Uma Aula

Por Elton Luiz Valente

Assisti hoje a uma aula memorável, digna da pós-graduação (aliás, todas as aulas deveriam ser assim, não só da pós-graduação). Foi ministrada pelo Professor Carlos Ernesto Schaefer, do Departamento de Solos da UFV. Durou cerca de 3 horas e meia, sem contar o intervalo para almoço. Cito o nome dele com a devida autorização.

A aula, evidentemente, é impossível de ser reproduzida aqui. O “pano de fundo” foram as adaptações do gênero Homo aos solos e à paisagem. Mas a discussão foi muito além deste que, por si só, é um assunto digno de uma cadeira própria na Academia. A abordagem do Professor começou lá na Gondwana e foi parar no Homo sapiens tecnologicus

Lembrei-me do Geófagos durante toda a explanação, principalmente quando o Professor disse uma frase abordando um assunto que nos é muito caro, a ciência agregada à razão e ao bom senso:

“O Darwinismo causa alergia à nossa mente conservadora. Sabemos mais do Velho Testamento e do Criacionismo do que da origem e evolução do homem. A educação religiosa é plausível, mas fazer a letra do Criacionismo ser a verdade absoluta é um absurdo.”

Quisera eu que todas as pessoas, indistintamente, pudessem comungar deste pão e deste vinho, na mesa da razão e do bom senso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 8 comentários

  1. manuel disse:

    Caro colega
    É que sou também agrónomo,mas só isso,ainda que tivesse feito uma passagem de uns escassos seis meses pela velha Albion,nos idos de 65,aprendendo mais umas coisas sobre “soil-plant relationships”. Os anos que já lá vão(lá me estou eu a alongar).
    Fico-lhe muito agradecido pelas respostas. Quer dizer:um argumento grande ou consistente,de causar espanto ou admiração(a mim,com a idade que tenho,já não me espanta nada;quanto a admirar,admiro as pessoas que ajudam os outros). Mas um argumento de quem? Se se aplicar ao que disso o manuel,o manuel não sabe onde se há-de meter,pois não se julgava com tanta capacidade. Mas não deve ser. Deve ser de uma outra pessoa. Qual?
    Aproveitando esta oportunidade que me dá,quero-lhe dizer o que penso sobre o que o Elton comentou no reply. Se DEUS existe,ELE estava lá nas situações que aponta. Como?,só ELE pode responder. Se não existir,temos que dizer como Voltaire-Se DEUS não existir,temos que o inventar,sob pena(agora sou eu) disto tudo,um dia,se escaqueirar.
    Desculpe o arrasoado(quero dizer,no que esteve para aqui a dizer um velho,que não queria ir desta para melhor sem ver um sorriso na CARA DE DEUS).
    Muita saúde e que seja um bom agrónomo.

  2. Prezado Manoel,
    Aguardei um pouco para ver se o Luiz Bento respondia suas perguntas. Como ele ainda não se manifestou, eu vou tentar respondê-las. Mas aguardamos a manifestação do Luiz, se ele achar necessário.
    Entendi perfeitamente que você usou a expressão “agora é que é” para finalizar o ‘arrazoado’ (nós chamamos de ‘comentário’) que, segundo sua avaliação, já estava um tanto longo.
    Quanto às suas perguntas:
    1) “Baita” é um adjetivo brasileiro que, neste contexto, pode significar ‘grande’, ou ‘consistente’.
    2) “Agora sim” é uma expressão idiomática brasileira. Funciona como uma interjeição que expressa um espanto ou uma admiração.

  3. manuel disse:

    Um esclarecimento e duas perguntas.
    O esclarecimento. Agora é que é,para terminar o arrasoado, que já ia,pelo menos,longo.
    As perguntas.A 1ª – Baita(o que é?). A 2ª- Agora sim! Sim,o quê?

  4. Senhores,
    Eu sempre refleti muito sobre essa necessidade demasiadamente humana da espiritualidade. Sinceramente não vejo isso como um defeito, antes poderia ser uma vantagem, no máximo é um efeito colateral da inteligência do Homo sapiens. O problema é o que o poder instituído, os poderosos e os espertinhos fizeram com isso ao longo da civilização.
    Li e ainda leio a Bíblia, é um excelente exemplo de capacidade criativa. Se pegarmos apenas os valores cristãos que estão ali nos quatro primeiros evangelhos do Novo Testamento, tão necessários a uma Civilização Sadia, e observarmos o que fez e faz a Santa Sé ao longo da história e o que andam fazendo os neo-pentecostais e seus agregados, aderentes, afins e correlatos, todos agindo “em nome do Senhor”, pensando em tudo isso e utilizando um mínimo de razão e bom senso, a conclusão é só uma: ou não existe Deus, ou ele está de férias faz muito tempo!

  5. Luiz Bento disse:

    Baita argumento para a existência de Deus. Agora sim !

  6. Luiz Bento disse:

    Isso me lembra os argumentos de alguns neoateus. Dizem que o problema das religiões são os extremistas. Eles acham que são os moderados. Pois são os moderados que fazem com que tenhamos respeito pelas religiões e não tenhamos “cautela” em discutir coisas absurdas como o criacionismo, por “respeito” a fé alheia. Ainda segundo os neoateus, religião é como qualquer outro assunto. Política, futebol…porque não podemos discutir sobre este assunto como discutimos sobre os outros?
    Mesmo achando alguns neoateus um pouco extremistas, acho que o argumento citado acima merece pelo menos uma reflexão…

  7. manuel disse:

    “Quisera eu…,na mesa da razão e do bom senso.”
    20 valores pela frase,pelo que ela de vital encerra. Já,em tempos,tive o “atrevimento” de fazer a seguinte pergunta – Em que é que o evolucionismo apouca DEUS,ainda que Darwin fosse um ateu até à medula de todos os seus ossos,o negasse trinta vezes? Nadinha.Pobre Darwin,que já Lá está,trinta vezes perdoado,se alguma maldade ele fez,por querer ou por não querer.
    Alguma vez DEUS disse que a Evolução não estava(esteve,está,que para DEUS não há tempo)no seu PENSAMENTO? Não será maior a GRANDEZA de DEUS com tanta criatura? A variedade dela Os milhares de espécies. Os milhares de formas. Sempre a evoluirem,que a monotonia cansa.
    Nem precisaria disso. Bastava o Universo com todos esses milhões e mais milhões de galáxias e do mais que por aí vai ,por esse “infinito” espaço.
    E pronto. Desculpe a intromissão. Já me ia esquecendo do que não se pode esquecer. DEUS existe,tem de existir. Mesmo ao pobre pensar humano. Sem um assumir colectivo e o que isso implica,isto,qualquer dia,rebenta. Se isso não for possível,cá por coisas,DEUS intervirá,porque não quererá que a sua Terrazinha continue assim num desmoronar,num desfazer,num desentender permanente. Tem valido a SANTA PACiÊNCIA DE DEUS. Agora é que é. Saúde.

  8. João Carlos disse:

    Sabemos mais do Velho Testamento e do Criacionismo do que da origem e evolução do homem.

    Pudera! “Sobre as Origens das Espécies” tem ainda menos de 150 anos de publicação (e ninguém jamais foi obrigado a “acreditar” em Darwin ou ir para a fogueira…)

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM