>

John Albert Thompson levava uma vida tranquila cuidando de um rancho no Vale do Sacramento. Foi assim até 1856, quando ele soube que perto dali, os colonos de Placerville estavam tendo grande dificuldade para enviar e receber cartas para Nevada durante os meses de inverno. Se durante o resto do ano a viagem já era difícil pelo relevo acidentado, no inverno a Sierra Nevada ficava tão coberta de neve que parecia impossível manter o contato postal.
Mas não para Albert Thompson. Antes de emigrar para os Estados Unidos, ele aprendeu a particar esqui cross-coutry em sua Noruega natal. Quando soube do problema, disse que poderia fazer a jornada e atuar como carteiro durante o inverno. Carregando um malote postal de 40 kg nas costas e equilibrando-se com um grande bastão, Thompson normalmente fazia a viagem de 180 km em apenas três dias na ida e voltava em dois — no caminho ele comia apenas biscoitos, carne seca e bebia neve derretida. Ele se mostrou tão hábil que continuou no serviço durante vinte anos e se tornou conhecido como “Snowshoe Thompson” [algo como “Thompson Pé-de-Neve”]
“Se eu estou com meu mackinaw,” — disse Pé-de-Neve — “eu nunca congelo. O exercício me mantém aquecido. Na verdade, meu problema durante as nevascas, não é evitar o frio mas é que eu suo muito facilmente. Eu nunca passei frio nas montanhas”. O senso de orientação de Thompsom era infalível e ele salvou a vida de algumas pessoas que se perderam nas áreas montanhosas por onde ele passava. 
John Albert Thompson morreu em 1876, após prestar um serviço duro e arriscado por duas décadas — e pelo qual nunca recebeu.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...