Quem matou o carro elétrico?

Resolvi assistir o documentário “Quem matou o carro elétrico?” mesmo tendo a forte sensação de que poderia ser mais uma coleção de teorias da conspiração, com muita choradeira e reclamação do mundo malvado que decidiu ´matar uma ideia´.
Eu estava enganado!
O documentário é interessante, apesar de apelar para um pouco para o melodrama, talvez para atrair um público mais diverso, mas no geral os argumentos foram bem fundamentados para a linha escolhida.
O cenário analisado no documentário centrou-se na realidade dos EUA, e foram listados possíveis suspeitos pela morte do carro elétrico, entre eles: os consumidores americanos, a tecnologia de baterias, as companhias petrolíferas, montadoras, governo americano, California Air Resources Board e a tecnologia do hidrogênio (em células a combustível). Cada um destes foi dito ter um grau de culpa na época em que a tecnologia dos carros elétricos foi temporariamente abandonada.
É bom ressaltar que o carro elétrico que mencionam é de um modelo exclusivamente centrado em baterias, e não em protótipos híbridos ou de hidrogênio.
Na lista de suspeitos admito que gostei das críticas ao hidrogênio, pois também não vejo lógica na utilização dele como combustível. Para entender a minha opinião, basta ler o texto ´A economia baseada no hidrogênio´, de Alice Friedemann, o qual concordo quase que integralmente.
O que fica ao final do documentário é que mesmo o carro elétrico não sendo a solução para todos os problemas, foi muito estranha a atitude da GM em recolher e destruir todos os carros do modelo elétrico EV1.
Trailer

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 4 comentários

  1. […] interessante assistir este documentário logo após assistir o “Quem matou o carro elétrico?”, porque dará a noção exata do que está acontecendo, e a sequência histórica dos fatos. Apesar […]

  2. anticorpos disse:

    Muito bom seu texto sobre o assunto!

  3. Eu só vejo uma grande vantagem no uso de carros elétricos movidos a células de hidrogênio:”Afastar a poluição oriunda da queima de combustíveis fósseis dos centros urbanos”.
    Você geraria energia em termoelétricas longe de centros urbanos e os carros elétricas seriam mais uma solução de saúde pública do que do problema ambiental. E se você analisar o prejuízo causado em termos de saúde pública, talvez até fosse um investimento interessante, não ?

  4. Tati Nahas disse:

    Esse documentário é fantástico, além de ser muito bem humorado! Valeu lembrar dele aqui, deu até vontade de ver novamente 🙂

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Arquivos

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM