Quem curte dicionários e gosta de enriquecer seu vocabulário já deve conhecer a nossa série mais antiga (e uma das minhas favoritas): Em uma palavra.

Com base nisso, o nosso recém-chegado colaborador, Erick Lins, propôs uma série paralela com o seguinte conceito: “apresentar termos, expressões e definições que coincidentemente estão presente no vocabulário cotidiano, porém com outro significado, sendo este o aplicável aos processos típicos da ciência.”

Realmente, não faltam termos que são parecidos e geram confusão ou significam uma coisa na boca do cientista e outra na boca do povo. Vamos começar com o seguinte:

aniquilação
s.f. Na boca do povo: redução completa do valor, anulação; derrota, humilhação. Na boca do físico: resultado da colisão entre um pósitron e um elétron, gerando radiação gama em pequena intensidade; processo aplicado em Espectroscopia de Aniquilação de Pósitrons.

Não confundir com aniquelação, que pode ser uma grafia errada na linguagem comum, mas em termos científicos seria algo como recobrir com uma camada de níquel.


Erick Lins é Químico produto da Universidade de Brasília, atualmente testando sua resistência ao frio nas pradarias canadenses. Entusiasta de ciências, fã de Pearl Jam, hockey aficionado e ainda acha o Hitman de Garth Ennis uma boa história.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...