>

dahorablogigrejauniversrz3

…de dinheiro! E, milagrosamente, transforma centenas de  milhões de reais em mansões em Campos do Jordão, Miami, Redes de Rádio e Televisão (Rádio e TV Record, Rede Mulher Record News, Record Internacional) , carros importados e jatinhos.

Se tudo isso pertence à Igreja Universal do Reino de Deus, e não aos seus líderes, qual a necessidade de acumular tantos bens? Pra onde foi a tão falada abnegação cristã? Ah, sim, claro, todo o dinheiro vai para obras de caridade ou para a construção de templos (que milagrosamente não desabam)… Sei. Mas essas mansões são usadas para dar abrigo aos mendigos e  aos desabrigados?  Ou para dar amparo aos desempregados que não conseguem pagar o aluguel (tipo o Seu Madruga)?

Pra quem ainda não sabe como é humilde o lar de Edir Macedo, eis algumas fotos:

mansão edir macedo

desabrigado na lareira Algum sem-teto diante da lareira?

jantar mendigosCadê a ceia especial para os mendigos famintos? E os mendigos? 

crianças sem banhoCrianças de rua tomando banho? Aqui?? 

Esses carros importados servem para transportar gratuitamente doentes e inválidos até os hospitais? Transportam os bóias-fria até a roça? E os jatinhos? Trazem os miseráveis migrantes nordestinos para  São Paulo? Levam os aposentados abandonados pela família para o exterior, em busca da cura de um câncer ou de um tratamento para o Mal de Alzheimer?

As redes de rádio e TV, inclusive internacionais, servem como espaço de expressão dos pobres, dos favelados e dos oprimidos? Dão voz e espaço aos famintos africanos ou às mulheres muçulmanas?  Ou são apenas mais uma fonte de lucro para os bispos que dirigem a Rede Record e suas afiliadas?

Porque a Record não mostra o vídeo acima?

Aliás, se esse império midiático é independente como afirma ser, porque tomou as dores da IURD e, ao invés de noticiar os fatos tal qual são, ataca a concorrência de forma ruidosa e indiscriminada?

Eles afirmam, por exemplo, que a Rede Globo está por trás de todas essas acusações – que ainda seriam falsas – só por que está desesperada diante do crescimento da concorrência. Mas quem parece mais desesperado? Quem está fugindo da realidade com acusações falsas? Se todas as acusações contra a quadrilha de Edir Macedo fossem realmente inventadas, por que os principais jornais e revistas do Brasil e do exterior publicaram-na? Porque o Ministério Público acreditou nelas?

Aqueles que acreditam no “conspiracionismo global” são, no mínimo, muito ingênuos. Por que pode até ser que a Globo seja capaz de impor seu ponto de vista sobre um ou outro meio de comunicação. Mas será que isso seria possível até mesmo em meios de comunicação rivais, como o SBT? Ou até do exterior (a quem realmente não interessaria nada ver a Record ameaçada)?

A Globo pode ter muito poder, mas não é nem deus nem o diabo – coisas que, aliás, não existem no mundo real. Mas os ingênuos acreditam – e insistem em acreditar orgulhosamente – nisso tudo. E, além de abrir mão do senso crítico e do pensamento próprio, também perdem os próprios recursos, muitas vezes os parcos recursos, em nome da fé.

bispo-edir-macedo

O que é pior: manipular as crenças das pessoas e ainda cobrar por isso ou esconder fatos nebulosos sobre o passado?

Para quem (ainda) não sabe, a Globo também tem problemas – tão sérios quanto os da Record. Acusa-se a “Vênus Platinada” de ter sido financiada por um grupo norte-americano – o Time-Life – durante os seus primeiros anos, no fim da década de 60. É o chamado Caso Time-Life, que deu até CPI, em plena ditadura militar. Ora, a participação de grupos estrangeiros em empresas de comunicação braseiras era – e ainda é – expressamente proibida. Assim, a Globo teria “nascido” de forma ilegal. E mesmo sendo “bastarda” ainda teria sido amplamente beneficiada pelo governo militar (1964-1985). É fato que a Globo nada fala sobre isso. Mas também é fato que ninguém tem o direito de criar provas contra si mesmo. Isso seria estupidez, e ninguém na Globo é estúpido (com exceção dos BBB’s).

A Globo está apenas na defensiva, não na ofensiva. E, embora tenha conseguido proibir a veiculação televisiva do documentário inglês “Muito Além do Cidadão Kane”, hoje ele é facilmente disponível através da internet, até mesmo para download. E, ao contrário da Daniela Cicarelli, a Globo não mandou deletá-lo – pelo menos por enquanto, diriam alguns.

Certamente, se Globo mandasse deletá-lo, o assunto que ela esconde tão zelosamente poderia voltar à tona através de muita publicidade negativa. Por que todo mundo iria perguntar o que a Globo não quer mostrar. E, de uma forma ou de outra, o vídeo acabaria voltando pra internet, da mesma forma que aconteceu com a trepada da Cicarelli na praia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...