Pense Grande Nesse Grande Dia de Darwin

Finalmente sobrevivemos até o tão esperado Bicentenário Darwin Day! Conseguimos trazer nossos genes para esse momento tão impar da história do conhecimento. Hoje, dia 12 de fevereiro, celebramos globalmente a Ciência e a Razão. Celebramos mundialmente a vida, as descobertas, a obra e o legado de Charles Darwin. No mundo todo, estão previstos mais de 300 eventos em 31 paises para o Darwin Day de 2009.
No dia 12 de fevereiro, exatamente dez anos antes de Darwin nascer morria Lazzaro Spallanzani, padre e biólogo italiano que fez experimentos mostrando a impossibilidade da geração espontânea. Ele mostrou que os microorganismos movem-se pelo ar e podem ser eliminados por fervura, antes de Pasteur. Assim como Paster pôde ver mais longe por estar no ombros de gigantes do passado, Darwin também se apoiou nos ombros de gigantes como Buffon, Lyell, Henslow, Paley e Lamarck. E Lamarck esse ano comemora 200 anos de seu livro Philosophie Zoologique, mas só é lembrado como o cara todo errado. Veja sua verdadeira idéia errada e a diferença entre seu mecanismo proposto e o de Darwin.

Hoje temos por certo que não somos o centro de nada, nem do universo nem da vida. Não somos em nada divinos, nem dependemos de nenhuma força sobrenatural para sermos como somos. Somos parentes de todos os seres vivos inclusive daqueles que não acreditam nisso. Somos o produto de um processo que não é nem intencional nem aleatório, é o meio termo entre ambos, como um sem-querer-querendo que gera criaturas sem criador. Somos projetados, mas não fomos projetados por algo mais inteligente e superior e sim por um processo cego e mecânico de seleção natural. Hoje somos totalmente livres do pensamento místico para explicar nossas origens ou qualquer outro fato da natureza.
 title=E por isso o dia de 12 de fevereiro depois de uma votação em São Paulo foi considerado o Dia do Orgulho Ateu. E hoje estamos na primeira edição do Dia do Orgulho Ateu. Assim como Darwin conseguiu conviver e até ser casado com pessoa religiosa nós também conseguimos. E assim como ele abandonou sua fé após a morte de sua filha Annie em 1851 nós também podemos abandoná-la sem prejuízos para nossa vida moral, existência em vida nem para nossa inexistência em morte.

No Brasil ao contrário do resto do mundo dedicamos um ano inteiro a Darwin. E o Brasil, o maior pais católico do mundo, é o único que idealizou para 2009 o Ano da Biologia posteriormente transformado em Ano de Darwin, o único pais que, além de celebrar a Ciência e o Humanismo, também celebra o Ateismo hoje. Entretanto, até agora apenas 13 eventos comemorativos estão cadastrados no site do Ano de Darwin para 2009 no Brasil. Por que isso? Onde estão os tantos centro acadêmicos de Biologia do Brasil? Onde estão os professores de Ciências e Biologia? Onde está o Conselho Regional de Biologia e as sociedades científicas? Precisamos nos unir e promover muitos eventos e celebrações de uma data tão importante e mostrar que se uma teoria foi capaz de unir temas tão diversos é capaz de unir as pessoas que se interessam por eles.

Pelo menos a mídia parece mais antenada. São programas especiais sobre nosso aniversariante na Globo News, na National Geographic, entre outros. São capas inteiras dedicadas a Darwin como na Veja, na Scientific American Brasil, Netional Geographic, além de matérias como na Revista Época entre outras. Infelizmente a mídia, em sua ânsia por sensacionalismo, quase sempre apresenta a notícia do bicentenário em forma de controvérsia, debate, conflito e disputa entre cientistas e religiosos, quando não julgam os “erros” de Darwin em sua época segundo os parâmetros atuais, anacronicamente.

Temos que perceber que essa polêmica entre religião e ciência é assunto pra século XIX e XX. A verdadeira provocação de Darwin que vale apena ser levantada no século XXI é a de que invertebrados tem sentimentos, preferências, senso estético, em suma: eles pensam! Então a questão perigosa e desafiadora não é sobre a não existência de vida subjetiva após a morte e sim a existência de vida subjetiva nos invertebrados vivos!!! Então se você ficou grilado com essa notícia o grilos não ficariam. Pense nisso.

Ainda sobre o dia 12 de fevereiro, Darwin e Lincoln, além de terem nascido no mesmo dia, tinha na luta contra a escravidão uma marca própria. Darwin de família liberal anti escravocrata quase teve que voltar nadando pra Inglaterra depois de uma briga com FritzRoy sobre o modo como eram tratados os escravos no Brasil. E Lincoln graças a emancipação dos escravos americanos foi citado no famoso discurso de Martin Luther king. Mas ainda hoje existem muitos escravos no Brasil e no mundo. O que faremos?

Primeiro os escravos depois as mulheres. No dia 12 de fevereiro de 1870 as mulheres em Utah recebem o direito de voto, sendo este um dos primeiros estados ou territórios a conceder este direito às mulheres. Mas ainda hoje muitas mulheres são discriminadas e ganham menos pelo mesmo trabalho durante o mesmo período do que homens. O que faremos?

Então 200 anos parecem muito, mas o legado de Darwin está só começando. Temos muito a fazer seja para promover a Ciência promovendo e convocando celebrações, seja para expandir o senso comum, bem como a mídia ainda muito presa no desmame do pensamento místico, e sejam para concretizar de fato as conquistas de iqualdade de direitos e respeito dos direitos humens, ao mesmo tempo pensando em expandir esse direitos universais primeiro aos grandes primatas, nosso parentes mais próximos.

Aproveite que o ano de 2009 terá um segundo a mais devido a ajustes entre o relógio atómico e a rotação da Terra e aproveite esse Dia de Darwin até o último segundo e use seu segundo extra para deixá-lo maior. Nesse grande final de Dia de Darwin faça como ele: não tenha medo de pensar grande e, claro, cedo ou tarde divulge seus pensamentos!!!

Obs: Até o dia 24 de novembro tem tempo suficiente para promover muitos eventos sesquicentenários!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 4 comentários

  1. João Soares disse:

    Parabéns pelo Portal e tão vasta informação. Nos EUA sabemos que há forte contestação ao darwinismo.Mas tal como Galileu, a Igreja Católica irá um dia abrir mão e pedir desculpas a Darwin. Ainda assim, com seus erros e virtudes, a mensagem do Perdão e Fraternidade do cristianismo acaba por derrubar as hierarquias e a cultura no interior do Vaticano.
    Um abraço

  2. João Soares disse:

    Olá novamente
    Em Portugal, vale a pena consultar o sítio comemorativo
    http://www.darwin2009.pt/home/

  3. Nátalie disse:

    Estou com uma dúvida, encontrei em um site um especial do Mês de Darwin que está passando na tv a cabo e que estou acompanhando (http://natgeo.uol.com.br/especiais/mes-do-darwin/), mas lá diz 150 anos. São 150 anos da Teoria e 200 anos de aniversário? É isto?

  4. CORSO disse:

    olá! Petiano (egresso)!!! bem como já lhe disse seu blog acompanho “religiosamente”, seus questionamentos sobre o porque temos tão poucos eventos sobre o “ANO DA BIOLOGIA” são tbm minha preocupação… infelizmente não estamos vendo Biológos ativos nessa questão, e ate mesmo Institutos consolidados estão deixando de lado… bem, vamos fazer nossa parte…e vc faz a sua melhor do que ninguem…
    meus parabens!!!
    ate mais!
    CORSO

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Arquivos

Categorias

.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM