First page clipping of GB1405575 (A)

Quem disse que não se pode colocar os carros na frente dos bois? O inventor britânico Arthur Paul Pedrick acha que não só pode como deve. Tanto que em 1975 ele patenteou um sistema para “Propelling automobiles withour [sic] using Petrol or Gasolene [sic]”, algo como “Propelir automóveis sen [sic] usar Petróleo ou Gasolena [sic]”:

Um automóvel é propelido por um cavalo que o empurra por trás. Uma peça em forma de U, 4, é anexada às extremidades livres do automóvel, com o automóvel puxando um reboque no qual pode-se por a comida para o cavalo. O cavalo é conectado à peça em forma de U, 4, de tal modo que só pode alcançar a comida com uma pressão contra a peça em forma de U, propelindo, assim, o automóvel. O acelerador do automóvel pode ser conectado aos cilindros pneumáticos 6 nas extremidades da peça em forma de U para influenciar o empurrão do cavalo. A chave de ignição também pode ser arranjada para dar um leve choque elétrico na parte posterior do cavalo quando ligada. O pedal do freio talvez possa ser ligado por cabos ao cabresto 18 sobre o pescoço do cavalo.

Como já devem ter percebido, Mr. Pedrick tinha a melhor das intenções. Teve uma ideia que poderia minimizar a dependência externa do petróleo logo após o Choque de 1973. Em 14 de março de 1974 Mr. Pedrick pediu uma patente sobre isso, é claro. Diferentemente da maioria dos inventores desta série, Mr. Pedrick é um britânico ferrenho e só patenteou sua ideia no IPO (Intellectual Property Office), o Escritório de Patentes e Propriedade Intelectual do Reino Unido.

Para mostrar que não são só os examinadores de patentes norte-americanos os patéticos, o IPO aprovou este sistema de propulsão automotiva por força equina em 10 de setembro de 1975, sob nº. GB1405575. Infelizmente, a patente não está digitalizada na íntegra. Apenas seu resumo, acompanhado de uma ilustração e uma ficha técnica, está disponível on-line.

Se esta patente patética parece incomum, seu inventor também é. Uma rápida pesquisa nos revelou que Arthur Paul Pedrick não era um inventor qualquer. Nos anos 1960 e 1970, ele foi um dos homens mais inventivos do Reino Unido. Ironicamente, àquela altura ele já estava aposentado — justamente do UK Patent Office.

Depois de anos trabalhando como examinador, ideias é que não lhe faltariam. Mr. Pedrick tem cerca de 160 patentes em seu nome, das quais apenas metade estão on-line (total ou parcialmente). Muitas delas são completamente impráticas, orgulhosamente patéticas mesmo. Talvez Pedrick nem se importasse com isso. É muito provável que suas ideias sejam mera paródia do muito que ele viu enquanto trabalhava diretamente com patentes. Ou talvez, depois de aposentado, ele tenha resolvido dar ainda mais trabalho aos seus colegas.

Se sua genialidade é genuína ou apenas troll, não importa. São Pedrick pode ser considerado o padroeiro das patentes patéticas. Graças a ele, esta série não acaba tão cedo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...