Quem tem miopia às vezes não consegue enxergar bem algo que está exatamente ao seu lado. Parece ser o caso dos professores de um certo garoto de Liverpool…

O ano letivo acabou e enquanto muitas crianças já estão livres e se divertindo, algumas ainda podem ter contas a acertar com os pais por causa do boletim. Aliás, ainda se emitem boletins? Seja como for, esse documento costumava trazer as notas do aluno e, em alguns casos, algumas observações dos professores quanto ao comportamento. Para quem não está familiarizado com esse tipo de coisa, o boletim a seguir, registrado em setembro de 1956 num colégio inglês, é uma boa amostra disso:

image

Este boletim era de um rapaz que, na época, tinha 15 anos. Vejamos o que os professores tinham a dizer sobre o garoto:

  • Prof. de Francês — “Um menino inteligente que poderia ser muito melhor com um pouco de concentração em classe”
  • Prof. de Matemática — “Se continuar desse jeito, ele certamente está no caminho do fracasso”
  • Prof. de Ciências — “Seu trabalho é sempre desleixado e ele se contenta em ‘viajar’ em vez de usar suas capacidades”
  • Prof. de Religião“A atitude em classe é da mais insatisfatória”

Para o Diretor, “ele tem muitas ambições equivocadas e sua energia costuma ser colocada no lugar errado”. Em suma, temos aqui um garoto que parece um bocado problemático.

Ou talvez não. Para o professor de Artes, ele fez um “bom trabalho neste semestre” e o de Educação Física também o considerou “bom”. Com o equivalente a 59,5 kg e cerca de 1,62 m de altura, o dono desse boletim era um menino relativamente franzino chamado John Lennon.

(via Open Culture)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...