Ilustrações criativas – Parte 6

Ilustrações estranhas, curiosas e engraçadas encontradas em resumos de artigos científicos.

Não adianta! Está preso ao SiO2.
ru preso
Do artigo: Easily removable olefin metathesis catalysts

Nunca imaginei que veria isso em um artigo. E com o título ‘Uma análise aprofundada de um pedaço de mer**’.
um barro pela ciencia
An In-Depth Analysis of a Piece of Shit: Distribution of Schistosoma mansoni and Hookworm Eggs in Human Stool

Pacmaníacos.
pac-man
Do artigo: O,O′-Diester Methylenediphosphonotetrathioate: Synthesis, Characterization, and Potential Applications

Também quero saber!
bons resultados
Do artigo: Kinetic and Equilibrium Lithium Acidities of Substituted Toluenes: Semitheoretical Brönsted Correlations

Via TocRofl

O orientador não viu

É muito arriscado brincar em um ambiente de trabalho acadêmico, principalmente se os colegas e chefes não gostam da brincadeira.

O ganhador do prêmio Nobel de química de 1961 Melvin Calvin era conhecido pela seriedade e pouca paciência com brincadeiras. Um alvo perfeito para uma missão arriscada: desenhar um homem pescando em um dos diagramas, sem que Melvin Calvin percebesse.

O estudante de graduação A. T. Wilson que trabalhava como assistente de Calvin apostou com um secretário do departamento que conseguiria passar pelo arriscado teste.

O resultado
o peixe está ali

O detalhe do peixe
faltou o pescador

Calvin faleceu em 1997 e parece que nunca descobriu a brincadeira, que pode ser vista no artigo ‘The Photosynthetic Cycle. CO2 Dependent Transients‘, publicado no Journal of the American Chemical Society em 1955.

Via Neatorama

Sons de laboratório transformados em música

reações e música eletrônica
Um dubstep (música eletrônica surgido no sul de Londres) criado somente com sons de um laboratório e reações químicas. Só poderia ser mais uma das criativas invenções da equipe do Periodic Videos!

Dave Brown, do canal Boy in a Band, ficou como responsável pela música e Adam pela montagem do vídeo.

Behind the scenes.

Gangnam química-style


Antes eram paródias com músicas da Lady Gaga.
Agora é tudo com Gangnam Style.
Molecules Gone Wild (Bio Style)

A letra:

Molecules Gone Wild!
Bio Style!

Carbohydrates provide the energy for your life!
The simplest form, like glucose, is known as a monosaccharide
Combine two, and make a larger sugar called disaccharide
The largest is a polysaccharide!

Lipids are the fats!
3 fatty acids with a glycerol make up the fats:
Triglycerides with only single bonds are saturated fats,
But if there’re double bonds they now become unsaturated fats
Don’t eat too much fat!

Monomers build to polymers filled
With C, H, O! Hey!
Molecule’s macro! Hey!

One with HO, other with H, so
Bond and go! Hey!
Release H2O! Hey!

Dehydration Synthesis is underway!!!

Molecules Gone Wild!
Bio Style

Mol-Mol-Mol-Mol Molecules Gone Wild!
Bio Style
Mol-Mol-Mol-Mol Molecules Gone Wild!

Many Polymers-mers-mers-mers:
Molecules Gone Wild!
Many Polymers-mers-mers-mers!

Proteins: the building blocks that make up your whole body
Your skin, your hair, your muscles – need protein to get the hotties!
Break down polypeptide to amino acids in your body
Nitrogen comes to the party!

Nucleic Acids!
The famous one is DNA that’s known by all you kids
With 2 polynucleotide chains linked to make it valid,
Which breaks into single nucleotides when it’s digested;
Phosphorous added!

When you eat food, to get in the mood (to study),
Molecules will flow! Hey!
Straight down your throat! Hey!

Need to break those big polymers, so
Here’s H2O! Hey!
Splits to H and O! Hey!

Hydrolysis is what I just now displayed!!!

Molecules Gone Wild!
Bio Style
Mol-Mol-Mol-Mol Molecules Gone Wild!
Bio Style
Mol-Mol-Mol-Mol Molecules Gone Wild!

Many Polymers-mers-mers-mers:
Molecules Gone Wild!
Many Polymers-mers-mers-mers!

Food deforms
Into its simplest forms!
When you eat it, break it down,
Then it reforms!

Now you’re informed!
So please study more!
Study, Study,
Read your notes and textbook

You know what I’m saying?

Molecules Gone Wild!

Many Polymers-mers-mers-mers:
Molecules Gone Wild!
Many Polymers-mers-mers-mers!

Molecules Gone Wild!

Cerveja dourada

folhas de ouro flutuando dentro de uma garrafa de cerveja
Uma cervejaria da República Checa recentemente lançou um ‘tipo especial’ de cerveja que contém uma pequena quantidade de ouro – bem pequena! – apenas 0,018 gramas do elemento. O suficiente para justificar o marketing sobre o produto (que funciona, estou falando sobre), e para brilhar aos olhos dos aficionados pelo dourado da bebida.

A indústria optou por colocar finas lâminas de ouro na cerveja. Se fosse ouro em nanopartículas poderia ter o problema do surgimento de uma coloração diferente do lendário dourado; que dependeria da concentração, tamanho (de 5 a 400nm) e forma das nanopartículas. A sorte é que com apenas 0,018 gramas é possível obter uma bela folha do metal, graças a sua extrema maleabilidade.

Nanopartículas de ouro em uma suspensão líquida podem resultar em diversas cores, indo do vermelho intenso ao roxo pálido.

cores do ouro em solução
Esta imagem da Wikipedia ilustra a variação da coloração em relação ao tamanho relativo das nanopartículas.

O sabor não será alterado pelas folhas de ouro, que são insípidas. Já no caso das nanopartículas não se sabe. Ainda não encontraram uma forma ardilosa de justificar um projeto de pesquisa que envolva ouro e cerveja. (e depois repetir com aquele copo)

(vídeo sem legendas em português)

A tiragem especial de apenas 500 garrafas foi batizada de ‘Re’ (ou Ra) em homenagem deus do Sol no Antigo Egito, e disponível apenas para um número seleto de apreciadores.

Ilustrações criativas – parte 2

Nanotubos pedem passagem nos nanoporos.

Xixi – combustível do futuro

Alguém avisa a estagiária que não adianta pintar as unhas e ir trabalhar!?

Do artigo: Relationship between Tribology and Optics in Thin Films of Mechanically Oriented Nanocrystals

Sempre tem um sanduíche nessas ilustrações!

Magnetic Field Controlled Composite Paramagnetic–Diamagnetic Colloidal Phases

Seleção de livros sobre química

sugestão de livros
Fiz uma seleção de alguns livros interessantes sobre química.

http://www.goodreads.com/list/show/13800.Chemistry_best_books

No momento a lista conta com 59 livros. Aceito sugestões e votação nos que já foram listados (somente possível para quem está cadastrado no GoodReads).

Optei por fazer uma seleção de obras mais amplas e que não sejam extremamente técnicas ou especificamente relacionadas ao ensino de química.

O GoodReads não tem um banco de dados muito completo para livros que foram publicados apenas em português. Se alguém tiver paciência de cadastrar os livros, seria uma boa iniciativa.

As sugestões também podem ser enviadas pelos comentários aqui no blog.

Controlando a cafeína

molécula cafeína turva
O aplicativo Caffeine Zone 2 Lite (versão gratuita para iPhone (iPad)) permite monitorar a quantidade de cafeína presente no organismo após a ingestão de alguma bebida que contenha o indispensável alcalóide.

As opções do programa permitem adicionar as diversas porções ingeridas durante o dia e então monitorar o quanto ainda resta no organismo. Além de ser possível indicar a que horas você pretende dormir, para receber um alerta quando é melhor parar de consumir cafeína, de modo a não atrapalhar o sono.

tela com gráfico

tela settings

Os idealizadores do programa alertam que não tem finalidade médica, mas apenas demonstrar um pouco da farmacocinética da cafeína.

Baixe o aplicativo em
http://itunes.apple.com/us/app/caffeine-zone-2-lite/

Não lave roupas com gasolina


O arquivo Prelinger tem um curioso vídeo feito em 1941 sobre os perigos do uso de gasolina (e similares(!)) na lavagem caseira de roupas.

O alerta era para a dona de casa deixar o trabalho para uma ´Respeitável empresa de lavagem a seco´ (Reputable Dry Cleaning Company) que possuía todos os equipamentos necessários para minimizar os danos em caso de incêndio.

Atualmente as empresas utilizam produtos não tão inflamáveis, mas não menos perigosos, como o tetracloroeteno.

Plantando com dinamite


Em 1910 a empresa de produtos químicos Du Pont publicou um folheto promovendo os benefícios do uso de dinamite na agricultura.

O produto, batizado de ´Red Cross´, era promovido como solução para remoção de árvores, tocos e pedregulhos de um terreno. Como facilitador na construção de valas, estradas e reservatórios. Além de ser uma excelente forma de recuperação de solo compactado e degradado.

O folheto completo está disponível em
http://www.fourmilab.ch/etexts/www/dupont/FarmingWithDynamite/Mimage01.html (use as setas azuis para avançar).

O folheto promove um manual do uso deste tipo de explosivo – Handbook of explosives for farmers, planters, ranchers: How to clear landdisponível completo pelo Archive.Org.

Resultado do uso do dinamite em troncos.

Menos um para incomodar

No nivelamento de estradas.

Veja também
Explosão nuclear para conter vazamento de óleo

Arquivos

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM