Em Chatham-Kent, Ontário, Canadá, a polícia divulgou uma estatística no mínimo curiosa ao encerrar 2011: das 1986 pessoas detidas ao longo do ano, 203 eram arianas. Essa foi a primeira vez (quiçá a primeira vez no mundo) que a autoridade policial local fez uma lista com base nos signos do zodíaco.

Em segundo lugar, vieram os librianos com 189 criminosos. Virginianos vêm em terceiro, com 183 detidos. A seguir, pela ordem, vêm Leão (177), Peixes (169), Escorpião (166), Capricórnio (166), Gêmeos (159), Câncer (147), Touro (146) e Aquário (142). Sagitário teve o menor índice de criminalidade, com 139 presos. A polícia de Chatham-Kent informou também que não perguntou aos detidos sobre seus signos. Tudo foi classificado de acordo com uma planilha no Excel.

O responsável pela pesquisa é Michael Pearce. Ele também é o porta-voz da polícia e pelo visto não deve trabalhar muito — Chatham-Kent é apenas a 34ª. cidade mais violenta do Canadá segundo uma pesquisa recente. Segundo o National Post, Mr. Pearce diz que “não está extraindo qualquer conclusão disso”. Ou seja, não é um estudo sério. E nem deveria ser, dados os critérios vagos e o pequeno universo “pesquisado”.

Apesar disso, a astróloga do jornal canadense, Georgia Nicols, vê algum sentido nos números apresentados. Ela diz que “áries é o signo do guerreiro” e que “domina os militares. Arianos pulam de cabeça e adoram aventuras.” Arianos seriam agressivos, impulsivos e egoístas segundo a tradição astrológica.

Por outro lado, os sagitarianos (que tradicionalmente são considerados grosseiros, atirados e irresponsáveis) teriam apenas sorte: “eles não são pegos, eles são lisos”, segundo a astróloga. Mrs. Nicols não explica, porém, porque a quantidade de escorpianos (23/10-21/11) e capricornianos (22/12-21/01) presos é idêntica. Talvez porque isso solape a noção astrológica de que pessoas nascidas em épocas diferentes são diferentes.

Obviamente, a lista não convence do ponto de vista científico. Como ressaltou o professor de criminologia Anthony Dobb, da Universidade de Toronto, não faz sentido que pessoas nascidas em certa época do ano sejam mais criminosas (ou mais detidas) do que outras. O próprio Pearce reconheceu que “ano que vem a lista será completamente diferente, a não ser que as mesmas pessoas sejam presas”.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...