Fotografia, ciência e arte; ou quase

Ninguém é perfeito, nem o CNPq!
Hoje fiquei sabendo da interessante ação promovida pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) para premiar fotografias relacionadas com ciência e arte.

http://www.premiofotografia.cnpq.br/

Até aí tudo bem, bom que incentivaem a fotografia com um toque de arte em uma área que não permite muita liberdade criativa nas imagens: a ciência, que precisa preservar a informação.
O problema começa quando a premiação insiste em criar algumas categorias, que são:
Lentes Convencionais
• Categoria 1 – Ambiente Externo.
• Categoria 2 – Ambiente Interno.

Lentes Especiais
• Categoria 3 – Dimensão Micro: lupas, microscópio, microscópio eletrônico.
• Categoria 4 – Dimensão Mega: telescópios, imagens de satélite.

Imagens Editadas
• Categoria 5 – Ilustração Científica ou Imagem Conceitual: 3D, modelos abstratos, maquete, imagem computacional, montagens, imagens compostas, infográficos.
• Categoria 6 – Imagem Tema – produção de imagem que seja referente ao tema da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT).

Categorias?! Pô CNPq! Que tal deixar um pouco de espaço para a criatividade?!

Criar categorias neste tipo de premiação parece como alguém que procura uma obra de arte para combinar com a decoração da sala de jantar. Qualquer artista fica furioso! (Talvez nem todos… pagando bem, que mal tem!? :-) )

Então, está aí! O mecenas CNPq procura artistas de sala de jantar e cientistas que querem enfeitar o Lattes com mais um prêmio. De 8000 reais para o primeiro colocado! $_$

Gammasphere

laboratório argonne
Nada como pesquisa nuclear e em física de alta energia para produzir equipamentos que enchem os olhos.

Esta fotografia mostra o físico Kim Lister no centro de um equipamento batizado de Gammasphere. Construído com um orçamento de 20 milhões de dólares o Gammasphere está instalado no Laboratório Argonne, nos EUA.

Uma das aplicações é no estudo dos raios gama originados de fisão e interações de alta energia com o núcleo atômico. Com os dados obtidos é possível ter uma melhor ideia das propriedades do núcleo, inclusive sobre a sua ´forma´.

Via Argonne (CC by-sa).

O Sol da meia-noite


O sol da meia-noite ocorre naturalmente em latitudes elevadas, tanto em regiões próximas ao circulo polar ártico quanto no antártico, com uma quantidade de dias maior quanto mais nos aproximamos dos pólos.

O vídeo abaixo foi realizado na Islândia, em junho de 2011, utilizando a técnica de time-lapse.

Midnight Sun | Iceland from SCIENTIFANTASTIC on Vimeo.

Mais vídeos em http://vimeo.com/scientifantastic/videos

Flores e 80.000 volts

A fotografia Kirlian não serve só como base para enganar leigos com diagnósticos duvidosos, pode, em mãos habilidosas, ser uma ferramenta para criar uma bela arte.
A preparação de cada trabalho de Robert Buelteman é cuidadosa e elaborada, e dificilmente alguém conseguiria obter o mesmo efeito gráfico obtido nas imagens abaixo, pois o próprio afirma que algumas vezes são necessárias até 150 tentativas para se obter o resultado desejado.
As flores são preparadas com um bisturi, cortadas até quase a transparência, colocadas sobre um filme e então ensanduichadas entre uma placa metálica e um plexiglass – e todo sistema é mergulhado em silicone líquido. As imagens são geradas com uma imposição de 80.000 volts ao sistema. O brilho branco é conseguido com luz de uma fibra óptica.
Girasol (Helianthus annuus)
kirlian flor girasol

Alstroemeria, sp.
kirlian flor 2

Golden Columbine (Aquilegia chrysantha)
kirlian-flor-3.jpg

Capim-dos-pampas (Cortaderia selloana)
kirlian flor  4
Clematis ligusticifolia
flor fotografia kirlian
Imagens publicadas com autorização de Robert Buelteman.

Veja a galeria completa em
http://www.buelteman.com/ (Through the green fuse)

Mais informações sobre a ´máquina Kirlian´
http://www.feiradeciencias.com.br/sala03/03_11.asp

Beleza interior

fotografia neurociencia arte
The Beatiful Mind é uma galeria online de impressionantes fotografias sobre neurociências, com o objetivo de demonstrar a beleza interior.
Em 2009 a exibição será feita offline pela Europa com o objetivo de promover uma integração entre arte e ciência.
http://www.enception.org/
O projeto é financiado pelo ´Marie Curie Actions´
Via MindHack

APOD em português


O Astronomy Picture of The Day (APOD – Imagem astronômica do Dia) é, na internet, o maior acervo de descrição de fotografias sobre astronomia.
Uma das limitações é que boa parte desta imensa quantidade de informações só estava disponível em inglês (e algumas outras línguas).
Uma antiga tentativa de tradução já foi realizada pelo extinto grupo CienciaOnline.org. O site já não existe mais e o trabalho foi perdido.
Sei que a tradução diária do material necessita de um grande empenho e conhecimento sobre astronomia. Uma iniciativa deste porte deve ser sempre incentivada. Aproveite e ajude a equipe.
http://apod.astronomos.com.br/
Para ver imagens de outros dias navegue pelo calendário.
Em mensagem de divulgação do projeto o grupo avisa que até o momento a equipe conta com 19 tradutores, com meta de traduzir todo site e criar um arquivo com imagens obtidas por astrônomos brasileiros.
http://apod.nasa.gov/apod/ (versão em inglês)

Sitemeter

Arquivos

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM