Gênios – Episódio 1


Genius of Britain – The First Five

Grandes nomes da ciência britânica atual; como Stephen Hawking, David Attenborough, Jim Al-Khalili; apresentam neste primeiro episódio a história de cinco grandes cientistas: Christopher Wren, Robert Hooke, Robert Boyle, Isaac Newton e Edmond Halley.

Christopher Wren é lembrado como um dos participantes do grupo conhecido como Invisible College, que seria o precursor da famosa Royal Society de Londres. Wren tinha uma curiosidade quase compulsiva e transitava por diversas áreas da ciência, sempre procurando entender o mundo por meio dos experimentos.

Mesma paixão pela experimentação tinha o cientista Robert Hooke, com suas incursões pelos primórdios da microscopia apresentados por Richard Dawkins.

De Robert Boyle conhecemos sua curiosidade com a natureza do ar, em experimentos com equipamentos construídos por Hooke. Que por sua vez, era arquirrival de Isaac Newton, que mesmo inicialmente contrariado, começa trabalhar em ideias apresentadas por Edmund Halley.

O documentário é uma boa chance para vermos a relação entre as histórias de vida e dedicação à pesquisa científica existentes entre estes cinco grandes pensadores britânicos.

O episódio pode ser assistido na íntegra pelo site
http://philos.tv/atracoes.shtml#1842230

O homem que esqueceu como ler e outras histórias

documentário com oliver sacks
The Man Who Forgot How to Read and Other Stories
BBC
nota-10.jpg
Neste episódio da série Imagine, da BBC< o apresentador Alan Yentob acompanha o neurocientista Oliver Sacks para saber um pouco mais sua vida e sobre alguns dos personagens de seus livros.
Oliver Sacks é famoso por escrever excelentes livros relatando casos muito específicos e peculiares relacionados com a mente humana, dando um aspecto singular e envolvente em uma invejável facilidade em contar histórias.
Em seu último livro, O olhar da mente, o autor conta o angustiante progresso de um câncer que acabou comprometendo toda a visão em seu olho esquerdo, impedindo de continuar com uma de suas antigas paixões de apreciar imagens 3D. Caminho inverso ocorreu com uma de suas pacientes que relata o fascínio da recuperação da visão espacial após uma vida toda observando tudo em duas dimensões.
Um pintor de rostos com uma severa dificuldade em reconhecimento facial também é uma vida que encontra paralelos com Oliver Sacks, percebida quando o apresentador Alan Yentob mostra para Sacks uma série de fotografias de pessoas famosas, que incrivelmente quase não são reconhecidas. É angustiante ver o seu esforço e confusão, em algo que parece ser fácil e óbvio. Já o pintor resolve o problema do reconhecimento de uma face dividindo em pequenos pedaços a fotografia que deseja reproduzir. Uma divisão que decompõe e ao mesmo tempo remonta um sentido.
O episódio encerra com uma inesquecível visita a Danny Delcambre, portador da síndrome de Usher, caracterizada pela surdez e cegueira progressiva. Danny era um antigo conhecido do Sacks por ter participado de uma antiga série de documentários sobre o cérebro. Nesta visita mais recente foi possível ver que o Danny estava muito tranquilo e que os momentos felizes eram muitas vezes registrados por ele com uma câmera fotográfica, para conseguir apreciar calmamente as imagens com seu limitado campo de visão.
OBS: O vídeo abaixo não faz parte do documentário.
Losing Stereo: Oliver Sacks – The Mind’s Eye

Canal de sacks no Youtube
http://www.youtube.com/user/OliverSacksMD

História da eletricidade – Preview

documentário eletricidade bbc
Depois de excelentes séries de documentários como: Chemistry A Volatile History, Atom, Everything and Nothing; o professor Jim Al-Khalili anuncia uma nova série sobre a história da eletricidade.
No Twitter ele comenta que será lançada no outono (lá na Inglaterra, primavera aqui) com 3 episódios.

Vivo ou morto – Maravilhas do Sistema Solar

documentário sobre astronomia
nota 8
O episódio ´Vivo ou morto´ da série ´Maravilhas do Sistema Solar´ perdeu um pouco do brilho por causa de um roteiro sem rumo definido.
Mesmo sem rumo ainda é possível apreciar as comparações entre os clima e geologia da Terra com outras maravilhas presentes no nosso Sistema Solar.
Vulcões na Terra foram comparados com aparente calmaria geológica em Marte e Vênus, compensada pela inesperada atividade vulcânica em Io (lua de Júpiter).
Sobre Io (vídeo oficial da BBC)

O nosso Sistema Solar é um laboratório cósmico, no qual as leis da física mostram sua força, na vida e na morte.

O episódio será exibido no Discovery Channel, nesta sexta-feira 29 de abril, 22h.
Veja também:
A Linha Azul – Maravilhas do Sistema Solar

Tudo e Nada – BBC

documentário tudo nada
nota-10.jpg
Everything and Nothing – BBC
Professor Jim Al-Khalili inicia a apresentação do primeiro episódio da série ´Tudo e Nada´ acompanhando Carl Sagan em sua clássica analogia: ´Existem mais estrelas no Universo do que grãos de areia em todas as praias da Terra´. E com isto ele promete contar a história de como entendemos cientificamente a realidade de toda a grandeza do Universo.
A primeira pergunta que surge: Qual é a totalidade de tudo que existe?
Para responder com base no conhecimento atual, Jim Al-Khalili usa a clássica tática de percorrer a história da astronomia e ciência. Comentando sobre o desenvolvimento do modelo heliocêntrico, observação de uma supernova, o paradoxo de Olbers, o aprimoramento de técnicas de medidas de distâncias astronômicas, descobertas de Edwin Hubble, Big Bang… e tudo isto em apenas uma hora de programa!
Aliás, sempre que surge o tema Big Bang, os documentários tentam de alguma forma ilustrar o evento de uma forma gráfica, neste episódio representada por uma explosão em um recipiente com água. Que se analisada com um mau humor crítico, estará sempre errada e incompleta.

Não estou de mau humor e gostei do efeito das bolhas em movimento, dá uma sensação de algo heterogêneo e mutável.
O episódio encerra com uma fantástica demonstração do gigantismo e estrutura de todo o Universo, deixando espaço para uma instigante reflexão.
Trecho oficial

Jim Al-Khalili inicia o segundo episódio, sobre o Nada, já avisando que é extremamente difícil responder a pergunta: `O que é o nada?´.
A simples tentativa em imaginar o nada, causa uma sensação de impossibilidade em obter a representação mental mais adequada para o caso. Como imaginar a ausência de algo? O que é o vácuo? O vácuo realmente não contém nada? Algo pode ser e não ser? Eis a questão. :-)
Restam as equações matemáticas para dar sustentação para estas imaginações de ausências e fenômenos em escalas muito pequenas.
O princípio da incerteza de Heisenberg, as flutuações quânticas no vácuo, matéria e antimatéria, as ideias de Dirac; encontram abrigo em equações que são pontas em um iceberg de matematizações e intricações de interpretação da realidade.

A Linha Azul – Maravilhas do Sistema Solar

documentário sobre astronomia
nota-10.jpg
Ontem o Discovery Channel exibiu o episódio ´A Linha Azul´ da série ´Maravilhas do Sistema Solar´. Logo no início, após zapear pelo canal Discovery, pensei estar assistindo uma reprise do episódio sobre a atmosfera, da série ´Terra: O poder de um planeta´. Mas era uma repetição do mesmo passeio em altitude elevada com um caça da força aérea da África do Sul, usado nos dois episódios para mostrar delicadeza da fina camada atmosférica.
Felizmente a série apresentada por Brian Cox, logo deixou de lado a imitação e partiu para uma série de comparações da atmosfera terrestre, com as diferentes atmosferas em outros planetas e luas do sistema solar.
No episódio Cox explicou a ausência de atmosfera em Marte, o clássico efeito estufa em Vênus, as tempestades em Júpiter, as peculiaridades da lua Io, e fez uma demorada e merecida homenagem às características da atmosfera da lua Titã.
As imagens obtidas pelas sondas enviadas aos planetas e luas, de tão reais e nítidas, podem ter sido interpretadas como efeitos especiais pelos telespectadores que não costumam acompanhar os avanços alcançados pela astronomia.
O próximo episódio será exibido no próximo sábado, dia 23 de abril, no Discovery Channel.

-

Pacífico Sul

capa série pacífico selvagem
nota-10.jpg
Hoje acabei de assistir o último episódio da série Pacífico Sul, da BBC. Com 6 episódios o programa é uma obra-prima. As imgens são espetaculares, de tirar o fôlego e repletas de beleza.
Será difícil outra série conseguir reunir tantas imagens belas, cheias de azul do mar e céu, e psicodélicas cores de corais e peixes.
Episódios:
- Ocean of islands
- Castaways
- Endless Blue
- Ocean of Volcanoes
- Strange Islands
- Fragile Paradise
O último episódio mostra que mesmo nesta imensa quantidade de ilhas e imensidão do mar, a fragilidade da vida selvagem é evidente e clama por ação.
Imperdível! Vale cada minuto.
Está disponível para venda no Brasil, em lançamento pela editora LogOn, com título ´Pacífico Selvagem´.
Trechos oficiais da série

-

-
Episódio 6 – Pesca do atum

-
Trailer oferecido pela Editora LogOn

Galápagos – Ilhas que mudaram o mundo

episódio 2 da série galápagos
nota 7
Recentemente a TV Cultura exibiu o segundo episódio da série Galápagos (BBC) como parte do programa Planeta Terra. Atração permanente em todo final da tarde de domingo e bem melhor do que Faustão!
Focada na exuberante beleza natural das ilhas, a série perdeu um pouco de força no episódio ao tentar relatar a importância e relação de Charles Darwin com o local.
O conjunto do primeiro e segundo episódio ainda preservam uma boa qualidade. Agora vamos ver se a terceira parte mantém uma regularidade.
Trecho do episódio (vídeo oficial)

The Joy of Stats

documentário sobre estatística
BBc Four
nota 9
Desenvolvimento econômico e na saúde em 200 países nos últimos 200 anos.

Esta obra prima de pura informação faz parte do documentário ´The Joy Of Stats´ apresentado pelo Professor Hans Rosling. Exibido na BBC Four o programa com quase uma hora de duração mostra partes da história da estatística e da diversidade de suas aplicações.
Para os que não querem usar uma hora do seu dia, e já estão satisfeitos com o básico da estatística, podem ficar tranquilos que o vídeo acima já é o suficiente para aproveitar uma boa parte do que o programa tem de bom.
Já para os apreciadores da estatística, das piadas e do divertido sotaque do Professor Hans, uma hora parece pouco.
Hans Rosing na TED

A incrível jornada humana

logotipo da série de documentários a incrível jornada humana
A série de cinco episódios – The Incredible Human Journey – relata a gigantesca saga da migração dos humanos, vindos da África, rumo a uma colonização de todo o planeta.
Por ser uma série recente, finalizada em 2009, os dados são atualizados e bem estruturados, procurando mostrar os locais exatos onde foram achadas as evidências que comportam a explicação mais adequada para o grande quebra-cabeças que é a povoação dos diversos continentes. O forte da série é que os dados não foram apresentados como verdades acabadas, mas como evidências que sempre precisam de mais e mais fontes para certificação. E um dos pontos de maior apoio científico foi o uso da genética como uma ferramenta no traçado da trilha da incrível jornada humana.
Os episódios foram organizados de forma a cobrir a migração pelos continentes e aproximar a narrativa de uma sequência histórica.
Episódios
1- Out of Africa
2- Asia
3- Europe
4- Australia
5- The Americas
Trecho do episódio sobre a Ásia. Neste a Dra. Alice Roberts viaja até uma remota região da Sibéria para acompanhar como os humanos poderiam ter sobrevivido em uma região tão remota e fria.
[Vídeo oficial da BBC]

O episódio sobre as Américas contém inclusive algumas visitas ao Brasil; com explicações sobre as possíveis origens de Luzia e primeiras colonizações existentes na região Amazônica.
A série foi lançada em conjunto com um livro homônimo, que pode ser importado pela Livraria Cultura por 63 reais (14/03/2010)!.
Dra. Alice Roberts encerra a série dizendo:
“As diferenças entre nós são realmente apenas superficiais. Somos todos membros de uma espécie jovem que retrocede menos de 200.000 anos e todos somos parentes surpreendentemente próximos. Essa é a história que surgiu do estudo de pedras, ossos e de nossos genes. Seja onde for que terminemos mundo afora, somos africanos sob a pele. E revelando essa história, refazendo os passos de nossos ancestrais, me foi dado um senso profundo da nossa humanidade comum, do nosso passado compartilhado e nosso futuro juntos.”
Fascinante!

Sitemeter

Arquivos

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM