Certa vez estava viajando numa carruagem o Professor [Richard] Porson [1759-1808], célebre por seus estudos gregos. No mesmo veículo, um calouro de Oxford entretinha duas ladies com variedades diversas, entre as quais uma citação que, segundo ele, seria de Sófocles. Uma citação grega no meio da viagem foi o bastante para despertar o professor, encolhido num canto do veículo. Esfregando os olhos, disse ele: “Meu jovem gentleman, creio que tu nos apresentaste há pouco uma citação de Sófocles a qual eu não me recordo como tal”. “Oh, sir”, respondeu o calouro, “a citação é palavra por palavra como eu a repeti e é de Sófocles mesmo. Mas eu suspeito que já faz muito tempo que o Sr. esteve no college”. O professor, meteu a mão dentro de seu imenso sobretudo e de um bolso tirou uma pequena edição de Sófocles, pedindo educadamente que o novato lhe apresentasse no livrinho a passagem em questão. Após revirar as páginas por algum tempo, o moço respondeu: “Pensando bem, agora me recordo que tal passagem encontra-se em Eurípides”.””Então, sir,” — disse o professor, enquanto alcançava em outro bolso uma edição similar de Eurípides — “poderá me fazer a bondade de encontrá-la para mim neste pequeno exemplar”. O jovem de Oxford novamente tentou cumprir o pedido, mas sem sucesso, jurando para si mesmo jamais citar grego em uma diligência. O riso das moças claramente o inforaram que ele estava em apuros. Então: “Que burro sou eu! Agora me lembro; sim, me lembro perfeitamente que essa passagem é de Ésquilo.” O implacável professor tornou ao seu bolso inexaurível e estava para passar-lhe um exemplar de Ésquilo quando o atordoado calouro gritou: “Cocheiro!, eia, cocheiro! Pare a condução; quero descer. Tenho que sair agora! Tem um camarada aqui com a Biblioteca Bodleaiana inteira no bolso!” — KEDDIE, William (ed.). Cyclopaedia of Literary and Scientific Anecdote; illustrative of characters, habits and conversation of men of letter ans science [Enciclopédia de Anedotas Científicas e Literárias: ilustrações do caráter, hábitos e conversas dos homens de letras e ciências]. Londres & Glasgow: Richard Griffin and Company, 1854. p. 126

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...