Por que todo ser humano deveria ser fã de Charles Darwin?

Darwin é considerado o “Sol” do século 19 não por acaso. Ele é um dos poucos pensadores de dois séculos que ainda continua tão provocador e desafiador para nossas mais seguras e arraigadas convicções. A lenta revolução deflagrada por ele só agora está transbordando de fato para as todas as outras áreas do saber. E muito das mudanças que são implicações dos desdobramentos do darwinismo ainda estão por ocorrer.

É muito fácil, atualmente, se produzir celebridades como que por geração espontânea. Como que cultivando gremlins, o regador da mídia encharca mais e mais pessoas para colher celebridades, que são passageiras e circunscritas geográfica e historicamente.

Entretanto a importância de Darwin transcende desde o regionalismo dos cientistas franceses da época, passando pela rechaça dos russos socialistas, chegando até à possível inveja americana de o HMS Beagle não ter passado por lá. Seu legado atinge igualmente todos os povos e culturas do mundo. Ele é relevante até para as formigas, os primeiros agricultores do mundo, que desde muito cedo já estão experimentando os poderes da seleção artificial ao cultivar fungos e pulgões.

Por isso, pelo Darwin ser o tema desse mês para a discussão interdisciplinar do blog Roda de Ciência, e pelo muito que ainda está por vir com o Darwinismo no século 21, elenco aqui dez motivos para sermos fãs de verdade de Darwin e não subestimarmos seu legado.

Por que todo ser humano deveria ser fã de Charles Darwin?

1-Porque Darwin foi o cara que teve as duas ideias mais importantes, revolucionárias e abrangentes da humanidade: Seleção Natural e Seleção Sexual.

2- Porque ele mostrou como o acaso e a necessidade podem interagir para gerar complexidade a partir da simplicidade, sem a necessidade de uma inteligência superior.

3- Porque ele mostrou que vale mais a pena procurar inteligência nos insetos do que no cosmos.

4- Porque ele teve coragem de dizer que as plantas fazem sexo e que as fêmeas têm senso estético em plena Inglaterra vitoriana, coisa que muitos relutam em aceitar ainda hoje.

5- Porque ele inaugurou todo um imenso programa de pesquisas integradoras entre diferentes disciplinas tanto da Biologia quanto fora dela.

6- Porque ele previu que com o Darwinismo, a Psicologia iria ter um novo fundamento “num futuro distante” e que a Filosofia iria precisar conhecer bem os primatas para falar sobre o ser humano

7- Porque com ele podemos até explicar porque a religião existe sem precisar postular a existência de nenhuma mágica.

8- Porque ele tirou de vez o ser humano de seu pedestalzinho imaginário no centro de tudo.

9- Porque ele foi contra a escravidão e a favor da origem única e da unidade dos grupos étnicos humanos.

10- Porque Darwin foi um exemplo de humildade em pessoa e que trouxe a verdadeira humildade para o ser humano.

É mais do que suficiente para continuarmos cada vez mais confiantes na importância do Darwinismo e para cultivarmos sempre nossa curiosidade e nosso pensamento crítico como ele fez.

Abaixo está o documentário especial completo que a globo news fez sobre Darwin no mês do bicentenário Darwin Day. São 4 programas legendados de 3 vídeos com aproximadamente 10 minutos cada. O primeiro programa é sobre  A História Pessoal de Charles Darwin. O segundo é sobre Os Impactos da Teoria de Charles Darwin. O terceiro é sobre a antiquada “teoria” do criacionismo. E o quarto e último programa fala sobre Os Limites do Homem Pós-Darwin. É um ótimo documentário como um todo e conta com participação de figuras de peso, como Daniel Dennett, biógrafos de Darwin, pesquisadores entre muitos outros.

A História Pessoal de Charles Darwin



Os Impactos da Teoria de Charles Darwin



A Antiquada “teoria” do criacionismo



Os Limites do Homem Pós-Darwin



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 9 comentários

  1. João Carlos disse:

    Tomei a liberdade de publicar um post no “Roda de Ciência” linkando para este post.

  2. Varella,
    Darwin nasceu, viveu e morreu no século XIX – deveria então ser considerado como o “sol do século 19” e não 18, como se lê no início de seu post.

  3. marcoevolutivo disse:

    Valeu pela correção Ítalo. Esses séculos me deixam louco!!hehe

  4. Isabela disse:

    Documentário fantástico.. fez com que eu conhecesse um pouco mais a fundo a questão do Evolucionismo, já que eu nunca me aprofundei muito nisso,embora sempre tivesse admirado. Serviu para que eu confirmasse coisas em que eu já acreditava – ou não, a intervenção de Deus na natureza, por exemplo – e isso me deu até um certo alívio.
    Fiquei chocada com o trecho que retrata o ‘choque’ da religião com o ponto de vista científico. Não acho justo que eles queiram impor as opiniões e costumes deles sobre os outros, isso é íntimo e pessoal.
    É aí que entra a parte má da Evolução; quando os seres humanos usam-a pra sobressair em relação aos outros, dominar, etc.
    PS: Desculpe pelo enorme texto. O documentário é tão incrível, que eu ficaria dias aqui falando.

  5. Ana Carolina disse:

    Olá, eu sou aluna do Colégio Militar do Rio de Janeiro, antiga Casa de Thomaz Coelho, e estou fazendo um trabalho sobre a Teoria de Darwin. Meu tema é Impactos com relação a religião. Obrigada pela compreensão. Espero um bom resultado, e que chegue logo.

  6. jociel disse:

    Bom, é dificil encontrar a maneira mais contundente e breve quando trata-se da teoria evolucinista, e de seu co-autor.
    Devo Lembra-lo que Darwin apesar ser imensuravelmente responsável e dotado de enorme capacidade de fragmentar e elucidar o que por muito tempo foi subversivo, ele não deve ser o único mencionado quanto ao mecânismo e articulação da evolução.

  7. Caroline disse:

    Caro Marco,
    parabéns por este trabalho.
    Precisamos cada vez mais de divulgadores científicos para frear essa pseudociência que tem insistido em enraizar em nosso solo darwiniano.
    Linkei este post no meu blog.
    Grande abraço!
    Professora Carol

  8. Douglas disse:

    Caro Marco,
    por gentileza, nos apresente um “Elo perdido” para QUALQUER espécie, então Darwin, de fato teria todo este mérito…
    Stalin, Hitler, Mussolini, entre outros – obviamente não comparando índoles – também deixaram uma marca eterna na história, nem por isso positiva.
    Sobre as alegações de que as teorias Criacionistas seriam impostas… é uma vergonha a comunidade científica se utilizar exatamente dos mesmos expedientes medievais para impor sua teoria apoiada… Afinal, enquanto não for comprovada, e ainda não foi, nunca passará de mais uma teoria… mas como sentimentos nada científicos e nem nobres envolvem a aceitação de que esta ou aquela teoria nunca foi provada cegam a muitos envolvidos… permanecemos no mesmo obscurantismo de uma idade negra, maquiada de ciência.

  9. Fernando Kosh disse:

    Tudo bem que há pessoas que não conhecem a teoria de Darwin a fundo, mas penso que hoje em dia, onde há uma TV, rádio (desde que não sejam evangélicas) e/ou Internet, não há como acreditar que tal teoria seja desconhecida. Todo mundo já ouviu falar pelo menos uma vez na teoria da evolução de Darwin.
    Crer no criacionismo é escolha: A pessoa escolhe crer que foi feita por um “algo” maior por ser mais conveniente. Além dela se sentir importante, também usa as muletas cedidas por sua crença no nada para justificar suas frustrações, fraquezas, devaneios, mau humor, falta de vontade de crescer e preguiça, entre outras desgraças pessoais.
    Uma boa definição (já que falei em muletas) seria dizer que essas pessoas são paraplégicos em seu ser.
    Viva Darwin!
    Esqueçam os deuses das muletas!
    Parabéns pelo maravilhoso artigo, Varella.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Arquivos

Categorias

.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM