Ades Egypti e seu Entusiasmo Contagiante

Era impossível ficar ao lado de nosso querido César Ades, que nasceu no Cairo, Egito, e não ser levado por seu entusiasmo contagiante. Conheci o César em 2003 no XX Enconto anual de Etologia (EAE) em Natal, em meu terceiro ano de graduação eu ainda não havia encontrado minha área de pesquisa. Lá depois de uma brilhante palestra sobre todos os EAEs anteriores eu estava mais do que cativado pela Etologia, principalmente voltada para os humanos. Ele autografou meu livro de resumo e me desejou um futuro brilhante.

Em meu último ano de graduação fiz um trabalho sobre a consciência animal e se não fosse um texto do César ter me tocado e me motivado não teria tirado da nota máxima.

Em 2004, ao final de meu bacharelado na Unesp de Bauru com Sandro Caramaschi, ex-aluno do Prof. César, fui conversar com ele para estudar possibilidade de um mestrado. Eu estava super nervoso, mas ele me deixou bem a vontade e no decorrer da conversa percebemos que estávamos em sentidos contrários: ele era um psicólogo mais voltado para o comportamento dos outros animais e eu um biólogo interessado no ser humano. Então, ele me indicou a Profa Vera Bussab que acabou sendo minha orientadora de mestrado e de doutorado no Bloco F do IP-USP, inaugurado pelo César enquanto diretor do Instituto anos antes.

Sua disciplina de pós sobre Comunicação Animal me forneceu bases sólidas para um estudo comparativo da musicalidade humana. Cada aula com ele era uma maravilha, ambiente descontraído, informações precisas e conexões muito bem elaboradas.

Fora as belas homenagens oficiais a ele realizadas pelo Instituto de Psicologia da USP, muitas palavras relevantes e tocantes foram colocadas aqui na nossa Série Especial do ScienceBlogs Brasil em homenagem ao César, o Grande ao meu ver.

Eu (depois de ficar uma semana e meia fora do ar devido a uma fratura e cirurgia no braço dois dias após seu falecimento) gostaria de acrescentar algo que julgo muito louvável sobre ele. César Ades era tão entusiasmado e curioso por conhecimento que ele não conseguia se conter em apenas dar aulas, fazer pesquisas, publicar, orientar, ter cargos administrativos, organizar eventos, ele também fazia e valorizava a divulgação científica.

Ao ser esse acadêmico generalista digno de um Da Vinci moderno, a divulgação científica não poderia passar em branco. Ele deu diversas entrevistas tais como a brilhante ‘Psicologia e Biologia – Entrevista com César Ades’, e a ‘Entrevista: César Ades estuda a evolução do comportamento animal’. Escreveu e deu várias contribuições para a Ciência Hoje Criança como explicando a importância da limpeza nos animais em ‘Tá limpo!’. Ele deu várias palestras e também participou de várias comemorações do Dia de Darwin. Esse ano, César compareceu ao Catavento Cultural para participar de um talk show com o Prof Nélio Bizzo. Como sempre tudo bem descontraído e informativo. Ele sempre frisava na importância de Darwin enquanto o primeiro psicólogo evolucionista. Sua importância como divulgador é crucial e assim como todas suas outras características irá continuar inspirando gerações de pesquisadores e admiradores.

Uma de suas mais atuais metas era a de reunir etólogos eminentes da América Latina para um simpósio debatendo origens, desafios e perspectivas futuras da área, de modo a gerar um livro em conjunto sobre as experiências em cada país e a semente de uma aliança Latino-Americana de Etologia. Reuniremos esforços para realizar essa grande ideia junto a alunos e profs.

Um dos mais tocantes comentários sobre o César pra mim foi o do Prof. Fernando Ribeiro quando queria destacar uma virtude dele.

“Quem o vê hoje, e encanta-se com seu entusiasmo, conhece o mesmo César Ades de 40 anos atrás. E foi esse entusiasmo que escolhi, a fim de destacar uma de suas virtudes, ao cumprimentá-lo, na ocasião de sua indicação para o Instituto de Estudos Avançados, quando disse a ele: Fui percorrendo suas marcas, a inteligência, a erudição, o caráter… mas como me impus uma escolha, fiquei com o entusiasmo, sem o qual a inteligência não se acende, a erudição não se atinge, o caráter não se transmite. Sim, porque César Ades é, e sempre foi, um professor. Sua extroversão e a expressividade com que se comunica constituem sua face visível”

Fique agora com os dois vídeos de uma entrevista de César Ades concedida ao programa Trajetória da TV USP em 2011 e com o vídeo mais recente do César Ades no Dia de Darwin. Assim um pouco dele e seu entusiasmo sempre viverá em nós de modo a podermos contagiar toda uma outra geração com suas idéias e atitudes.


Dia de Darwin 2012

3º Simpósio em Psicobiologia na UFRN

Como os neurônios dão sentido musical às vibrações de ar que chegam aos nossos ouvidos? Como evoluiu a visão em cores em nós primatas? Porque achamos bebês tão cuti-cuti? Como pode a ecologia comportamental ajudar na conservação? Como o cérebro mede o tempo ou como cria a realidade? Como o medo e a memória se organizam no cérebro?
Estas, outras perguntas e todas a respostas vocês encontrarão no 3º Simpósio em Psicobiologia, Cérebro: desafios sem fronteira de 24 a 26 de novembro em Natal. Organizado pela pós-graduação em Psicobiologia da UFRN a terceira edição do evento conta com palestras, minicursos e apresentação de trabalhos.
Já estão abertas para a submissão de resumos que vai de 10 de outubro a 11 de novembro. O processo de submissão é todo online e cada autor pode submeter até 3 trabalhos.
As palestras são dadas ao longo dos três dias de evento tanto por alunos do próprio programa, quanto de professores convidados vindos de outras universidades. Serão 9 os minicursos apresentando temas variados, desde cognição em peixes até modelos farmacológicos no estudo da doença de Parkinson. As inscrições são bem acessíveis para estudantes e profissionais. Tudo isso fora as maravilhas das paisagens e praias de Natal. Compareçam.

Simpósio de Bem-Estar Animal na Unesp Rio Preto

Uma das maiores lições que podemos tirar do processo evolutivo é a noção de que não somos o ápice da natureza. Descer do pedestal egocêntrico imaginário é uma tarefa difícil, mas recompensadora e necessária, caso queiramos continuar existindo como espécie.

Ao nos vermos como apenas mais uma espécie qualquer, percebemos nossa milenar falta de respeito e pouco caso para com as outras espécies corriqueiramente ditas inferiores. Perceber isso é apenas o primeiro passo, o segundo é conhecer formas de promover condições de existências mais dignas para as outras espécies.

São justamente essas temáticas as abordadas no Simpósio de Bem-Estar Animal, organizado pelo Grupo de Estudo em Zoologia e pelo Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal do IBILCE, UNESP, realizado de 3 a 5 de novembro em São José do Rio Preto.
A programação conta com um mesa redonda sobre os prós e contras dos zoológicos, palestras e minicursos.
As seis palestras tem temas que vão desde a história do bem-estar animal até os crimes contra a fauna. Os minicursos serão sobre enriquecimento ambiental, comunicação animal e bem-estar animal. O custo da participação é bem acessível.
Esse promete ser um ótimo evento e desde já parabenizo a organização pela iniciativa e sua concretização. Participem!!!

150 anos de ‘A Origem das Espécies’ Uma Celebração

Finalmente entramos na tão esperada semana dos 150 anos da publicação do Origem das Espécies. Então se preparem, pois essa semana do dia 23 ao dia 27 de novembro de 2009 será um marco evolutivo no século XXI. Teremos palestras gratuitas, livros, música, vídeos, podcasts e muitos mais no sesquicentenário do Origem das Espécies aqui no MARCO EVOLUTIVO.


Começaremos com a programação de evento em São Paulo. Do dia 23 ao dia 27/11 sempre das 17h30 às 19h ocorrerá no Instituto de Biociências da USP o “150 anos de ‘A Origem das Espécies’: Uma Celebração”. Trata se de uma programação gratuita e imperdível de palestra, mesa-redonda, documentário e apresentação musical.

Na segunda, dia 23 o Prof. Dr. Nélio Bizzo, um dos maiores historiadores de Darwin no Brasil e autor do livro “Darwin: do Telhado das Américas à teoria da Evolução” e do livro “Evolução dos Seres Vivos” dará a palestra intitulada “Do ‘Big Species Book’ ao ‘Origin of Species’: O que mudou na obra publicada de Darwin?”

Na terça, dia 24 haverá uma mesa redonda em que o Prof. Cesar Ades falará sobre “Uma reflexão sobre o capítulo ‘Instintos'”. O Prof. Dr. João Morgante falará sobre “Wallace no ‘Origem'” e o Prof. Dr. Sasndro de Souza falará sobre as “Predições de Darwin”.


Na quarta e quinta, dias 25 e 26 haverá a apresentação do documentário da BBC “Charles Darwin e a árvore da vida” de nosso amigo Sir David Attenborough, seguido de comentários dos professores Dr. Diogo Meyer, um dos autores do livro “Evolução o sentido da Biologia” e a Dra. Maria Prestes.

Na sexta, dia 27 para encerramento haverá um recital de Música Oitocentista. Veja aqui a programação detalhada do evento do IB da USP.

No sábado, dia 28 haverá no Museu de Zoologia da USP, como continuação do ciclo de palestras da Exposição “Darwin: Evolução para Todos”, terá outra palestra do Prof. Dr. Nélio Bizzo intitulada “Charles Darwin: o postilhão dos Andes”. Aproveite que a semana do marco evolutivo sesquicentenário do Origem das Espécies só está começando.

Novembro dos 150 anos do “Origem das Espécies”

Sem dúvida nenhuma esse novembro é o mês mais importante do ano para a ciência. No dia 24 de novembro o livro “Sobre a Origem das Espécies por Meio da Seleção Natural ou a Preservação de Raças Favorecidas na Luta pela Vida”, a primeira edição de 1859 faz 150 anos. Depois do Dia de Darwin, 12 de janeiro, data em que Charles Robert Darwin fez 200 anos, o dia 24/11/2009 é a segunda data mais importante desse Ano de Darwin.

Por isso muitos eventos já estão marcados para as celebrações sesquicentenárias do livro que mudou nossa maneira de entender a vida e o lugar o ser humano na natureza. Apresento aqui quatro eventos, em São Paulo, São José do Rio Preto, Rio Claro e Porto Alegre, que se somam aos muitos eventos divulgados na página do Ano de Darwin.

Em São Paulo, o VII Ciclo de Palestras do Museu de Zoologia da USP, que vai até dia 5 de dezembro, continua com palestras quinzenais gratuitas e com atestado de participação, sempre ministradas por pesquisadores dirigidas a todos os interessados. Nesse sábado dia 07/11, o Dr. Sergio Antonio Vanin falará sobre “As adaptações nos insetos e a seleção natural”. O ciclo o corre junto à exposição “Darwin: Evolução para todos,” que vale muito ser visitada.

Em São José do Rio Preto ocorre de 9 a 12/11 a “I Semana da Evolução: de Darwin aos dias atuais” organizada numa parceria entre o PET – Biologia e o Centro Acadêmico “3 de Setembro” do IBILCE – UNESP campus de Rio Preto. A semana conta com 5 palestras sobre diferentes aspectos do pensamento evolucionista, uma exibição de documentário, uma apresentação de painéis e uma visita ao observatório astronômico. Trata-se de uma excelente oportunidade para integrar alunos de graduação e docentes das faculdades de Rio Preto e região, bem como o público externo à Universidade em torno das celebrações Darwinistas de 2009 e das implicações atuais do pensamento evolucionista.

Em Porto Alegre ocorre de 16 a 18/11 o II Porto Alegre Biologial Evolution Workshop” “Celebrating Darwin’s Year”, um evento de peso com pesquisadores internacionais e nacionais organizado pelo Departamento de Genética da UFRGS. Serão uma palestra e 10 conferências cada uma contando com professores extras na função de debatedores promovendo a discussão. Dentre os muitos convidados ilustres estão o Dr. Michael Ruse e o Dr. Francisco Salzano. O evento busca caracterizar o estado da arte na Biologia Evolutiva, enfocando a evolução humana, animal e de plantas, integrar conhecimentos dessas distintas áreas, avaliar a Teoria Sintética segundo os conhecimentos atuais dos processos e padrões evolutivos e promover a discussão.

Em Rio Claro ocorre nos dias 24 e 25/11 o evento “150 anos: A Evolução da Teoria” organizado em conjunto pelo Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular, em Zoologia, pelo Dep. de Biologia, de Educação da UNESP campus de Rio Claro e a Sociedade Brasileira de Geologia. Serão 2 minicursos, 3 palestras e uma mesa redonda, abordando temas como Darwinismo e ética animal, paleobioestratigrafia, ensino de evolução, paleobiologia, história do Origem das Espécies e Evo-Devo. Além disso, haverá o lançamento da Edição Especial do Jornal Bios feras “Darwin e a Teoria da Evolução: ontem e hoje”. Esse é um jornal muito interessante, pois tem a proposta de divulgar material científico de modo que possa ser acessado também por público leigo e alunos de ensino médio, além de graduandos. Vale a pena acompanhar a Bios feras e todos esses eventos sesquisensacionais.

1º Simpósio em Psicobiologia de Natal

É com imenso prazer que anuncio e recomendo o 1º Simpósio em Psicobiologia: do Cérebro ao Comportamento da UFRN em Natal. O evento ocorrerá nos dias 6 e 7 de novembro, sexta e sábado. É organizado pelos alunos da Pós-Graduação em Psicobiologia como parte das comemorações do bicentenário de Darwin e 150 anos do ‘Origem das Espécies’ e busca oferecer de forma integrada uma perspectiva investigativa em neurociências e comportamento animal tanto para desperta o interesse pela pesquisa científica quanto para contribuir para a formação de profissionais da área.
 
O Simpósio em Psicobiologia compreende quatro temas: cronobiologia, estudos do comportamento, psicobiologia dos processos cognitivos e endocrinologia comportamental. Serão um total de 15 palestras abordando desde questões conceituais e históricas sobre a Psicobiologia até perspectivas futuras, passando por abordagens proximais para o sono, psicopatologias, hormônios sexuais, comportamento alimentar entre outros, e passando também por abordagens distais evolutivas com a evolução do sistema nervoso e a importância da evolução para o estudo da mente humana.  
 
É raro encontrarmos um evento científico que apresente de forma conjunta tanto mecanismos de funcionamento do comportamento quanto suas origens evolutivas. E é por isso e por outros aspectos, como a possibilidade de entrar em contato com profissionais da área e a possibilidade de aumentar sua aptidão na festa BIONYX – à luz da evolução, esse Simpósio será um evento imperdível. Lembre-se que até amanhã, dia 3/11 a inscrição é mais barata, apenas R$ 25,00. Então recado dado, aproveitem o simpósio.

Simpósio de Sexologia e Coletânia em Seleção Sexual

Nesta quinta feita, dia 01/09 tem início na UNESP de São José do Rio Preto o Simpósio de Sexologia promovido pelo Centro Acadêmico de Biologia “3 de Setembro”. O evento abordará os estudos acerca da sexualidade, envolvendo três grandes temáticas: a biológica comparativa e adaptativa; a do direito envolvendo aborto e crimes sexuais; e a informativa e de saúde envolvendo orientação sexual, sexualidade nas universidades e DSTs. Achei muito interessante a programação, pois geralmente a abordagem evolutiva para a sexualidade está fora da Sexologia.

Durante o Simpósio de Sexologia eu darei um mini-curso sobre a Evolução das Estratégias Sexuais. Para os participantes e para todos interessados no tema eu recomendo que leiam os posts sobre seleção sexual do MARCO EVOLUTIVO. Para descobrir sobre os padrões da seleção sexual nos outros animais vejam:

Para descobrir influências da seleção sexual no comportamento humano vejam:

E para vejam ótimos vídeos de especialistas no assunto vejam:
 

E falando em ótimos vídeos, aqui veremos em primeira mão um vídeo colocado hoje no youtube de um podcast do Biólogo Evolucionista Tim Clutton-Brock do Museu de Zoologia da Universidade de Cambridge. Nele Clutton-Brock aborda primeiro o desafio à evolução que os ornamentos representaram pra Darwin e sua solução foi criar a Seleção Sexual. Ele separa a beleza em dois tipos: a beleza simples e funcional do design adaptativo que evoluiu por seleção natural; e a beleza exagerada, multifacetada e complexa dos ornamentos que evoluiu por seleção sexual.

Ele fala que a seleção sexual, apesar de pensada só para formas e cores, atua em todas as formas de sistemas de sinalização e envolve sons e cheiros atraentes. Para ele as aves e mamíferos diferem quanto aos canais de comunicação o que pode ser evidenciado nas diferenças de ornamentos. As aves são em geral mais visuais e sonoras enquanto os mamíferos são em geral mais voltados para os ornamentos olfativos. Ele borda também que a maioria das pesquisas tem foco nas exibições masculinas, mas que atualmente os ornamentos femininos estão sendo mais estudados. Aborda também o efeito da assimetria no investimento parental nas diferenças sexuais nos humanos e nos benefícios que as fêmeas têm na seleção sexual.

Revolucion Darwin no Chile

revoluciondarwin.jpgComeçou hoje aqui em Santiago del  Chile o Seminário Revolução Darwin – el legado intelectual de Darwin en el siglo XXI. Simplesmente a maior comemoração darwinista do mundo em 2009!  São mais de 2.600 pessoas assistindo a palestras fantásticas sobre darwinismo fora todas aquelas assistindo em tempo real pela internet!

Organizado pela Fundacion Ciencia y Evolucion esse seminário que ocorre entre os dias 7 e 8 de setembro conta com as maiores personalidades da Psicologia Evolucionista. Trata-se de Steven Pinker; Daniel Dennet, Leda Cosmides, John Tooby, Matt Ridley, Helena Cronin entre outros.

As palestres estão muito interessantes e os professores muito acessíveis. Descubra mais no site do evento. Veja ao vivo aqui e descubra alguns videos aqui.

Dicas Sobre o Bicentanário de Darwin

É com muito prazer que comunico que estou de partida para a Europa. Vou participar do 15th Annual European Meeting of PhD Students in Evolutionary Biology em Schoorl na Holanda. E por isso estarei fora do ar durante julho e a primeira metade de agosto.

Mas antes de partir deixo aqui mais dicas comemorativas do Bicentenário de Darwin.
A primeira dica é o filme sobre a biografia de Charles Darwin que promete. O trailer pode ser visto no site do filme chamado Creation. O site também conta com notícias, downloads e fórum de discussão. Vale apena conferir. 


A segunda dica é o Encontro de História e Filosofia da Biologia 2009 de 19 a 21 de agosto no Instituto de Biociências da USP. Promovido anualmente pela Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia (ABFHiB), o evento desse ano também será especial dadas as datas evolutivas de 2009. A programação do está muito legal e os trabalhos aceitos estão muito interessantes também.

A terceira dica é do XXVII Encontro Anual de Etologia promovido pela Sociedade de Brasileira de Etologia, de 12 a 15 de novembro de 2009, em Bonito, Mato Grosso do Sul. Esse ano além das palestras apresentações orais e pôsteres haverá também uma exposição sobre Darwin, chamada Revolução da Darwin, que promete estar muito boa. Mais noticias sobre a área da Etologia não Brasil pode ser encontrado no blog
ETOLOGIA NO BRASIL.

Espero que vocês aproveitem essas dicas e espero trazer notícias fresquinhas direto de Londres sobre as celebrações do Bicentenário de Darwin e os 150 anos do Origens.

Exposições, Simpósio e Entrevista sobre Darwin

Dando continuidade às comemorações do bicentenário de Darwin e 150 do “Origem das Espécies” aqui no MARCO EVOLUTIVO, apresento duas opções de programa darwinista para esse final de semana dias 16-17 na cidade de São Paulo e uma série de vídeos de Maria Isabel Landim explicando Darwin.

A primeira opção é para não perder os últimos dias da exposição DARWIN NOW apresentada na capital paulista pelo British Council e pela Estação Ciência. A exposição temporária DARWIN NOW explora a vida e obra de Darwin e o impacto que suas idéias sobre a evolução das espécies ainda provocam. Ela ficou na Estação Ciência desde 16 de abril e domingo, dia 17 de maio, é o último dia. A DARWIN NOW tem 8 painéis duplos, ilustrados, com textos em português e inglês, além de elementos interativos para o público mais jovem.

Os temas abordados são 14: Quem foi Darwin; Redes Globais; Teoria de Darwin: hereditariedade, variação, seleção; Reações; Evidência para a Evolução – Naquela Época; Evidência para a Evolução – Hoje em Dia; A Evolução desafia a Religião?; Como surgem as novas espécies?; Humanos em Evolução; Como a Música evolui?; Como evoluem os Genomas?; Evolução Íntima ?; Uma Síntese Maior?; Por que tantos?; além do mapa da viagem de Darwin no H.M.S. Beagle, com as regiões costeiras de todo o Hemisfério Sul visitadas. Achei muito legal que finalmente alguma exposição sobre Darwin falou de suas contribuições para a evolução da musicalidade, tema que estudo. Os painéis completos em inglês e fotos da exposição estão disponíveis on line.


São Paulo foi a primeira cidade brasileira a receber esta exposição, que circulará pelo país neste ano percorrendo algumas capitais tais como: Rio de Janeiro, Manaus, Fortaleza, Recife, Salvador, Brasília e Cuiabá. Os ingressos saem por R$ 2,00 (grátis para menores de 6 anos, maiores de 60 e para todos no primeiro sábado e terceiro domingo de cada mês). E no dia 17 de maio, último dia da exposição também é o terceiro domingo do mês, por tanto a entrada será grátis.

A segunda opção darwinista para esse final de semana é o I Simpósio Acadêmico do Curso de Psicologia da Universidade Anhembi Morumbi que tem como tema central o paradigma evolucionista: A PSICOLOGIA 150 ANOS APÓS “A ORIGEM DAS ESPÉCIES” DE DARWIN. O Simpósio tem como objetivo favorecer uma reflexão acerca das contribuições da teoria da evolução para a psicologia contemporânea. Serão palestras e mesas redondas ao longo do sábado dia 16 de maio.

As mesas redondas serão sobre os seguintes assuntos: Charles Darwin na Psicologia Contemporânea, A Psicologia Evolucionista e Evolução: psicobiologia e cultura. Eu serei um dos palestrantes da mesa-redonda sobre Psicologia Evolucionista junto com José Henrique Benedetti e Altay de Souza, ambos da pós em Psicologia Experimental da USP também.
O simpósio será no campus Vila Olímpia da Universidade Anhembi Morumbi, rua Casa do Ator 275, primeiro andar da unidade 6 na sala 611. Começa às 9h e vai até às 17h. A inscrição, que devem ser feita pelo e-mail [email protected], é apenas 1Kg de alimento não perecível entregue na data do evento. Vagas são limitadas aproveitem.

Abaixo vocês encontram uma entrevista em 5 vídeos com a Dra. Maria Isabel Landim do Museu de Zoologia da USP explicando Darwin, comentando sobre a exposição de Darwin nas diferentes cidades em que foi, falando do ciclo de palestras paralelo à exposição, do livro que se originou de uma desses ciclos e da importância do evolucionismo para acabar com nosso antropocentrismo arrogante. Ela além de ter sido co-curadora da Exposição sobre Darwin, também está envolvida na organização da comemoração anual do Dia de Darwin em 12 de fevereiro. Espero que ela inspire muitas outras pessoas em divulgar e estudar Darwin e a Teoria da Evolução.




Arquivos

Categorias

.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM