Projeto Manhattan – Oak Ridge e Hanford

Série de fotografias das instalações de enriquecimento de urânio e produção de plutônio, para construção das bombas de Hiroshima e Nagasaki.
As duas instalações fotografadas faziam parte do Projeto Manhattan, cujo objetivo era o desenvolvimento das primeiras armas nucleares durante a Segunda Guerra Mundial. A terceira parte do projeto estava situada em Los Alamos.
Calutron alfa – Primeio estágio, fonte de urânio para a bomba de Hiroshima, Oak Ridge, Tenesse 1943
alpha-calutrons-1.jpg
Um calutron é um espectrômetro de massas usado para separar isótopos de urânio.
Calutron alpha – bombeamento, primeio estágio, fonte de urânio para a bomba de Hiroshima, Oak Ridge, Tenesse 1943
alpha-calutron-2.jpg
Calutron beta – Segundo estágio, fonte de urânio para a bomba de Hiroshima, Oak Ridge, Tenesse 1943
beta-calutron-1.jpg
Reator X-10, planta piloto para produção de plutônio para a bomba de Nagasaki, Oak Ridge, Tenesse 1943
reator-x-10.jpg
O reator X-10 foi o segundo reator nuclear artificial a ser construído e o primeiro com projeto de operação contínua.
Sistema de controle, planta piloto X-10 para produção de plutônio para a bomba de Nagasaki, Oak Ridge, Tenesse 1943
controle-x-10-1.jpg
Prédio norte K-25, planta de Difusão Gasosa para enriquecimento de urânio para a bomba de Hiroshima, Oak Ridge, Tenesse 1945
k-25-gas-1.jpg
O processo de difusão gasosa é baseado no princípio de que moléculas de um isótopo mais leve passarão através de uma barreira porosa mais facilmente do que moléculas com isótopos mais pesados. Uma série de repetições do processo gera uma separação de urânio-235 do urânio-238.
Setor oeste da planta de difusão gasosa K-25 para enriquecimento de urânio para a bomba de Hiroshima, Oark Ridge, Tenesse 1945
K-25-oeste.jpg
Estação e planta K-27 de difusão gasosa para enriquecimento de urânio, Oak Ridge, Tenesse 1945-46
k-27.jpg

Emergency Air Sphere
, K-31 e K-33 plantas de difusão gasosa para enriquecimento de urânio, Oak Ridge, Tenesse 1951 e 1954
esfera-1.jpg
Andar de células, K31 planta de difusão gasosa para enriquecimento de urânio, Oak Ridge, Tenesse 1951
k-31-andar.jpg
Reator B, fonte do plutônio da bomba de Nagasaki, Hanford Nuclear Reservation, Washington, 1944
reator-b.jpg
O Reator B foi o primeiro reator construído para produção de plutônio em larga escala.
Sala de controle do Reator B, fonte do plutônio da bomba de Nagasaki, Hanford Nuclear Reservation, Washington, 1944
reator-B-controle.jpg
Face do Reator B, fonte do plutônio da bomba de Nagasaki, Hanford Nuclear Reservation, Washington, 1944
face-reator.jpg
Sistema de válvulas de controle de água de refrigeração do Reator B, Hanford Nuclear Reservation, Washington, 1944
valvulas-reator.jpg
Casa de bombeamento e motores, Hanford Nuclear Reservation, Washington, 1944
motores-bombas.jpg
Subestação elétrica e Reator B, Hanford Nuclear Reservation, Washington, 1944
estacao-eletrica.jpg
Trilhos de trem e Reator B, Hanford Nuclear Reservation, Washington, 1944
trem-reator.jpg
Trem e prédio de estocagem, Hanford Nuclear Reservation, Washington, 1944
trem-predio-estoque.jpg
Entrada No 15 para a planta B, Hanford Nuclear Reservation, Washington, 1944
entrada-reator.jpg
Planta B para separação química de plutônio dos produtos do reator, Hanford Nuclear Reservation, Washington, 1944
separacao-quimica.jpg
Caixa-forte de plutônio Gable Mountain, Hanford Nuclear Reservation, Washington, 1944
caution-1.jpg
Caixa-forte de plutônio Gable Mountain, Hanford Nuclear Reservation, Washington, 1944
rese1.jpg
Veja mais informações em
http://www.photographyserved.com/Gallery/Slouching-towards-Bethlehem-___/56780
As imagens originais estão sob licença CreativeCommons.
Veja também
Fotos da primeira usina nuclear

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 5 comentários

  1. […] Fonte: http://scienceblogs.com.br/massacritica/2009/07/projeto_manhattan_fotos/ […]

  2. Urubu_rei disse:

    Sempre vale a pena. O gênio humano deve ser reverenciado sempre. As fotos são da maior importãncia porque revelam em si o que já passou e nos levam a imaginar as equipes de cientistas trabalhando. O aspecto antigo das instalações, o hermético, cadeados, portas fechadas, tudo é bom de se ver. Legenda resumida é convite à imaginação.

  3. Carlos Alberto, Brasilia DF disse:

    E valeu a pena? Tanto investimento, tanto sacrificio!Enquanto nesta mesma época tantos morreram de fome, ou vitimas dos resultados de tantos atos tresloucados e tanto dinheiro, tempo, pesquisa e vidas jogados fora, fica a pergunta?Será que não estaríamos bem melhor como seres humanos se tanto investimentoi tivesse sido feito em outras áreas que beneficiariam tantos milhões de pessoas ao invés de exterminá-las?

  4. OLG disse:

    Todas as fotos são atuais, as instalações é que são antigas…

  5. jcs disse:

    O texto é omisso quanto à epoca em que as fotos foram feitas
    As legendas das fotos dão a entender que elas foram feitas na década de 1940.
    No entanto, na sétima foto, que tem como legenda “Setor oeste da planta de difusão gasosa K-25 para enriquecimento de urânio para a bomba de Hiroshima, Oark Ridge, Tenesse 1945”, aparece um automóvel que não se parece em nada com um modelo 1945 ou anterior.
    Na décima oitava foto (“Trem e prédio de estocagem, Hanford Nuclear Reservation, Washington, 1944”), a locomotiva parece ser um modermo modelo diesel.
    Seria interessante saber a que se refere a data que consta na legenda de cada foto.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Arquivos

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM