Nove passos para uma aprendizagem on-line de qualidade: Passo 3 : Trabalhe em grupo

Texto original publicado em ´Nine steps to quality online learning: Step 3: Work in a Team´. Tradução autorizada por Tony Bates.

Neste texto argumento que um dos modos mais efetivos de assegurar a qualidade é trabalhar como parte de um grupo.

Este é o quarto texto de uma série de 10 que tratam da projeto de cursos online de qualidade. Os três primeiros textos (que você deve ler antes deste) são:
Introdução: Nove passos para uma aprendizagem on-line de qualidade
Passo 1: Decida como você deseja ensinar online
Passo 2 : Decida que tipo de curso on-line

Por que trabalhar em grupo?

Para muitos professores, o ensino em sala de aula é uma atividade individual, em grande parte privada, entre o professor e os alunos. Ensinar é um assunto muito pessoal.

No entanto, a aprendizagem on-line é diferente da sala de aula. Ela exige uma série de habilidades que a maioria dos professores, e em particular os novos no ensino online, provavelmente não tem, pelo menos em uma forma desenvolvida e pronta para o uso. Em particular, a forma como um professor interage online tem de ser organizada de forma diferente da de uma classe tradicional, e uma atenção em particular deve ser dada em providenciar atividades online apropriadas para os estudantes, e na estruturação do conteúdo de forma a facilitar o aprendizado em um ambiente online assíncrono. Em particular, um bom projeto de curso é essencial para se alcançar a qualidade como anteriormente defini (com um desempenho do aluno tão bom quanto se não melhor do que no ensino em sala de aula). Estas são questões pedagógicas, nas quais a maioria dos professores do ensino superior tiveram pouco treinamento. Além disso, há também questões de tecnologia. Instrutores novatos tendem a necessitar de ajuda para desenvolver gráficos ou materiais de vídeo, por exemplo.

Outra razão para trabalhar em equipe é o de gerir a carga de trabalho. Pode ser visto que existe uma gama de atividades tecnológicas que não são normalmente necessárias aos professores de sala de aula. Só o gerenciamento da tecnologia vai ser um trabalho extra se os professores fizerem tudo sozinhos. Além disso, se o curso online não está bem concebido, se os alunos não estão bem instruídos sobre o que devem fazer, ou se o material é apresentado de maneiras que são difíceis de entender, o instrutor será sobrecarregado com e-mails dos alunos. Designers instrucionais, que trabalham em diversos cursos, e que tem treinamento tanto em design como em tecnologia, pode ser recurso inestimável para professores novatos nas técnicas online.

Em terceiro lugar, trabalhar com colegas do mesmo departamento que são mais experientes na aprendizagem online, pode ser um meio muito bom para chegar rapidamente a um alto padrão de qualidade, e, novamente, pode economizar tempo. Por exemplo, em uma universidade em que trabalhei, três membros do corpo docente do mesmo departamento desenvolveram diferentes cursos online. No entanto, esses cursos muitas vezes necessitavam gráficos do mesmo equipamento abordados em todos os três cursos. Os três instrutores se reuniram, e trabalharam com um designer gráfico para criar gráficos de alta qualidade que foram compartilhados entre os três instrutores. Isto também resultou em discussões sobre a sobreposição e a melhor forma de ter certeza que havia uma melhor integração e coerência entre os três cursos. Eles conseguiam fazer isso com os seus cursos online mais facilmente do que com os cursos presenciais, porque os materiais do curso online pode ser mais facilmente compartilhados e monitorados.

Eu reconheço que para muitos professores, desenvolvimento do ensino em uma equipe é uma grande mudança cultural. No entanto, os benefícios de se fazer isso para a aprendizagem online vale o esforço. Quando os professores ficam mais experientes no ensino online, há menos necessidade de a ajuda de um designer instrucional, mas muitos instrutores experientes agora preferem continuar a trabalhar em equipe, porque isso torna a vida muito mais fácil para eles.

Quem estará na equipe?

Isto dependerá, em certa medida do tamanho do curso. Na maioria dos casos, de um curso online com um membro do corpo docente ou um especialista no assunto, eles vão trabalhar normalmente com um designer instrucional, que por sua vez, pode chamar de pessoal mais especializado, como um web designer ou um produtor de mídia, conforme necessário. Se, porém, é um curso com muitos alunos e professores diversos, então os professores devem trabalhar juntos como uma equipe, com o designer instrucional. Também em algumas instituições um bibliotecário é um membro importante da equipe, ajudando a identificar recursos, em lidar com questões de direitos autorais e garantir que a biblioteca seja capaz de responder às necessidades dos alunos quando o curso está sendo oferecido.

E sobre a liberdade acadêmica? Perco trabalhando em equipe?

Não. O professor sempre terá palavra final sobre o conteúdo e como ele deve ser ensinado. Os designers são conselheiros, mas a responsabilidade com o curso permanece sempre com o membro do corpo docente. No entanto, designers instrucionais e web designers não devem ser tratados como servos, mas como profissionais com habilidades especializadas. Eles devem ser respeitados e ouvidos. Muitas vezes, o designer instrucional terá mais experiência do que funciona no ensino online. Cirurgiões trabalham com anestesistas e enfermeiros, e confiam neles para fazer o seu trabalho corretamente. A relação de trabalho entre professores e designers instrucionais e web designers devem ser semelhantes.

Conclusão

Trabalho em equipe torna a vida muito mais fácil para os instrutores para ensinar online. Um bom projeto de curso não apenas permite que os alunos aprendam melhor, mas também controla a carga de trabalho do corpo docente. Os cursos tem uma melhor aparência com bom design e gráficos. Especialistas técnicos ajudam a liberar os professores para concentrar no ensino e aprendizado. Alguma razão para não gostar?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 9 comentários

  1. […] passos para uma aprendizagem online de qualidade: Passo 3 – Trabalhe em grupo” (http://scienceblogs.com.br/massacritica/2012/06/nove-passos-para-uma-aprendizagem-on-line-de-qualida&#8230😉 o autor Tony Bates defende que o trabalho em equipe entre professores e outros profissionais […]

  2. […] adquirir uma experiencia razoável através da tentativa e erro. Uma boa alternativa indicada por esse texto é a de utilizar os ambientes virtuais para trabalhar essas outras alternativas de aprendizagem e […]

  3. […] texto pode ser encontrado no link ou caso queira pegar a essência e seu Inglês esteja em bom estado acesse por […]

  4. […] deste contexto, Tony Bates, em seu livro, cita três elementos que justificam a importância de se trabalhar em equipe como um […]

  5. […] Este Post é uma reflexão sobre o texto “nove passos para uma aprendizagem on-line de qualidade: Passo 3: trabalhe em grupo“, do ScienceBlogs (você pode acessar o texto aqui). […]

  6. Trabalho em equipe é uma coisa realmente muito complicada. Ainda mais quando etapas subsequentes dependem das anteriores: isto é, pra vc fazer a sua parte, precisa que o outro tenha feito a parte dele antes.

    É importante ter um bom coordenador que mantenha o ritmo das atividades para que o projeto fique dentro dos prazos do cronograma estabelecido.

    E também uma espécie de revisor: nas indas e vindas do material, é bem capaz que parte se perca no meio.

    []s,

    Roberto Takata

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Arquivos

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM