>

Pelo visto Kate Perry foi modelo para desenhos de patentes antes da fama…

Deloris Gray Wood nunca deve ter sido beijada. Essa é a melhor explicação que eu tenho para a invenção que ela registrou em 1998, o “escudo para beijar” (patente nº. 5727565, de 17 de março de 1998):

É um costume quando beijamos entrar em contato com os lábios de outra pessoa e, em certas culturas, beijar também as bochechas. Dessa forma, os germes podem ser transmitidos de uma pessoa a outra. Um dos aspectos dessa invenção é que, caso um beijo seja necessário ou apropriado, a pessoa possa se proteger dos germes presentes na saliva ou outras secreções que possam ser transmitidas pelo beijo.

Ou talvez Ms. Gray Wood seja extremamente feia paranóica. Independente disso, ela foi bastante visionária: também há uma versão com “um pequeno bolso para acomodar a língua de uma das pessoas e permitir o beijo de língua.” (fig. 3, abaixo). A invenção de Wood ainda pode ser usada, segundo a patente, por “um político que beija bebês”. Não sabemos se a proteção é politicamente correta ou não — até agora, nem o político mais “Caco Antibes” adotou a geringonça.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...