Compartilhando meu TOP-5 dos livros de 2011

Estava eu planejando minha lista de leituras para 2012, quando resolvi olhar os livros que li em 2011 – um ano que foi bastante atípico pra mim. Eu, que sempre estou lendo algum livro, passei semanas sem ler praticamente nada, ou mais tempo do que o esperado lendo um único livro. As causas disso foram várias, desde a grande quantidade de disciplinas na pós até os ônibus lotados (eu sou desastrado e não queiram me imaginar lendo um livro em pé no busão). Os resultados disso foram: uma pilha gigante de livro que aumentou ainda mais e um novo hábito que adquiri – leitura de HQs. Assim, apesar de o montante de páginas ter sido alto (devido à leitura principalmente de HQs), julgo que escolhi bem os poucos livros que li em 2011.

 TOP 5 (em ordem alfabética)

1984, de George Orwell Ainda não sei porque demorei tanto para começar a ler esse livro. Conhecido por muitos como o livro que cunhou a expressão “Big Brother”, referir-se à 1984 apenas assim é praticar um reducionismo barato. Nesse livro acompanhamos parte da vida de Winston – um homem que vive em um estado totalitário, onde, apesar de tudo ser feito de forma coletiva, as relações interpessoais são inexistentes. Publicado em 1949, 1984 é uma dura crítica aos regimes ditatoriais que surgidos na Europa. Winston trabalha no Ministério da Verdade, adulterando documentos e textos por ordem do governo e, assim, auxiliando na propaganda do Partido – porém, ao invés de ser corrompido pelo estado, Wiston permanece lúcido ao que está acontecendo à sua volta. Apesar da vigilância constante e de ser continuamente incentivado a manter a fé no Partido, Winston apaixona-se por uma colega de trabalho (o que é proibido) e tenta iniciar uma revolução. Após ser capturado Winston ainda tenta, de forma heróica, manter suas convicções e desafiar a manipulação pelo Partido enquanto era torturado no Ministério do Amor.

Alex no País dos Números, de Alex Bellos – Fazia um bom tempo que não lia um livro de divulgação científica (se não considerarmos os livros de divulgação em biologia o tempo aumenta consideravelmente), até que me deparei com Alex no país dos números. O autor é jornalista formado em Matemática e Filosofia… e olhando para a capa (meio infantil) do livro, eu sinceramente achei que poderia estar mergulhando numa grande fria, mas “Alex…” é uma leitura muito agradável pela história da matemática. Sem utilizar praticamente nenhuma fórmula, Alex caminha da geometria a álgebra, passando pelo finito e pelo infinito… Isso tudo ao mesmo tempo em que nos conta sobre suas experiências com diversos matemáticos de diferentes línguas e culturas.

As Intermitências da Morte, de José Saramago – Li dois livros do Saramago em 2011, As intermitências da morte e  O evangelho segundo Jesus Cristo. Estabeleci como critério apenas um livro por autor aqui e, por isso, somente “As intermitências…” figura por aqui. Esse foi o primeiro livro que li no ano passado e o estilo do autor me surpreendeu… e muito! Cansada de viver sendo destestada por todos, a Morte resolve fazer uma greve – e apenas em um país. O que inicia como um momento de patriotismo e orgulho vai aos poucos se tornando um quadro de desespero: questionamentos religiosos, máfia, superlotação de asilos e hospitais… Saramago utiliza-se de um humor ácido para, mais uma vez, nos levar a refletir sobre a condição humana.

Daytripper (HQ), de Gabriel Bá e Fábio Moon – Sem sombra de dúvidas, Daytripper figura nesta lista. Encontrado, por acaso, enquanto olhava os livros escondidos da estante de HQs da livraria, peguei o livro para dar uma folheada e simplesmente me apaixonei pelos desenhos. A sinopse do livro em si não diz muita coisa, e sinceramente não achei muito convidativa – julguei o livro pelas ilustrações e fiz bem! Em Daytripper lemos a história de Brás, um jornalista que escreve obituários. Cada capítulo nos mostra um momento de sua vida e vemos como cada escolha feita em meio a um leque de possibilidades pode nos abrir ou fechar portas – e com isso quero dizer tristeza e felicidade, coisas boas e ruins, amor e solidão ou mesmo a vida e a morte. Eu costumo dizer que a mensagem final é aquela batida frase: “Viva e aproveite cada dia como se fosse o último”, mas em Daytripper, toda a pieguice existente nessa frase vai embora.

Sandman (HQ), de Neil GaimanSandman foi o grande responsável por minha nova mania. Nunca curti muito HQs de super-heróis, e isso sempre me manteve afastado dos quadrinhos. Descobri Sandman por meio de tweets que faziam referências à série. Procurei saber um pouco mais e mergulhei de cabeça nos dois primeiros volumes da edição definitiva! Acho que qualquer coisa que eu disser aqui é pouco para expressar a qualidade dessa série – que é da década de 80 e continua fazendo sucesso!

 

 

MENÇÃO HONROSA

O Evangelho Segundo Jesus Cristo, de Jose Saramago – Livro polêmico, mostra a história de Jesus por um ângulo diferente. Sem apelar para religiosidade, mostra o “filho de Deus” como um homem comum, com desejos e pecados.

Mauricio de Sousa por 50 novos artistas (HQ), editado por Sidney Gusman – os três livros da série MSP50 são muito bons, ver a Turma da Mônica representada por outros quadrinistas é uma experiência interessante. Das três, essa foi a coletânea que mais me agradou!

 

E 2012?

Se o mundo não acabar, alguns dos livros que pretendo ler são:

Asterios Polyp (HQ), de David Mazzuchelli

Retalhos (HQ), de Craig Thompson

A planet of viruses; Parasite Rex; Microcosm – todos do Carl Zimmer

– Reler a série do “Guia do Mochileiro das Galáxias“, de Douglas Adams

As aventuras de Pinóquio, de Carlo Collodi << esse já está separado como o primeiro da lista!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 6 comentários

  1. Flávio Mendes disse:

    Ainda não li Daytripper, irei procurar para ler. Em minha opinião Sandman é a melhor coisa já feita em HQs. E quanto mais a história vai avançando você vai percebendo a sua profundidade.

    • Samir Elian disse:

      Oi Flávio… realmente acho que comecei minha leitura de HQs em alto nível, rs! Sobre Daytripper, a Panini tinha lançado somente uma edição de luxo, com capa dura – mas ouvi falar que eles vão lançar em capa cartonada e, portanto, uma edição mais barata. Fica a dica, então! E espero que caso você venha a ler, também goste!

  2. Emanuel disse:

    Oi Samir,
    Vou levar sua lista em conta no hora de montar a minha para 2012. :) Comecei alguma vez 1984, mas não fui em frente, sei lá porque. Saramago, eu nunca tive muita coragem. Sem razão aparente. Vou tentar depois da sua recomendação. Deixo aqui, caso interesse, alguns dos melhores que li este ano: Os Pilares da Terra (Ken Follet), passado na Inglaterra medieval, em torno da construção de uma catedral. Ótimo romance histórico. Do mesmo autor, o primeiro livro da trilogia O Século, chamado Queda de Gigantes. Principalmente sobre a primeira guerra e um prato cheio se você gosta de história recente. Maravilhoso também é The Help, de Kathryn Stockett (não sei se saiu em português e o filme é PÉSSIMO), passado no EUA dos anos 50, com a grande guerra entre negros e brancos. Muito bom. Finalmente, A Passagem, de Justin Cronin (também o primeiro de uma trilogia). Se você curte livros apocalipticos, zumbis, virus mortais e etc… é bem bacana. Abraços e bom 2012!

  3. Igor Santos disse:

    Samir, ao invés de reler a trilogia de cinco livros do Guia, recomendo que a escute. Os livros são narrados pelo próprio Douglas Adams, o que abre algumas camadas de diversão.
    Se você gostou de 1984, provavelmente vai gostar de Admirável Mundo Novo, de Huxley e, de uma forma completamente diferente, Neuromancer, de William Gibson.

    Procure também a coleção Discwolrd de Terry Pratchett, mas cuidado; ela vicia e já vai em 39 livros.

    • Emanuel disse:

      Neuromancer é louco! Muito bom mesmo! Recomendo também!

      • Samir Elian disse:

        Igor e Emanuel, obrigado pelas dicas!

        – Admiravel Mundo Novo já estava na lista, apesar de eu não ter colocado no post!
        – Neuromancer eu nunca fui com a cara do livro, nunca nem peguei pra ler a sinopse – acho que vou fazer isso!
        – Discwolrd eu sempre vejo vc e o Atila comentando, é uma coleção que já estou de olho há tempos

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM