em nossa opinião o maior escritor em língua portuguesa vivo, acaba de lançar um blog, O Caderno de Saramago, que já começamos avidamente a ler. Os fatos falam por si.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 2 comentários

  1. Claudia Chow disse:

    Nossa, nunca tive esse medo ou preconceito em relacao aos blogs, seria eu muito ingenua? Provavelmente.
    O meu unico ressentimento é saber q a grande maioria das pessoas q eu conheco nao leem ou acompanham blogs, pq acham perda de tempo, isso sim me deixa muito triste.

  2. Paula disse:

    Geófagos,
    Só passou por esse “pré-conceito” quem foi precursor dos blogs de conteúdo, quem estava “lançando moda”, quem notou que a ferramenta de blog era interessantíssima para se relacionar com os leitores.
    Os primeiros a perceberem que a ferramenta servia como comunicação de massa e juntava pessoas de interesses comuns foram “os adolescentes”. Ponto para eles.
    Depois viemos nós (eu demorei um pouco para ter coragem de poder ser criticada em público). Mas agora, cada vez mais pessoas que antes tinham esses pré-conceitos aderirem ao “movimento”. Força para nós! E parabéns pela coragem!

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM